Powered by Rock Convert
Revista Attalea Agronegócios
Image default
Bovinos de Leite

Levitare processa 30 mil litros de leite de búfala por dia no Vale do Ribeira

Empresa conta com pequenos e médios produtores da região para oferecer ao mercado produtos feitos com leite 100% de búfala

A transparência com os clientes e o compromisso em oferecer produtos de alta qualidade são dois fundamentos que norteiam as iniciativas da Levitare, marca especialista em laticínios de búfala no País. Por isso, a empresa busca seguir todas as regulamentações do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), o que comprova que a Mozzarella de Búfala da marca é feita com leite 100% de búfala.

“Há fabricantes no mercado que também utilizam leite de vaca na sua produção e, nem sempre, isso fica claro para o consumidor final. Na Levitare, nós temos o compromisso de produzir a Mozzarella de Búfala com os mesmos padrões da Itália, ou seja, feito apenas com leite de búfala”, afirma Denise Nakid, Presidente da Levitare.

Atualmente, o rebanho de búfalos no Brasil é estimado em até 1,8 milhão de animais espalhados por todas as regiões, especialmente o Norte do País, que responde por cerca de 70% do plantel. A Associação Brasileira de Criadores de Búfalos (ABCB) estima haver 16 mil fazendas brasileiras. São gerados cerca de 80 mil empregos diretos pela atividade. Apesar de ter rebanho de pouco mais de 100 mil cabeças (8º no ranking nacional), o Estado de São Paulo lidera em produção de leite de búfala, representando cerca de 25% do total, seguido pelo Pará, Minas Gerais e Amazonas. Juntos, esses quatro estados respondem por mais de 70% da produção de leite.

Segundo dados da ABCB, o valor da produção de derivados de lácteos de búfala no varejo atingiu R$ 666 milhões em 2016. “Somos uma empresa familiar, mas alcançamos resultados além do esperado. Nossos clientes aprovam o sabor diferenciado da mozzarella de búfala Levitare”, aponta Nakid. Ainda segundo a ABCB, o mercado de leite de búfala processou 100 milhões de litros em 2016, enquanto a Levitare processou 6,2 milhões de litros, o que corresponde a 25% do total processado no estado de São Paulo (25 milhões de litros).

“Possuímos um rebanho de 300 animais, mas nossa produção diária conta com entregas de mais de 180 produtores do Vale do Ribeira, os quais seguem a nossa política de qualidade única viabilizada pelo Programa Pró-Búfala, que remunera de acordo com a qualidade do leite”, explica Nakid. “Nosso laticínio passou por um processo de expansão que irá dobrar o volume de leite de búfala processado por dia. Nossos produtos são distribuídos em todas as regiões do País e estamos chegando a mais cidades brasileiras a cada dia.”

A marca oferece mais de 40 opções de produtos lácteos bubalinos em seu portfólio e busca, cada vez mais, transformar as refeições em uma experiência incrível.

Conheça os produtos no site: www.levitare.com

Sobre a Levitare

Levitare é uma das principais marcas de laticínios de búfala do País. Fundada em 2000, a empresa tem o propósito de oferecer uma gama completa de produtos fabricados com leite 100% de búfala. A produção segue técnicas italianas e utiliza os mais modernos equipamentos do mercado. O leite usado na fabricação é selecionado a partir de rígidos critérios previstos pelo programa exclusivo “Pró-Búfala”, que remunera os produtores de acordo com a qualidade do leite entregue. A Levitare se destaca pela qualidade e pelo pioneirismo, sendo a primeira marca nacional a lançar o requeijão cremoso, em 2008, e a linha Zero Lactose de queijo de búfala, em 2016. Hoje, os produtos Levitare podem ser encontrados nas principais redes de supermercado nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Rio Grande do Sul, Amazonas, entre outros.

Fonte: Bruna Guimarães – PLANIN ASSESSORIA DE IMPRENSA

levitare@planin.com

Related posts

Leite: Instruções Normativas nº 76 e 77 entram em vigor em maio

Cresce em 23% a comercialização do Seguro Pecuário no Brasil

Suplementação nutricional dos animais é solução para alavancar produtividade

Revista Attalea Agronegócios

Deixe um comentário