fbpx
Revista Attalea Agronegócios
Cafés Especiais EVENTOS - DESTAQUES NOTÍCIAS

Cafeicultor de Espera Feliz (MG) vence o 18º Concurso de Qualidade dos Cafés de MG

O cafeicultor Diogo Ferreira Amorim, do município de Espera Feliz (MG), na região cafeeira conhecida como Matas de Minas, é campeão estadual do 18° Concurso de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais. O anúncio foi feito durante a solenidade on-line de encerramento, realizada nesta sexta-feira (10/12), no canal da Emater no Youtube. 

Assista abaixo a live de premiação:

Na cerimônia, também foram conhecidos os primeiros colocados de cada região produtora de café (Sul de Minas, Matas de Minas, Cerrado e Chapada de Minas), nas duas categorias do concurso: Café Natural e Café Cereja Descascado/Desmucilado ou Despolpado. “Esse concurso traz um grande ânimo para a gente. É muito bonito ver o esforço do produtor de buscar a cada ano fazer um café de mais qualidade. E quando o produtor consegue se destacar, ter uma maior pontuação, ele muda de patamar, agregando mais valor a produção”, disse a secretaria de Estado de Agricultura, Ana Maria Valentini, durante a premiação.

Já o governador Romeu Zema enviou um vídeo parabenizando não só os vencedores da premiação, como também os extensionistas da Emater-MG. “Todos os classificados tiveram ótimas notas e estão de parabéns. Mas todos os cafeicultores mineiros são merecedores de aplauso pelos cafés diferenciados e internacionalmente reconhecidos. Deixo ainda meus parabéns aos extensionistas da Emater-MG, que não medem esforços para promover o desenvolvimento sustentável e a melhoria da qualidade de vida dos produtores”, salientou Zema.

Diogo Ferreira Amorim, cafeicultor de Espera Feliz (MG), vencedor do
18º Concurso de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais.

Ganhadores

Diogo Amorim atingiu a maior nota do concurso. O café produzido por ele obteve 92,50 pontos (de um total de 100), na metodologia da Associação de Cafés Especiais (SCA). Ele foi o primeiro colocado na região Matas de Minas, na categoria Café Natural. “Essa vitória é uma experiência muito boa e espero que seja a primeira de muitas conquistas”, disse timidamente o grande campeão.

Ainda na região das Matas de Minas, o produtor Ademir Abreu Lacerda, também de Espera Feliz (MG), foi o primeiro colocado na categoria Café Cereja Descascado/Desmucilado ou Despolpado. A produtora Patrícia Roza Emerick ficou com o prêmio “Mulher Destaque” por ser a cafeicultora a atingir a melhor pontuação (90,125 pontos) entre as mulheres participantes. Ela produz café no município do Alto Jequitibá (MG).

Com a filha, a cafeicultora Patrícia Emerick, de Alto Jequitibá (MG), ganhadora do prêmio “Mulher Destaque”

A liderança da região Cerrado Mineiro ficou com Edu Leandro Melo, de Pratinha, na categoria Café Natural, e Ricardo Souza Guimarães, da Serra do Salitre, na categoria Café Cereja Descascado/Desmucilado ou Despolpado. No Sul de Minas, quem figurou nos primeiros lugares foram Pedro Ferreira Rezende Brás, de Vargem Bonita, na categoria Natural, e Flávio Roberto Carvalho Ferraz, de Dom Viçoso, na categoria Cereja Descascado. Já a região da Chapada de Minas teve como campeões a Ecoagricola Café Ltda, de Francisco Dumont, na categoria Natural, e Rodrigo Montesanto Pereira Leite, de Minas Novas, na categoria Café Cereja Descascado/Desmucilado ou Despolpado.

Concurso

Neste ano, o Concurso Estadual de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais recebeu a inscrição de 1.557 amostras, a maior parte pertencentes a agricultores familiares. Os cafés foram avaliados por especialistas em cafés especiais, de acordo com a metodologia da Associação de Cafés Especiais (SCA). Todos os finalistas receberam nota acima de 84 pontos. “Existe o jargão que o importante é competir, mas no caso desse concurso essa afirmação cabe mais ainda. Todos os que participam tem retorno de um especialista, um feedback técnico que vai ser um parâmetro para que o produtor possa melhorar a qualidade do seu café e um dia também vencer”, afirmou o diretor-presidente da Emater-MG, Otávio Maia.

