fbpx
Revista Attalea Agronegócios
ENTIDADES DE CLASSE NOTÍCIAS Política Agrícola

Francisco Maturro promove a reabertura da Casa da Agricultura de Itirapuã (SP)

Na noite desta sexta (27), o Secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Francisco Matturro, acompanhado do prefeito do município, Gerson Luiz e da primeira dama Gisele Alves; do presidente da Câmara de Vereadores, Daniel Luís Crispim; do diretor municipal de agricultura e abastecimento, Engº Agrº Antônio Carlos Corali; do diretor técnico da CATI Regional de Franca, Engº Agrº Geraldo Nascimento Júnior; do ex-diretor da CATI Regional Franca, Engº Agrº Paulo de Tarso Rosa de Andrade; do presidente do Sistema OCB – Organização das Cooperativas Brasileiras, Márcio Lopes de Freitas; do presidente da COONAI, Eduardo Lopes de Freitas; e do diretor da Premix, Lauriston Fernandes, realizou a reabertura da Casa de Agricultura “Emílio Augusto Monteiro”, no município de Itirapuã (SP).

Também participaram do evento o deputado federal Arnaldo Jardim e os deputados estaduais Itamar Borges e Roberto Engler. “Aqui é a casa do produtor rural. É muito importante trabalharmos prestando apoio aos nossos produtores”, comemorou Engº Agrº Joel Leal Ribeiro, atualmente técnico da CATI Regional de Franca (SP), mas que trabalhou como responsável pela Casa da Agricultura de Itirapuã por muitos anos.

Durante o discurso, o Secretário Francisco Maturro comentou sobre a possibilidade de expansão da produtividade da região utilizando o sistema de integração lavoura-pecuária. Atualmente, Itirapuã possui uma produção avaliada em R$ 160 milhões. Durante a cerimônia de inauguração, a SAA também realizou a entrega de maquinários e implementos agrícolas para fortalecer o agro da região, e viaturas do programa Segurança no Campo, e anunciou também a adesão do município aos programas Melhor Caminho, Rotas Rurais e o Cozinhalimento.

Francisco Maturro, Secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo discursa na solenidade de reabertura da Casa da Agricultura de Itirapuã (SP)
Gerson Luiz Alves, prefeito de Itirapuã (SP).
Márcio Lopes de Freitas, presidente do Sistema OCB – Organização das Cooperativas Brasileiras e, no evento, representando a família do homenageado, Dr. Rubens de Freitas.

HOMENAGEM

Após a cerimônia de reabertura da Casa de Agricultura de Itirapuã, Francisco Maturro participou do descerramento da placa em homenagem ao Dr. Rubens de Freitas, um dos principais agropecuaristas da região e então proprietário da Fazenda da Barra. Além de produtor rural, Dr. Rubens foi uma figura política muito importante do município: foi vereador, presidente da Câmara dos Vereadores, presidente da COONAI e fundou a Associação dos Pequenos Produtores de Itirapuã. Estavam presentes na solenidade: os filhos Márcio Lopes de Freitas, Eduardo de Freitas e Fernanda Lopes Bertelli, os netos Lucas de Freitas e Tiago Figueiredo Freitas e a nora Luciana Figueiredo Freitas.

CACHAÇA BARRA GRANDE

No mesmo dia, Francisco Matturo esteve nas dependências da Fazenda Barra Grande, que produz cachaça de alambique desde 1860. A fazenda, que é aberta à visitação pública, mantém as tradições e está nas mãos da mesma família há cinco gerações, produzindo cachaça da melhor qualidade para mercado nacional e internacional. 

“Como em 1860 a água que vem do canal, move a roda, desperta as engrenagens da moenda. O caldo escorre pelas canaletas para as dornas de fermentação e, no descanso da garapa, começa o silencioso processo de fermentação. Após 24 horas, o destino é o alambique original de cobre, onde é feita a destilação e é separado apenas o coração da cachaça, que depois é envelhecido em toneis de madeira (Jequitibá e Carvalho). Pronta, ela é envasada e segue para as prateleiras das melhores casas do ramo. O engenho é o único do Estado de São Paulo que ainda funciona movido à roda d’água. Todo o processo de fabricação, envelhecimento e engarrafamento tem aprovação do Mistério da Agricultura”, explicou Maurílio Cristofani, diretor da Cachaça Barra Grande.

A Barra Grande é a maior geradora direta e indireta dos empregos do município de Itirapuã (SP). Durante a visita, o secretário de Agricultura destacou o estado de preservação do local. Por dois anos consecutivos, a fazenda Barra Grande foi finalista do prêmio Fazenda Sustentável da revista Globo Rural e também finalista do Prêmio Novo Agro, promovido pelo Banco Santander, em parceria com a Esalq/USP na categoria sustentabilidade.

Related posts

Novo pulverizador Massey Ferguson alia performance e tecnologia

Revista Attalea Agronegócios

Jacto DJB-20S vence Prêmio Afubra/Nimeq

Agricultores conseguem reduzir em até 90% aplicação de defensivos na produção de hortaliças

Revista Attalea Agronegócios

Deixe um comentário