fbpx
Revista Attalea Agronegócios
Máquinas e Implementos Política Agrícola

Tereza Cristina afirma em Uberaba (MG) que não houve nenhum corte no Moderfrota

A ministra Tereza Cristina confirmou durante entrevista na abertura da EXPOZEBU, em Uberaba (MG), que realmente acabaram antes do previsto, as verbas previstas no atual Plano Safra (2018/2019) para o financiamento de tratores e outros maquinários dentro do programa Moderfrota, financiado pelo BNDES.

Os produtores tiveram mais interesse em contrair os empréstimos para esse tipo de investimento do que o previsto pelo governo Michel Temer, em 2018. Mas não houve nenhum corte no Moderfrota, tanto que nas atuais negociações com o Ministério da Economia para o próximo Plano Safra (2019/2020), que vai ser anunciado no dia 12 de junho, em Brasília, estão sendo contempladas novas verbas para o programa.

“Não tem nenhum programa que será cortado, nós faremos apenas algumas modificações, aumentando a verba para os programas que têm mais demanda e diminuindo aqueles que têm menos demanda”, afirmou a ministra.

Tereza Cristina reafirmou também que vai aumentar a prioridade para aos programas de assistência técnica e extensão rural, principalmente para os pequenos e médios produtores, mas direcionando as verbas para fazer com elas cheguem realmente aos agricultores e que a assistência seja efetivamente realizada. “Não queremos que só sejam feitos projetos para pegar dinheiro em banco”, disse a ministra.

Ela recebeu a medalha de mérito da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ) na categoria política e participou a cerimônia de descerramento da placa comemorativa dos 100 anos de existência da ABCZ.

Related posts

Análise do Cadastro Ambiental Rural deve ser automatizada, disse Valdir Colatto

J.Assy leva tecnologia brasileira aos produtores dos Estados Unidos

Recolhimento do FUNDESA é nova opção para pecuária em Minas Gerais

Revista Attalea Agronegócios

Deixe um comentário