Powered by Rock Convert
Revista Attalea Agronegócios
Café

Rondônia e Acre: EMBRAPA apresenta novas cultivares híbridas de café em abril e maio

As dez novas cultivares híbridas de cafés clonais desenvolvidas pela EMBRAPA Rondônia para a região Amazônica – resultantes do cruzamento de plantas de café canéfora do grupo Robusta e Conilon – serão apresentadas de 4 de abril a 3 de maio aos produtores, viveiristas e técnicos que buscam mais opções para suas lavouras. O público poderá conhecer o potencial deste pacote tecnológico da Embrapa antes de seu lançamento oficial, em seis dias de campo que serão realizados nos Estados de Rondônia e Acre.

Os eventos são uma ação conjunta entre Embrapa e instituições parceiras estaduais. Em Rondônia, conta com EMATER-RO, Secretaria de Estado da Agricultura – SEAGRI, prefeituras municipais e demais instituições. No Acre, conta com a parceria da Universidade Federal do Acre, Sebrae, Governo do Estado e prefeituras municipais.

“Estamos unindo esforços entre pesquisa, extensão rural, governo do estado e setor produtivo para que, juntos, possamos desenvolver ainda mais a cafeicultura da região, oferecendo mais opções aos produtores, que potencialize o incremento produtivo das lavouras e o desenvolvimento sustentável da atividade”, afirma o chefe de Transferência de Tecnologia da Embrapa Rondônia, Frederico Botelho.

Confira a agenda de apresentação das novas cultivares híbridas

04/04 – Dia de campo Rolim de Moura – RO
Horário: 8h30
Local: Propriedade do Sr Ademir Rosa, Linha 208 SUL, km 5

05/04 – Dia de campo Cacoal – RO
Horário: 8h30
Local: Propriedade do Sr. Edimar Flegler, Linha eletrônica lote 1B3 Gleba 14

06/04 – Dia de campo Ouro Preto do Oeste – RO
Horário: 8h
Local: Campo Experimental da Embrapa

09/04 – Dia de campo Alto Paraíso – RO
Horário: 8h
Local: Sítio Dois Irmãos (proprietário: Divino Batista da Silva), Linha C 80 TB 30 Lote 74 e 76 gleba 44

25/04 – Dia de campo em Cruzeiro do Sul – AC
Horário: 8h
Local: Universidade Federal do Acre, Campus Floresta, Estrada do Canela Fina, km 12, Gleba Formoso, Lote 245, Colônia São Francisco

03/05 – Dia de campo em Porto Velho – RO
Horário: 8h
Local: Campo Experimental da Embrapa Rondônia, BR 364, Km 5,5.
Mais informações no telefone: (69) 3219-5058.

AS NOVAS CULTIVARES HÍBRIDAS DA EMBRAPA

Os novos clones híbridos reúnem características positivas do grupo Conilon e Robusta. Têm alta produtividade, acima de 100 sacas por hectare; são resistentes à ferrugem-alaranjada – uma das principais doenças que atacam os cafeeiros; e são adaptados às condições climáticas da região Amazônica. De forma geral, estes clones se destacam por seu porte intermediário, resultado do alto vigor vegetativo do Robusta com a estrutura compacta do Conilon, ou seja, as plantas apresentam crescimento vigoroso – maior que do Conilon, mas não resultam em arbustos tão frondosos quanto as plantas de Robusta.

Com estas cultivares, a EMBRAPA busca atender a demanda por cafés clonais mais produtivos, que tem crescido na região Amazônica. Há também grande demanda por cafés clonais nos Estados de Mato Grosso, Amazonas e Acre, onde estas cultivares da Embrapa podem ser adotadas por apresentarem boa adaptabilidade às condições locais.

As 10 cultivares híbridas que a EMBRAPA irá lançar em 2019 estão implantadas em mais de 40 locais no País, por meio de Unidades Demonstrativas e de Observação em áreas de produtores e de instituições parceiras. São aproximadamente 25 áreas em Rondônia e outras 15 nos Estados do Acre, Mato Grosso, Amazonas, Mato Grosso, Roraima, Bahia, Espírito Santo e Minas Gerais. “As novas cultivares já estão recomendadas para a Amazônia Ocidental – RO, AC, MT e AM. Nos demais estados, as cultivares estão em fase de avaliação e validação, para posteriormente serem recomendadas aquelas que apresentarem melhor desempenho”, explica o chefe de Transferência de Tecnologia da Embrapa Rondônia, Frederico Botelho.

CAFEICULTURA EM RONDÔNIA

Rondônia é o quinto maior produtor de café do País e está entre os três maiores estados produtores da espécie Coffea canephora. A cultura do café vem passando por transformações positivas nos últimos anos no estado, com a adoção de novas tecnologias de cultivo, principalmente pela utilização de mudas clonais, práticas adequadas de manejo da cultura, uso de corretivos, fertilizantes e irrigação. Embora a área plantada tenha diminuído 66% nos últimos 15 anos, a produtividade cresceu cerca de 255%, devendo alcançar 33 sacas/ha de café beneficiado na safra 2019, com produção estimada de 2,1 milhões de sacas (Conab, 2019).

Fonte: Rondonotícias

Powered by Rock Convert

Related posts

Lucia Maria da Silva Dias (São Sebastião da Grama/SP) conquista o 17º Concurso Estadual de Qualidade do Café de SP

Revista Attalea Agronegócios

Cool seed realizou em janeiro o 15º Encontro Internacional de Negócios

Revista Attalea Agronegócios

[Davi Moscardini] – Novos conceitos para a implantação de cafezais de alto potencial

Revista Attalea Agronegócios

Deixe um comentário