Powered by Rock Convert
Revista Attalea Agronegócios
Image default
Aves e Suínos Educação no Agronegócio

No caminho do frango não tem hormônio, tem Zootecnia

Com certeza você já ouviu falar por aí que os frangos criados em granjas tomam hormônios, mas no peito grelhado do almoço ou no franguinho assado de domingo não tem nada além de vitaminas, minerais e muito sabor.

Esse mito não surgiu do nada. Ele está relacionado ao grande potencial de crescimento dos frangos, que atualmente alcançam 3 kg em pouco mais que 40 dias de idade, bem diferente do tempo da vovó, onde as aves demoravam meses para ganhar 1 kg.

O segredo dos frangos bodybuilder é muito simples: o zootecnista. Esse profissional cuida da saúde e alimentação dos animais, por meio de dieta balanceada e instalações adequadas. Além disso, o zootecnista faz o melhoramento genético nas granjas. Apesar de o nome parecer coisa de ficção científica e ovelha Dolly, o melhoramento genético nada mais é que o cruzamento de animais para aproveitar ao máximo o potencial de cada raça, assim, gerando animais mais fortes e saudáveis, melhorando a qualidade da produção.

Além das aves, o zootecnista é responsável pela criação de rebanhos bovinos, ovinos, caprinos, suínos e equinos, cuidando do bem-estar animal, auxiliando na reprodução e orientando o processamento de alimentos para garantir a qualidade da carne, do leite, do iogurte, manteiga entre outros alimentos.

Todos os produtos de origem animal que a gente consome no dia a dia têm a qualidade proporcionada pelo zootecnista!

O campo de atuação desse profissional é muito amplo e ele pode atuar além das cercas das fazendas, como nas indústrias alimentícias, frigoríficos, empreendimentos agropecuários, zoológicos; centros de animais silvestres e unidades de conservação; indústria de nutrição animal e laboratórios.

Além da possibilidade de trabalhar em diversos lugares, o profissional de zootecnia pode seguir vários caminhos diferentes:

• Nutrição animal – Trabalha na formulação e criação de rações e suplementos para os animais pensando na saúde dos bichinhos.

• Genética – Responsável por avanços genéticos dos animais, para que eles se encaixem nas características favoráveis à produção. Por exemplo, ao saber que uma galinha de determinada raça bota mais ovos, mas tem uma expectativa de vida curta, ele tenta encontrar alguma espécie mais resistente que possa combinar as duas características.

• Saúde e bem-estar – Atua fazendo de tudo para que os animais se mantenham saudáveis, com uma dieta balanceada e instalações adequadas – melhorando o dia a dia do animal, diminuindo o estresse e evitando o surgimento de doenças.

• Administração rural – O profissional formado em zootecnia age como um administrador de empresa. Ele planeja investimentos, estima a produção daquele ano, gerencia a equipe de funcionários e mantém a propriedade lucrativa.

Comércio – Além de vender algumas espécies de animais pra outros profissionais, como aqueles leilões do Canal do Boi, ele também orienta na compra de produtos para criação, como ração, por exemplo.

• Meio Ambiente e Conservação – O zootecnista tem um papel fundamental na manutenção e conservação do meio ambiente, já que é responsável por grande parte das “indústrias” localizadas no meio rural.

• Processamento de Alimentos – No final da cadeia produtiva o zootecnista trabalha juntamente com engenheiros de alimento para aprimorar e garantir a qualidade da carne, do leite, do iogurte, manteiga entre outros alimentos que chegam a nossa mesa.

QUALIDADE NO PRATO

De acordo com a ABPA, o Brasil é o maior exportador de carne de frango do mundo. Ao longo de quatro décadas, o país embarcou mais de 60 milhões de toneladas de carne de frango, em mais de 2,4 milhões de contêineres para 203 países.

E em um ambiente de consumidores cada vez mais exigentes, além da quantidade, é preciso entregar também qualidade, trabalho para o zootecnista.

 

FONTE: Blog da UNOESTE

Related posts

Simpósio de avicultura discutirá qualidade na produção de matrizes

Biosseguridade de granjas de aves matrizes de corte

Revista Attalea Agronegócios

Conferência FACTA WPSA-Brasil 2019 já tem data e temas definidos

Deixe um comentário