fbpx
Revista Attalea Agronegócios
Image default
Café EVENTOS - DESTAQUES Máquinas e Implementos

FEMAGRI 2019: Palinialves lança inovador Controlador Eletrônico de Temperatura para secadores de café.

Controle eletrônico digital de temperatura, sem fio: produtores de café ganham nova ferramenta para melhorar a qualidade na secagem do café

O mercado de cafés especiais no Brasil cresce ano após ano. É notória a evolução da qualidade dos lotes de café produzidos nas mais diversas regiões do país, porém, alguns entraves no sistema pós-colheita ainda geram muita dor de cabeça aos cafeicultores. Um deles é o controle da temperatura de secagem nos secadores rotativos e estáticos.

Para resolver este problema e garantir ao produtor um aumento no controle da qualidade da secagem é que a Palinialves lança na 18ª FEMAGRI – Feira de Máquinas, Implementos e Insumos Agrícolas, de 20 a 22 de fevereiro, o “Controlador Eletrônico de Temperatura para secadores de café”, uma inovação em parceria com a empresa Campotech.

“Um grande diferencial deste controlador eletrônico é o termômetro digital da massa de café sem fio, uma exclusividade no mercado”, afirma Carlos Henrique Palini, Diretor Comercial da Palinialves. Ele permite o controle mínimo e máximo da temperatura da massa de café em processo de secagem, e também a temperatura da entrada de ar, garantindo segurança e confiabilidade para o operador. “Com isso, o cafeicultor pode padronizar a secagem de seu café, garantindo qualidade e lotes mais homogêneos”, destaca Carlos Henrique.

Controlador Eletrônico de Temperatura para secadores de café da Palinialves

O Controlador Eletrônico de Temperatura para secadores estáticos possui alguns diferencias importantes. O controlador é multifunções, pois possui dois sensores de temperatura em cada caixa, um na parte inferior e superior, apresentando também a média de temperatura e a temperatura de entrada do ar. Com esta inovação Palinialves, os cafeicultores ganham maior controle do processo de secagem estática, que requer atenção constante à temperatura.

Carlos Henrique ressalta que “é uma tecnologia acessível para pequenos, médios e grandes produtores, tanto para quem está adquirindo seu secador rotativo ou estático, quanto para quem já tem seus secadores e quer resolver o problema do controle da secagem”.

Rodrigo Oliveira, Diretor da Campotech, afirma que “a parceria com a Palinialves é algo que buscávamos, pois é uma empresa idônea, sólida, uma empresa com forte canal de vendas e líder de mercado”. Ele ressalta ainda que a parceria com a Palinialves gerou frutos importantes: “A Palinialves apresenta dois equipamentos que não são comercializados no mercado, as tecnologias foram desenvolvidas de forma específica para os clientes da empresa”, destaca Rodrigo.

“É a única empresa no mercado que terá um equipamento que mede a temperatura da massa do café de forma digital, sem fio, e isso é um grande avanço na secagem do café”, afirma Rodrigo Oliveira.

Ficou curioso? Confira o vídeo de apresentação de tecnologia no programa “Papo de Cafeicultor”, do consultor e especialista Guy Carvalho:

O produtor poderá conferir esta e outras tecnologias Palinialves durante a FEMAGRI 2019, feira organizada pela COOXUPÉ e é considerada uma das maiores mostras do setor cafeeiro do país e uma das principais difusoras de tecnologias no segmento. O evento acontece de 20 a 22 de fevereiro, em Guaxupé (MG).

E ATENÇÃO, OS PRODUTORES QUE ADQUIRIREM SECADORES ROTATIVOS E ESTÁTICOS PALINIALVES DURANTE A FEMAGRI 2019 TERÃO UMA GRATA SURPRESA! CONFIRAM!

VÍDEO
Apresentação: Engº Agrº Guy Carvalho.
Direção: Leonardo Miranda (jornalista).
Produtora: GERAIS VÍDEOS – Assessoria & Comunicação

 

FONTE: Lucas Barin – CATENACON CREATIVE DESIGN
barin@catenacom.com

Related posts

FEMEC 2019: Sindicato Rural de Uberlândia projeta 55 mil visitantes

Revista Attalea Agronegócios

Massey Ferguson participa da Abertura Oficial da Colheita de Milho em Santo Ângelo (RS)

Revista Attalea Agronegócios

2º Workshop em Produtividade Apícola e Polinização: temas importantes para apicultores e cafeicultores

Revista Attalea Agronegócios

Deixe um comentário