fbpx
Revista Attalea Agronegócios
Image default
Bovinos de Corte

Brasil se consolida como grande criador de Brahman

Raça Brahman completa 25 anos do país e tem conquistados excelente resultados.

Uma raça que tem ganhado cada vez mais adeptos no país, completará – em abril de 2019 -, 25 anos das primeiras importações oficiais de animais para o Brasil. O Brahman, resultado do cruzamento de quatro outras raças: Gir, Nelore, Guzerá e Krishna Valley, tem sua origem os Estados Unidos há mais de 120 anos.

Brahman, que significa ‘um novo ciclo’, realmente representou uma divisão de águas na pecuária norte-americana, tornando possível uma atividade de corte rentável, usando-os como grupo étnico ou em cruzamentos com as raças europeias especializadas.

No Brasil, o gado – que acabou se tornando o zebuíno mais criado no mundo -, chegou em 1994 e foi conquistando criadores por onde passava, especialmente por seus atributos: docilidade e habilidade materna.

“A docilidade ajudou muito no crescimento da raça no país, uma vez que essa característica facilita o manejo do rebanho e consequentemente tem reflexos na qualidade da carne”, explica Rafael Oliveira, gerente de corte zebu da Alta. Além disso, a “habilidade materna também é um atributo bastante buscado hoje em dia, e ajuda a explicar o sucesso desses animais”, acrescenta.

Do mesmo modo, o Brahman tem sido muito usado no Brasil, e no mundo, para a realização de cruzamento industrial com as diversas raças existente. Cruzado com taurinos, e outros zebuínos, a raça evidencia muito mais que rusticidade. Coopera muito na genética de ganho em peso e na qualidade de carne. Vários touros que têm os seus marcadores moleculares conhecidos são referências para obtermos cruzados que são abatidos cedo e com bons resultados de rendimento e qualidade de carcaça. A cruza Brahman é tão boa na engorda como na reprodução. Muitas experiências mostrando machos meio sangue Brahman/Nelore com média de 252 quilos e as fêmeas com 235 quilos.

Segundo a Associação dos Criadores de Brahman do Brasil (ACBB), atualmente, é possível encontrar rebanhos da raça em mais de 70 países em todo o mundo, como Brasil, México, Paraguai, Argentina, Bolívia, Panamá, Estados Unidos e Austrália. E são essas diversificações que tornam as conquistas nacionais ainda mais especiais.

Em janeiro de 2018, o Brahman CABR Mussambê 2264 foi eleito “Melhor Touro Brahman do Mundo” durante a FWSSR Brahman Show, em Fort Worth no estado do Texas nos Estados Unidos. O touro brasileiro é oriundo da seleção de Casa Branca Agropastoril, de Paulo Marques, e propriedade do criador e de Wilson Roberto Rodrigues, Charles Maia e Paulo Scatolin. Atualmente está em coleta na Central da Alta Brasil.

“Mussambe tem pedigree nobre, sendo filho de Wellington Manso, um dos touros mais utilizados na atualidade, com a Dhifalla foi premiadíssima nas principais pistas do Brasil”, destaca Oliveira. O reprodutor também foi Grande Campeão da ExpoZebu 2017 e eleito por unanimidade o melhor touro da América do Sul.

Outro destaque da bateria Brahman da Alta é o touro MR. Uber Araguaia POI 461, reprodutor recordista de valorização no Congresso Mundial da Raça em 2010, que aconteceu no Brasil. Araguaia é muito utilizado pelos principais rebanhos do Brasil e da América latina, tanto em gado de elite quanto em comercial, por transmiti a sua progênie muita beleza racial e bastante carcaça.

A bateria também conta com Mr. Querença 4336, reprodutor que foi tri campeão nacional, aliando carcaça com muito volume e revestimento muscular e avaliação genética.

Conforme explica Oliveira, a Alta também tem apostado em novas contratações de touros jovens. Os animais participam de prova de ganho de peso, são analisados com dados de ultrassonografia de carcaça e peso ao nascimento baixo, para ser utilizado em cruzamento, matrizes F1, como é o caso dos recentes contratados pela Central do criatório UberBrahman: Mr. Uber Eddie POI 1242, Mr. Uber Diamante POI 1319 e Mr. BR 77 1270.

 

FONTE: Larissa Albuquerquer – ALFAPRESS COMUNICAÇÕES
larissa.albuquerque@alfapress.com.br

Related posts

“Caminhos da ILPF” será um dos destaques da InterCorte SP

Revista Attalea Agronegócios

1º Tour Genética Nacional visita criatórios de Nelore CEIP

Neste domingo (28), Logan da Di Genio será leiloado durante a Expozebu

Revista Attalea Agronegócios

Deixe um comentário