fbpx
Revista Attalea Agronegócios
Cafés Especiais EVENTOS - DESTAQUES

18º Concurso Nacional ABIC de Qualidade do Café – Origens do Brasil – Safra 2021

A Associação Brasileira da Indústria de Café (ABIC) abriu as inscrições para o 18º Concurso Nacional ABIC de Qualidade do Café – Origens do Brasil – Safra 2021, cujo objetivo é incentivar a produção de cafés de alta qualidade, estimular as melhores práticas agrícolas, a sustentabilidade e, ainda, promover as regiões produtoras de café no Brasil, agregar valor ao produto e divulgar a diversidade de sabores e aromas da cafeicultura nacional junto aos consumidores, gerando valor para toda a cadeia, da produção ao consumo.

Para participar, o produtor deverá ler todo o regulamento com atenção e preencher a ficha de inscrição. Ambos estarão disponíveis no site da ABIC a partir de julho. Cada propriedade poderá registrar apenas uma amostra do microlote representativo dos cafés da região, indicando a espécie, Coffea arabica e/ou Coffea canephora (conilon/robusta), e a forma de preparo (natural ou cereja descascado).

A Comissão Coordenadora do Concurso estipulou que o prazo final para a entrega de toda a documentação necessária, bem como as amostras selecionadas, será até o dia 03 de setembro de 2021.

Após serem recebidas, elas serão registradas, codificadas e apresentadas ao júri técnico para uma pré-seleção, onde serão classificadas quanto ao tipo, cor, aspecto, umidade, atividade de água, defeitos e à qualidade da bebida. Serão selecionadas para o concurso aquelas que cumprirem as características mínimas exigidas por espécie.v

Entenda a avaliação

As amostras de café enviadas serão separadas de acordo com as espécies e avaliadas em prova cega, seguindo a metodologia do Programa de Qualidade do café – PQC. Posteriormente, será atribuída uma nota de Qualidade Global, conforme escala de pontuação de zero a dez pontos. O resultado contribuirá com peso de 90% na nota final.

A pontuação mínima admissível para classificar os lotes para o leilão dos cafés premiados da ABIC é de 7.3 pontos na escala PQC. Caso não alcance a nota mínima, o café será desclassificado.

Já as propriedades, serão julgadas quanto ao nível de Sustentabilidade através da apresentação de certificados emitidos por organizações reconhecidas nacional ou internacionalmente. Ou, poderão responder o questionário fornecido pela Comissão Organizadora, acessando o botão abaixo. O resultado dessa avaliação contará com peso de 10% na nota final.

O Júri Técnico será composto por especialistas em classificação de café e análise sensorial. Serão indicados, pela Comissão Coordenadora, membros dos laboratórios credenciados pela ABIC que compõem o PQC. A divulgação do resultado do concurso, com a relação dos produtores vencedores por região, será no dia 7 de outubro de 2021.

Leilão

Os microlotes vencedores serão ofertados num leilão on-line, a ser realizado no período de 26 a 28 de outubro de 2021, com as respectivas informações da região, produtor, espécie, notas finais e características sensoriais do lote. 

A ABIC divulgará o resultado através do seu site no dia 29 de outubro de 2021, quando serão anunciados os produtores vencedores que receberam o maior valor por saca, nas categorias Coffea arabica e Coffea canephora, e as empresas campeãs conforme os seguintes critérios:

Categoria Ouro arábica – Maior valor de aquisição por saca – Será considerado o maior valor pago por saca adquirida, de café da espécie Coffea arábica.

Categoria Ouro canéfora – Maior valor de aquisição por saca – Será considerado o maior valor pago por saca adquirida, de café da espécie Coffea canephora.

Categoria Diamante – Maior investimento em qualidade – será considerado o valor resultante do investimento total da empresa no leilão para aquisição de cafés de alta qualidade, calculado pelo produto do número de sacas adquiridas vezes o valor unitário oferecido.

A cerimônia de premiação, ainda sem data e local marcados, será realizada em novembro de 2021.


CLIQUE AQUI E ACESSE O REGULAMENTO

FORMULÁRIO SUSTENTABILIDADE

Related posts

“Cafeicultor tem que se profissionalizar” garante Wilson Goto, da Yara Internacional.

50ª EXPOAGRO: Franca (SP) sediará a etapa final do Circuito Nacional de Marcha de Muares

2º Concurso Florada Premiada divulga selecionados na Fase Classificatória

Revista Attalea Agronegócios

Deixe um comentário