Bovinos de LeiteEVENTOS - DESTAQUESNOTÍCIAS

Clone da “Bandeira” é premiada em Torneio Leiteiro em Passos (MG)

O primeiro clone de Gir Leiteiro torna-se também campeã de torneio leiteiro com média de 63.263kg leite.

A vaca “Bandeira”, através de seu clone, retorna a exposição de Passos (SP), onde tudo começou. O ano era 2012 e “Bandeira” (uma ilustre desconhecida) conquistou o Campeonato Fêmea Jovem. Era o primeiro passo para entrar pra história da raça Gir Leiteiro: a única tri-recordista.

Agora, em 2024, mais uma vez a “Bandeira” deixa sua marca em Passos (MG). Novamente conquista o Campeonato Fêmea Jovem, o Melhor Úbere e, por muito pouco não bate o recorde Fêmea Jovem, produzindo a média de 63.263 kg leite.

“Nossos agradecimentos aos parceiros e especialmente a todos os profissionais que unidos conquistamos este feito inédito: o primeiro clone Gir Leiteiro campeã de Torneio Leiteiro”, afirmou a criadora Mila Carvalho Campos (Fazenda Recreio) em sua Rede Social.

EXPASS AGRO 2024 E O CLONE BANDEIRA

Na 19ª Exposição Especializada do Gir Leiteiro em Passos (MG), o desempenho da Fêmea Jovem “Bandeira” chamou a atenção de criadores da Bolívia, Colômbia, Equador, Argentina e Venezuela, que acompanharam por grupos de WhatsApp as ordenhas. O final da competição foi realizado na tarde desta sexta-feira (28 de junho).

O animal pertence ao condomínio de Miller Cresta e Maria Tereza Lemos Costa Calil, criadores reconhecidos da raça. Além da quase quebra de recorde mundial, os criadores quebraram outros paradigmas ao levar um animal clonado para a competição.

“O animal original também foi recordista em torneios e a nossa preocupação era que o clone não tivesse o mesmo desempenho, o que não ocorreu. A Bandeira mostrou toda a força da genética do animal original e como é um animal jovem tem ainda muito desempenho pela frente”, disse Maria Tereza.

Miller, que se consagrou bicampeão no Torneio de Passos, ressaltou a declaração de Maria Tereza e disse que eles não têm conhecimento da participação de animais clonados em eventos, o que seria mais uma quebra de paradigmas da raça.

Conforme dados da Associação dos Criadores de Gir Leiteiro (ABCGIL), com a produção obtida em Passos (MG), “Bandeira” tem a segunda maior produção mundial na sua categoria.

A genética do animal já é valorizada nos seus filhos. Um embrião doado pelos criadores para o Hospital do Câncer de Passos foi leiloado por R$ 66 mil. A bezerra nascida em dezembro de 2023 já teve oferta de R$ 100 mil, mas continua com o criador do Espírito Santo.

Na competição, além da Bandeira na categoria Fêmea Jovem, também foram campeãs: Barbara FIV Lisa, categoria Vaca Jovem, propriedade de José Ricardo Fiuza Horta, que produziu na competição 187.280 kg. E, na categoria Vaca Adulta, Mel FIV, propriedade do produtor José Ricardo Fiuza Horta que produziu 204.880 kg e foi a Grande Campeã do Torneio.

A BANDEIRA, ÚNICA TRI RECORDISTA MUNDIAL

Até hoje, a vaca “Bandeira” (JAGUAR TE DO GAVIAO X AZALEIA), da criadora Maria Tereza Lemos Costa Calil (Fazenda Paraíso – Franca/SP) é considerada a única Recordista Mundial ao mesmo tempo, em duas, das três categorias existentes na raça Gir Leiteiro : VACA JOVEM duas vezes (Goiânia/GO – 56,567 kg/dia) e (Avaré/SP – 63,200 kg/dia) e VACA ADULTA (Franca/SP).

Em 2015, durante 9º Torneio Leiteiro da EXPOAGRO – Exposição Agropecuária de Franca (SP) , produziu 77,566 Kg de leite de média, com pico de 85,160 kg/dia = maior pesagem de uma zebuína até hoje. Tudo isso em apenas cinco anos.

Além de tudo, suas filhas vêm se destacando nos mais criteriosos planteis, sendo campeãs e recordistas!

HAMLET FIV TOL (Filho)
HAMELIA TOL (Filha)
LENITA FIV TOL (Filha)
LANCELOT FIV TOL (Filho)
LINDA FIV TOL (Filha)
KATHARINA FIV TOL (Filha)
KORINGA FIV TOL (Filho)
JONAS TOL (Filho)
KARLA FIV TOL (Filha)
NIELSI TOL (Filha)
NANY FIV TOL (Filha)
NAJLA FIV TOL (Filha)
NACIONALISTA FIV TOL (Filha)
NAPOLEAOBONAPARTE FIV TOL (Filho)
OREANA FIV TOL (Filha)

A vaca “Bandeira” (Registro: CTAC 20 – Nascimento: 19/11/2009)
Imagem colorizada da vaca “Bandeira”, com as netas e netos da criadora Maria Tereza Costa Calil (Tóla), da Fazenda Paraíso (Franca/SP)

Related posts

[Nelmara Arbex e Felipe Salgado] – “A credibilidade dos créditos de carbono em xeque”

Mario

GIMA: Importante região produtora de café do Brasil realiza Projeto Social para celebrar história dos 100 anos do Rádio no país

Mario

Em evento on-line, ABIC premia vencedores do 17º Concurso Nacional de Qualidade do Café Origens do Brasil – Safra 2020

Mario

Deixe um Comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais