CaféEVENTOS - DESTAQUES

Em novo formato, 2ª ALTA CAFÉ supera expectativas e negócios chegam a R$ 173 milhões

O Sindicato Rural de Franca e a AEAGRO (Associação dos Empreendedores do Agronegócios de Franca e Região) definiram como positivo o balanço da 2ª ALTA CAFÉ – Feira de Negócios e Tecnologia da Alta Mogiana. Em coletiva de imprensa realizada na tarde desta terça-feira, 29 de março, a feira, realizada de 22 a 25 de março, no Clube de Campo de Franca, município de Restinga (SP), recebeu um total de 9,7 mil visitantes e alcançou mais de R$ 173,4 milhões em negócios. O volume financeiro é resultado dos contratos efetivados durante a feira e dos contratos prospectados para os próximos meses.

Após dois anos da primeira edição, a ALTA CAFÉ retornou em um novo local, com uma área de 45 mil metros quadrados e surpreendeu pela estrutura apresentada. Marcaram presença 87 expositores e 165 marcas relacionadas ao agronegócio, de modo especial à cafeicultura.

Os diretores da AEAGRO: José Augusto Freixes (vice-presidente), Guilherme Pessoa (representante da CASE IH), Antônio Silva (representante da NEW HOLLAND), Bruna Tugilio (representante da JOHN DEERE), José Henrique Mendonça (presidente da AEAGRO e presidente do Sindicato Rural de Franca), Sami El Jurdi (representante da AGRITECH e representante da YANMAR-SOLIS), Danilo Pereira Lima (representante da LANDINI), Fernando Machado (representante da MASSEY FERGUSON) e Francinaldo Alves (representante da LS TRACTOR). (Créditos: WILKER MAIA)

Durante os quatro dias de evento, cafeicultores e empresários de 182 municípios de nove Estados brasileiros (São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Goiás, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso) puderam ter acesso às máquinas, implementos, equipamentos, peças, insumos agrícolas, práticas sustentáveis e inovações para o Agronegócio Café. Houve também o registro de seis visitantes estrangeiros, provenientes da China, Japão e de Portugal, além da presença de autoridades.

O primeiro “corredor das máquinas” (Créditos: WILKER MAIA)

Com oito instituições financeiras presentes (Banco do Brasil, Caixa, Bradesco, Sicredi, Sicoob Cred-Acif, Sicoob Credicocapec, Sicoob Credimogiana, Sicoob Credicitrus e Blue 3 / XP Investimentos), a feira foi palco para o lançamento de uma linha de crédito exclusiva de custeio antecipado para a cafeicultura na safra 2022/2023 e outros seis lançamentos de máquinas, drones, implementos e fertilizantes.

O estande da Casa das Sementes. (Créditos: WILKER MAIA)

A 2ª ALTA CAFÉ contou ainda com palestras técnicas, a participação de 15 marcas de cafés especiais, lanchonete e restaurante.  “A feira movimentou não só o agronegócio na Alta Mogiana, mas também outros setores da economia na região. Os organizadores estão satisfeitos e a edição de 2023 já começou a ser formatada e acontecerá na segunda quinzena de março”, adiantou o presidente da ALTA CAFÉ, José Henrique Mendonça. (FONTE: Marco Felippe – Casa da Comunicação)

O primeiro “corredor das máquinas” (Créditos: WILKER MAIA)
Palestra do Engº Agrº Godofredo Vitti. (Créditos: WILKER MAIA)
O segundo “corredor das máquinas” (Créditos: WILKER MAIA)

Related posts

ExpoZebu 2021 será realizada totalmente no formato virtual

Mario

Otimismo cresce com a aproximação da FEMEC 2019

Mario

Evento da EMBRAPA discute tecnologias para produção de milho orgânico

Mario

Deixe um Comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais