Powered by Rock Convert
Revista Attalea Agronegócios
Cafés Especiais

Manhumirim (MG) realiza com sucesso a Noite dos Cafés Especiais

Manhumirim (MG) promoveu no dia 15 de março um evento de valorização da cafeicultura: a Noite dos Cafés Especiais. A ação foi na praça Padre Júlio Maria, no espaço do Mercado Coisas da Terra.

Segundo o Secretário de Indústria e Comércio, Eleci Teles, o evento teve o objetivo de incentivar a cultura cafeeira, dando valor aos cafés especiais produzidos em Manhumirim e na região “Acredito que atingimos o objetivo. O evento serviu para incentivar e atrair consumidores e divulgar esses cafés que estão se destacando em sabor e aroma. Os cafés especiais possuem maior valor agregado devido a todo o processo de colheita que é totalmente selecionado e colhido manualmente, no processo artesanal”.

Vários produtores estiveram expondo suas marcas e histórias de cafés especiais. A ideia é fazer o evento mais vezes ao longo do ano. “Trouxe turistas, pessoas de outras cidades e gerou um intercâmbio interessante. Mostrou que temos cafés de qualidade produzidos em Manhumirim e que precisam dessa vitrine”, destacou o secretário.

O presidente da Associação Comercial de Manhumirim, Pedro Oscar Benfica, também elogiou a iniciativa. “É um evento interessante para o setor cafeeiro, mas também para a economia em geral. Faz uma diferença também para o turismo, criando um atrativo a mais para o mercado Coisas da Terra e para a nossa cidade”.

O cafeicultor Ari de Oliveira é um dos pioneiros no município de Manhumirim (MG) no trabalho com cafés especiais. Ele levou sua marca – Minas Speciale – que é uma seleção de café com notas 85 acima.

“Esse evento é muito importante, pois esse mundo do café especial ainda é muito recente. Um encontro como esse vem mostrar para o nosso povo o que é um café de qualidade. De modo geral, o brasileiro toma café de péssima qualidade. Muitos cafés de supermercado são formados por muitas misturas e até impureza. A maioria não conhece um café especial, com qualidade superior. Quando você trabalha com um café especial, você está lidando diretamente com o produtor, com aquilo que é feito com todo carinho com a família. É um café artesanal. E o nosso café, além de tudo isso, tem o selo de origem das Matas de Minas que atesta a qualidade dele. É um café único”.

O representante da Emater, Rodrigo, considera que a Noite dos Cafés Especiais integra um conjunto de trabalhos feitos com os produtores, como a participação dos cafeicultores na Feira do Comércio e o Concurso Municipal de Qualidade de Café. “É uma satisfação enorme ver esse evento em Manhumirim. A Emater acompanha todo o tempo e aqui vemos o resultado do trabalho do dia a dia do produtor.  Nós trabalhamos com esse apoio para que consigam produtividade e qualidade para o seu produto. Esse evento veio premiar isso tudo”.

FONTE: Portal Caparaó

Related posts

[André Luis Cunha] – Mercado Interno: Café & Cultura

Revista Attalea Agronegócios

[Marcio Luis Palma Resende] – O Caminho da Excelência

Revista Attalea Agronegócios

Cup Of Excellence 2018 comprova que Bahia produz melhores cafés do mundo

Revista Attalea Agronegócios

Deixe um comentário