Bancos e Crédito RuralEVENTOS - DESTAQUES

Summit Governança Sicredi alinha cultura, valores e estratégia para aumentar geração de valor da primeira instituição financeira cooperativa do Brasil

Evento discutiu a importância do reforço do modelo de negócio da cooperativa e apresentou planos de crescimento da instituição financeira cooperativa

Não se distanciar do ideal dos fundadores”. Com esta frase, o presidente da Central Sicredi PR/SP/RJ, Manfred Dasenbrock, abriu o Summit Governança 2024. O evento, realizado em Brasília (DF), reuniu presidentes, diretores e conselheiros de administração e fiscais das cooperativas de crédito e investimento atuantes nesses três estados para debater a importância da proximidade com os associados, fortalecendo cada vez mais o modelo de negócio e, consequentemente, as comunidades nas quais o Sicredi atua. Ao total, mais de 500 pessoas estiveram presentes.

Dasenbrock destacou os pilares do cooperativismo, entre eles as decisões colegiadas dos conselhos e das assembleias, a importância da colaboração (“ter com quem contar”) e o compromisso com o “abraçar boas causas”, referindo-se aos programas sociais coordenados pela Fundação Sicredi. “Temos nove programas sociais dedicados à inclusão, diversidade, equidade, educação financeira e outros desafios da sociedade. Com base no que vivenciamos e ouvimos de outras cooperativas filiadas ao Conselho Mundial das Cooperativas de Crédito (WOCCU), posso afirmar que temos o instituto mais estruturado e com as melhores iniciativas do planeta”, celebrou.

Para presidente da Central Sicredi PR/SP/RJ, Manfred Dasenbrock, eventos como Summit de Governança são essenciais para reforçar ideias cooperativistas e cultura do Sicredi
(Crédito: Divulgação/Sicredi)

Durante os dois dias de encontro, foram debatidos temas como Reforma Tributária, Supervisão e Negócios, Sustentabilidade, Avanços Regulatórios, Legislação, entre outros. Ainda na abertura, o diretor-executivo da Central Sicredi PR/SP/RJ, Maroan Tohmé, apresentou um panorama do mercado financeiro e ressaltou os diferenciais do cooperativismo de crédito. “Nossa grande vocação é ajudar as pessoas a terem uma relação mais saudável com o dinheiro. Por isso, nosso foco está nos associados e nas comunidades, em como podemos alavancar o crescimento deles”, afirmou.

Ele também lembrou que enquanto os bancos tradicionais cresceram 8% em 2023, o Sicredi registrou um crescimento em torno de 30%. “Isso pode ser explicado pelo nosso modelo de negócio, que se baseia na proximidade com as pessoas e na preocupação legítima com o seu desenvolvimento. A falta de contato cria distanciamento e enfraquece a relação. Por esse motivo, o tema é tão crucial para nossa instituição”, enfatizou.

Banco Central do Brasil, Frente Parlamentar do Cooperativismo e Organização das Cooperativas do Brasil estiveram presentes

O Summit Governança contou com a participação de personalidades como o presidente da Frente Parlamentar do Cooperativismo (Frencoop) e deputado federal, Arnaldo Jardim; a superintendente do Sistema OCB, Tania Zanella; o presidente da Ocepar, José Roberto Ricken; o diretor-executivo do FGCoop, Adriano Ricci; o diretor de fiscalização do Banco Central, Ailton Santos; além da palestrante Jaqueline Gomes e de Mário Gazin, um dos maiores empreendedores do Brasil.

Recentemente, Arnaldo Jardim, autor do projeto de lei que visa aprimorar a gestão e governança das cooperativas de crédito, fortalecer os sistemas de crédito cooperativo e melhorar o ambiente de negócios do cooperativismo de crédito (Lei Complementar 196/22), foi homenageado pelo Sicredi em celebração à marca de 8 milhões de associados. “Temos trabalhado fortemente para defender os interesses das instituições financeiras cooperativas e seus associados perante o poder público. Estamos conseguindo muitos avanços com projetos de lei e emendas, sempre atentos para que as cooperativas continuem impactando positivamente as comunidades e contribuindo para o crescimento do Brasil”, argumentou o presidente da Frencoop.

Representando as cooperativas brasileiras, a superintendente do Sistema OCB, Tania Zanella, também esteve presente
(Crédito: Divulgação/Sicredi)

A arte de inspirar pessoas e encantar clientes

Mário Gazin é um paranaense que nunca desistiu dos seus sonhos e é hoje um dos maiores empreendedores do Brasil. Há mais de 56 anos, ele comprou uma pequena loja que, ao longo das décadas, se transformou na quarta maior rede de varejo do Brasil, com mais de 10 mil funcionários e um faturamento perto de R$ 5 bilhões. Além disso, a empresa é reconhecida como uma das melhores para se trabalhar no Brasil e na América Latina.

Durante sua palestra, o empresário destacou que o empreendedor precisa ser um eterno aprendiz. “Temos que evoluir, aprender uma coisa nova a cada dia. Por isso, investimos nos estudos dos nossos colaboradores. Se quisermos deixar alguma coisa neste mundo, que deixemos a educação”, afirmou Gazin. Para finalizar, ele lembrou que “chegar ao sucesso é desafiador, mas manter-se lá é o verdadeiro desafio”.

Autor de projeto de lei que trouxe avanços para cooperativas de crédito, presidente da Frencoop e deputado federal Arnaldo Jardim participou do Summit. (Crédito: Divulgação/Sicredi)

A experiência do associado em ação

O Summit Governança foi encerrado pela palestrante Jaqueline Gomes, diretora e consultora da empresa No Coração do Cliente, especializada na implantação da cultura de excelência em atendimento há mais de 10 anos. Jaqueline possui formação no Disney Institute com os cursos oficiais: Disney’s Approach to Quality Service, Disney Backstage Magic e Business Behind The Magic (Orlando/EUA), além de MBA em Marketing pela FGV e especialização em Metodologia do Ensino e Comunicação e Novas Mídias. 

Em sua fala, Jacqueline lembrou que propósito não é discurso. “Propósito é intenção, que precisa ganhar ação no dia a dia. Além de saber o que fazemos e como fazemos, temos que entender o porquê de estarmos fazendo as coisas”, ponderou. Segundo ela, as relações comerciais precisam de reciprocidade. “Só assim é possível caminhar junto com o cliente, proporcionar boas experiências e, como consequência, colher bons resultados para todos os envolvidos. Mas sem esquecer que o coração é o segredo dos negócios com alma”, finalizou.

Related posts

Matsuda apresenta produtos para nutrição de corte e leite durante a Agrishow 2019

Mario

Hortitec 2022: Embrapa lança cultivares de batata-doce e outras tecnologias

Mario

Semana Internacional do Café 2018: Barista é campeã mundial utilizando café produzido no Brasil

Mario

Deixe um Comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais