Powered by Rock Convert
Revista Attalea Agronegócios
NOTÍCIAS

Mineiro de Cabo Verde (MG) é vencedor do CNA Jovem

O jovem Juarez Guilherme do Carmo Leite é o representante de Minas Gerais e vencedor do Projeto CNA Jovem encerrado no domingo, dia 07, em Brasília, com o tema “Sustentar e: conectando experiências”. Juarez foi selecionado para representar Minas Gerais após participar do curso de Liderança Empreendedora, desenvolvido pelo Sistema FAEMG/SENAR Minas. O programa busca descobrir lideranças na juventude rural que possam assumir progressivamente o protagonismo nas áreas institucional, sindical, político-partidária, educacional e empresarial.

Juarez é natural de Cabo Verde, Sul de Minas. Técnico Agrícola e Engenheiro Agrônomo formado pelo IFSul de Muzambinho é ligado à cafeicultura desde a infância, devido à atividade da família. Na etapa estadual, desenvolveu projeto ligado à cafeicultura com foco ao uso da tecnologia e a permanência dos jovens no campo. Na etapa final do CNA Jovem integrou o grupo vencedor que reuniu jovens de Santa Catarina, Ceará, Rio de Janeiro, Goiás, Pará, Rondônia, Tocantins que tinham projetos semelhantes.

“O desafio do nosso grupo foi estimular a produção sustentável do agro brasileiro. Para isso, criamos uma plataforma com o intuito de conectar experiências do campo com foco nos produtores que participam do Programa ATeG (Assistência Técnica e Gerencial), desenvolvido pelo Senar. O consumidor terá acesso a plataforma para adquirir produtos com qualidade elevada e segurança alimentar. A proposta é que esta plataforma seja gerenciada pelos Sindicatos Rurais para valorização do Sindicato e a captação de novos associados”.

O grupo foi avaliado por uma banca composta pelo diretor-geral da Faculdade CNA, André Sanches; pela superintendente de Relações Internacionais da CNA, Lígia Dutra; pelo assessor técnico do DEPPS, Rafael Nascimento da Costa; e pelo especialista em Gestão de Projetos do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), Pedro Cavalcante. Como premiação participarão do Congresso Internacional de Lideranças Jovens do Agro, em outubro, em São Paulo, com foco no Agro 4.0.

“O CNA Jovem 2019 foi grandioso e enriquecedor para todos nós profissionais envolvidos no agro. Ser um dos integrantes do projeto vencedor de 2019 é uma satisfação muito grande. Estou muito feliz em poder contribuir sempre com o agro, mas o melhor dessa iniciativa é poder beneficiar o produtor rural, que terá os seus produtos reconhecidos pela sustentabilidade que é tão preconizada hoje em dia”. Segundo Juarez, a proposta do grupo vencedor é continuar o projeto para beneficiar os produtores que são assistidos pelo ATeG, diante da grandiosidade desse programa.

O CNA JOVEM

O CNA Jovem é realizado em várias etapas sobre iniciativa estratégica da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). A primeira delas, o curso a Distância de Liderança Empreendedora dão aos jovens a oportunidade de participar de um treinamento inovador, que trata das grandes questões da agropecuária mundial e brasileira e conhecimentos sobre o Sistema, e pontua os desafios à espera de lideranças capazes de enfrentá-los.

A Etapa Estadual, que é presencial, tem como meta engajar jovens na resolução de desafios do agro no Estado, por meio de plano de ação voltado para cenários e gargalos relacionados à agropecuária e questões com que se defronta o Setor no Estado. Os melhores planos, e os jovens com perfil de liderança de maior destaque, são selecionados para participar da Etapa Nacional.

Na fase nacional, o jovem intensifica a preparação para ocupar papéis de liderança, é estimulado a pensar e trabalhar com base nos grandes desafios do Brasil e do mundo, com inovação, e assim agrega um conjunto de ferramentas indispensáveis ao ofício de líder no mundo contemporâneo. Ao todo, 61 candidatos de 21 estados participaram da 3ª edição do CNA Jovem.

Fonte: Assessoria de Comunicação Senar Minas – Regional Passos (Por Denise Bueno)/CCCMG

Related posts

Mars lança nova estratégia de sustentabilidade para o cacau

Assinado convênio que garante mudas de café clonal para produtores de Primavera de Rondônia (RO)

Revista Attalea Agronegócios

Grupo Vittia cresce 23% em um ano e estabelece-se entre as 1000 Maiores Empresas do Brasil

Revista Attalea Agronegócios

Deixe um comentário