A rede de supermercados Verdemar irá adquirir os cafés com a melhor pontuação no concurso por valores acima das cotações do mercado. “A gente está criando uma cultura, ensinando as pessoas a beberem um café de qualidade e participar dessa iniciativa me dá um grande orgulho ”, explica o diretor comercial do Verdemar, Alexandre Poni.

“Esse trabalho que a Emater está fazendo de estimular o cafeicultor a desenvolver a qualidade vai se refletir em mais divisas para o estado e melhorar a vida do produtor”, acrescentou o diretor executivo do Sicoob Central Crediminas, Elcio Rocha Justino.

O Concurso de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais é promovido pelo Governo de Minas Gerais, por meio da Emater-MG e Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa), em parceria com a Universidade Federal de Lavras (Ufla), o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas e a Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão (Faepe). A competição conta com patrocínio da Codemge, Sicoob, Verdemar e Conselho Nacional do Café (CNC).

Para conferir a lista com os vencedores, clique AQUI

Vencedores do 18º Concurso de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais

GRANDE CAMPEÃO ESTADUAL – Diogo Ferreira Amorim (Espera Feliz)

MULHER DESTAQUE – Patricia Roza Emerick (Alto Jequitibá)

CATEGORIA NATURAL

CERRADO MINEIRO

1º lugar – Edu Leandro Melo (Pratinha)

2º lugar – José Adilson Candido Correa (Araxá)

3º lugar – Osmar Pereira Nunes Junior (Patrocinio)

CHAPADAS DE MINAS

1º lugar – Ecoagricola Café Ltda (Francisco Dumont)

MATAS DE MINAS

1º lugar – Diogo Ferreira Amorim (Espera Feliz)

2º lugar – Afonso Donizete Abreu de Lacerda (Espera Feliz)

3º lugar – Patrícia Roza Emerick (Alto Jequitibá)

SUL DE MINAS

1º lugar – Pedro Ferreira Rezende (Vargem Bonita)

2º lugar – Luciene Aparecida Santos Mota (Pedralva)

3º lugar – Letícia Moreira Teixeira Santos (Muzambinho)

CATEGORIA CEREJA DESCASCADO

CERRADO MINEIRO

1º lugar – Ricardo Souza Guimarães (Serra do Salitre)

2º lugar – Luciana Alves Leandro Melo Campos Altos

3º lugar – Haroldo Barcelos Veloso Carmo do Paranaíba

CHAPADAS DE MINAS

1º lugar – Rodrigo Montesanto Pereira Leite (Minas Novas)

2º lugar – Ildeu Geraldo Caldeira (Capelinha)

3º lugar – Fazenda Sequoia Minas Ltda. / Rodrigo Crimaudo Mendes (Angelândia)

MATAS DE MINAS

1º lugar – Ademir Abreu Lacerda (Espera Feliz)

2º lugar – Valdinei Rezende Leles (Araponga)

3º lugar – Ercilei Jose de Oliveira (Manhuaçu)

SUL DE MINAS

1º lugar – Flávio Roberto Carvalho Ferraz (Dom Viçoso)

2º lugar – Carmem Lucia Chaves de Brito (Três Pontas)

3º lugar – Joaquim Adolfo Pinto Noronha (Dom Viçoso)

FONTE: Flávia Freitas – Emater-MG
Tel.: (31) 3349-8024 / 8096 – E-mail: flaviasouza@emater.mg.gov.br

Related posts

A cadeia do leite em discussão no Interleite Brasil, em Uberlândia (MG).

Região da Alta Mogiana: Família Leonel vence 18º Concurso ABIC de Qualidade de Café

Revista Attalea Agronegócios

24ª FENICAFÉ começa nesta terça em Araguari (MG)

Deixe um comentário