Cana de Açúcar

Setor de cana-de-açúcar apresenta potencial de crescimento em ano desafiador para a agricultura

Estimativa é de crescimento de 4,4% em relação à safra 2022/23 de cana-de-açúcar, resultando em uma produção de 637,1 milhões de toneladas.

O mercado agrícola nacional está enfrentado grandes desafios relacionados à precificação das commodities e à queda nas vendas de fertilizantes neste primeiro semestre, o que tem provocado atrasos nas negociações e comercializações e impactado em toda a cadeia produtiva.

De acordo com um levantamento realizado pela StoneX, as compras de fertilizantes para o primeiro semestre, que são principalmente concentradas nos volumes para a safrinha de milho, costumam realmente mostrar um aumento do fluxo de compras mais próximo do período de aplicação, em relação às safras de verão, no segundo semestre.

Isso decorre da maior dependência das safras de inverno no primeiro semestre, com o resultado da safra de verão que a antecede. No entanto, neste ano, se observa uma postergação ainda maior do interesse de compra, guiado especialmente pelo fator financeiro.

O documento mostra que, na região Centro-Oeste, por exemplo, que o plantio do milho safrinha começa mais cedo, o índice de comercialização ficou em 52% em 2022, ante 59% em novembro de 2021 (mês em que se iniciam as vendas para os primeiros seis meses do ano seguinte) e 71% no mesmo intervalo de tempo de 2020. “Vale ressaltar que, segundo a pesquisa, a região é a que apresenta o maior volume de vendas, o que indica uma grande redução em relação aos anos anteriores”, analisa Lucas Manfrin, Coordenador de Nutrição e Cana-de-Açúcar da BRANDT Brasil – empresa de inovação tecnológica focada em fisiologia vegetal e tecnologia de aplicação.

Cana-de-açúcar apresenta potencial de crescimento em um ano desafiador

De acordo com Manfrin, “como na agricultura não existe um ano igual ao outro, os agricultores e a indústria que movimentam o setor calibram seus olhos na busca de novas oportunidades”. O especialista comenta que, neste contexto, o setor sucroenergético tem demonstrado musculatura “não apenas para encarar os desafios que virão, mas também para crescer em um ano desafiador”.

A projeção da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), da safra 2023/24, aponta para um aumento na produção de cana-de-açúcar, quando comparada à última safra. A estimativa é de crescimento de 4,4% em relação à safra 2022/23, resultando em uma produção de 637,1 milhões de toneladas de cana-de-açúcar. O país deverá destinar 8.410,3 mil hectares de cana-de-açúcar para a colheita, com um rendimento médio de 75.751 kg/ha. O maior crescimento de área é justificado pelo aumento de áreas de expansão e renovação, o que impacta diretamente na produtividade, uma vez que os primeiros cortes possuem um maior rendimento. Além disso, as condições climáticas para essa safra vêm se apresentando ainda melhores que na safra 2022/23.

Solução para agricultores na gestão de perdas

O especialista explica que, assim como em todos os cultivos, o produtor passa a gerir perdas desde o início do planejamento da safra. Ainda segundo ele, alguns pesquisadores dizem que a cana-de-açúcar tem o seu potencial produtivo genético estimado em 300Ton/ha. “Há, portanto, um abismo entre a capacidade produtiva genética da cultura e sua média histórica nacional”, destaca.

“Desta forma, uma das tecnologias trazidas pela BRANDT ao Brasil se encaixa perfeitamente nessa filosofia de gerir perdas. O Plant Start® é uma ferramenta que auxilia as plantas na precursão hormonal e na saúde do solo”, comenta Manfrin, que explica ainda que a solução “estimula a cultura, propiciando o enfrentamento de estresses bióticos e abióticos, fortalecendo o enraizamento inicial e provendo elementos fundamentais que garantam estabilidade e longevidade ao canavial”.

O Plant Start® é uma solução fosfatada e formulada para ajudar no crescimento de raízes e auxiliar as plantas a superar as condições estressantes no campo, sendo formulado com uma combinação que promove o crescimento precoce e desenvolvimento de sistemas radiculares saudáveis que irão estabelecer a planta mais rapidamente, e por sua vez promover um crescimento vigoroso das plantas. Feito a partir das fontes de nutrientes, a solução fornece nitrogênio disponível rapidamente, promovendo um crescimento saudável, enquanto o fósforo e o potássio estão prontamente disponíveis para garantir um enraizamento forte.

FONTE: ANDRÉ GUERRA – CDI COMUNICAÇÃO

Related posts

26ª FENASUCRO & AGROCANA: negócios na ordem de R$ 4 bilhões e 39 mil visitantes de 25 países.

Mario

MICROGEO® participa pela primeira vez do Ciclo de Seminários Agrícolas, no MS

Mario

Lançamento da Rotam é destaque na 14ª Agronegócios Copercana

Mario

Deixe um Comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais