fbpx
Revista Attalea Agronegócios
Cafés Especiais EVENTOS - DESTAQUES

Mulheres dominam o 18º Concurso Nacional ABIC de Qualidade do Café – Origens do Brasil – Safra 2021

As produtoras Dayse Maria Monnerat Erthal, da Origem Região Serrana do Rio de Janeiro e Tatiele Dalfior Ferreira, do Noroeste do Espírito Santo, são as grandes vencedoras do 18º Concurso Nacional ABIC de Qualidade do Café – Origens do Brasil – Safra 2021. Dayse, do Café Fazenda Goiabal, em Bom Jardim (RJ), atingiu a maior nota de Qualidade Global, 8,80, na categoria Arábica. E Tatiele, do Sítio Leôncio, em Governador Lindenberg (ES), recebeu a impressionantes 8,58 de Qualidade Global na categoria Canéfora.

Outro destaque foi o café de Sílvio Leite, da origem Planalto Baiano / Chapada Diamantina. Produzido na Fazenda Cerca de Pedra São Benedito, em Piatã (BA), o lote recebeu a nota de 8,76, na categoria Arábica. Já na categoria Canéfora, as sacas de Matas de Minas, de Ronaldo Pansini e de Matas de Rondônia, de Ediana Capich, atingiram as incríveis notas de 8,32 e 8,20, respectivamente.

O certame recebeu 62 amostras de 20 origens produtoras, sendo 14 na categoria Arábica e 6 na categoria Canéfora. Duas delas enviaram pela primeira vez: Vale do Juruá, no Acre e Cerrado Goiano.

Após serem recebidas, as amostras foram registradas, codificadas e apresentadas ao júri técnico para uma pré-seleção, onde foram classificadas quanto ao tipo, cor, aspecto, umidade, atividade de água, defeitos e à qualidade da bebida. Depois, foram separadas de acordo com as espécies e avaliadas em prova cega, seguindo a metodologia do Programa de Qualidade do café – PQC. Nesta fase, foram classificados os lotes que atingiram pontuação mínima admissível para o leilão, ou seja, 7.3 pontos na escala PQC e o resultado contribuiu com peso de 90% na nota final. Os outros 10% foram cumpridos com o quesito Sustentabilidade, que avaliou certificados emitidos por organizações reconhecidas nacional ou internacionalmente ou o questionário fornecido pela Comissão Organizadora.

Confira abaixo os produtores vencedores por Origem Produtora:

Leilão

Os microlotes vencedores serão ofertados num leilão on-line, a ser realizado no período de 26 a 28 de outubro de 2021NA PLATAFORMA CAFFEEX, com as respectivas informações da região, produtor, espécie, notas finais e características sensoriais do lote. 

ATENÇÃO:

Os interessados em participar do leilão PRECISAM REALIZAR UMA PRÉ-INSCRIÇÃO.

CLIQUE AQUI E FAÇA SUA PRÉ-INSCRIÇÃO PARA PARTICIPAR DO LEILÃO!

A partir do dia 18 de outubro, enviaremos os dados para acesso à plataforma CAFFEEX aos interessados . Em caso de dúvidas, entre em contato com a Organização: concurso@abic.com.br.

A ABIC divulgará neste espaço, no dia 29 de outubro de 2021, os produtores vencedores que receberam o maior valor por saca, nas categorias Coffea arabica e Coffea canephora, e as empresas campeãs conforme os seguintes critérios:

Categoria Ouro arábica – Maior valor de aquisição por saca – Será considerado o maior valor pago por saca adquirida, de café da espécie Coffea arábica.

Categoria Ouro canéfora – Maior valor de aquisição por saca – Será considerado o maior valor pago por saca adquirida, de café da espécie Coffea canephora.

Categoria Diamante – Maior investimento em qualidade – será considerado o valor resultante do investimento total da empresa no leilão para aquisição de cafés de alta qualidade, calculado pelo produto do número de sacas adquiridas vezes o valor unitário oferecido.

A cerimônia de premiação será realizada em novembro de 2021, em data ainda a ser confirmada também neste espaço.

Related posts

Em edição histórica, genética da Alta disputa principais competições na Expozebu 2019

Expoinel Minas marca início das exposições da raça Nelore para o ranking nacional da ACNB

Sicredi destaca crescimento do segmento no Dia Internacional das Cooperativas de Crédito

Revista Attalea Agronegócios

Deixe um comentário