fbpx
Revista Attalea Agronegócios
Abelhas

Checklist: práticas para uma relação mais produtiva entre agricultores e apicultores

Agricultores e apicultores precisam se conhecer no campo e o primeiro passo é a identificação, o cadastramento de apicultores e a determinação da localização de apiários nas propriedades rurais. A determinação da localização de apiários é essencial para promover a segurança de colaboradores nas propriedades, evitando acidentes com o ataque de abelhas, bem como a garantia de que não ocorrerá a remoção de colmeias sem aviso prévio aos apicultores.

Os agricultores também são capazes de notificar os apicultores sobre manejos nos cultivos, a exemplo da aplicação de defensivos agrícolas, fornecendo condições para que os apicultores protejam as colmeias da melhor maneira.

Abaixo, veja algumas práticas para uma convivência sinérgica:

Apicultores

  • Contatar o proprietário da área onde deseja instalar o apiário;
  • Informar os agricultores que operam nas propriedades vizinhas sobre a localização do apiário;
  • Instalar o apiário somente nos locais indicados pelo proprietário da área;
  • Fornecer a localização do apiário e o número de colmeias instaladas;
  • Sinalizar com placas sobre a existência de apiário em 200 m e 100 m de sua localização;
  • Atender às regras de acesso do local e políticas internas da propriedade;
  • Manter dados pessoais atualizados junto aos agricultores parceiros;
  • Manter a localização do apiário e o número de colmeias atualizados, e avisar o proprietário sempre que houver mudanças na localização do apiário e número de colmeias;
  • Notificar o proprietário da área, indicando data e hora, sempre que precisar ir à propriedade para visitar o apiário;
  • Tomar as providências com as colmeias, quando necessário, de acordo com os avisos enviados pelo proprietário da área;
  • Manter as práticas de manejo em suas colmeias e no local onde o apiário está instalado;
  • Cadastrar-se na Defesa Agropecuária da Secretaria de Agricultura estadual para fins de sanidade apícola.

Agricultores

  • Analisar o melhor local em sua propriedade para a instalação de apiários e indicar ao apicultor;
  • Notificar, obrigatoriamente e com antecedência mínima de 48 horas, os apicultores que possuem apiários em um raio de 6 km da propriedade onde será realizada a aplicação aérea de defensivos a base de Imidacloprido, Tiametoxam, Clotianidina e Fipronil;
  • Garantir que a empresa de aviação contratada para realizar os serviços de aplicações aéreas de defensivos siga todas as especificações da Instrução Normativa Conjunta Nº 1, de 28 de dezembro de 2012;
  • Seguir todas as demais especificações da Instrução Normativa Conjunta No 1, de 28 de dezembro de 2012, que dispõe sobre a aplicação dos ingredientes ativos Imidacloprido, Tiametoxam, Clotianidina e Fipronil;
  • Notificar, como uma boa prática e com antecedência mínima de 24 horas, os apicultores que possuem apiários em um raio de 6 km da propriedade onde será realizada a aplicação aérea de outros tipos de defensivos agrícolas.

FONTE: Geoapis

Related posts

Abelhas Nativas Sem Ferrão e ambientes urbanos

Revista Attalea Agronegócios

Certificação vai ampliar mercado para produtores de mel de Cerro Azul (PR)

Revista Attalea Agronegócios

A importância das moscas das flores

Deixe um comentário