fbpx
Revista Attalea Agronegócios
Bovinos de Corte NOTÍCIAS

Bovaer®: Fazenda inteligente e não prejudicial ao clima

À medida que a população e os níveis de renda crescem, aumenta a demanda pelos recursos do planeta. É por isso que adaptar-se a formas mais sustentáveis é uma responsabilidade de todos. Porém, para que as futuras gerações desfrutem dos alimentos que conhecemos e amamos, precisamos promover maneiras de produção inteligentes e não prejudiciais ao clima.

Seja na agricultura, na pecuária de corte e também na pecuária leiteira, é importante que sejam produzidos alimentos nutritivos, cheios de proteínas, micronutrientes e ácidos graxos de alta qualidade, essenciais para atender as necessidades diárias dos adultos, bem como para o crescimento das crianças. Mas, enquanto garantem alimento para mais de um bilhão de pessoas em todo o mundo, a pecuária gera metano, um gás de efeito estufa prejudicial ao nosso planeta. 

Ao ajudar a reduzir o impacto do metano na criação de gado, a gigante holandesa DSM ajuda a resolver um grande desafio global de sustentabilidade: fornecer aos consumidores proteína animal suficiente de uma maneira que respeite as fazendas e seja favorável ao clima.

A intensa colaboração entre cientistas e especialistas em nutrição, biologia, química, engenharia e análises, em todo o mundo, fez do Bovaer® uma realidade. Essa empreitada, conhecida como Project Clean Cow, foi realizada ao longo de dez anos e contemplou mais de 30 testes em fazendas e mais de 25 estudos revisados e publicados em revistas científicas independentes.

O Bovaer® é, até o momento, a solução mais estudada e cientificamente comprovada para o desafio do metano produzido por animais. Nenhum impacto negativo foi identificado sobre o bem-estar animal, o consumo de alimentos ou seu desempenho. Depois de inibir a produção de metano no estômago, o Bovaer® é transformado em compostos naturais e eliminado pelo processo digestivo da vaca, reduzindo suas emissões de metano.

O Brasil foi o primeiro país a autorizar o uso do Bovaer, um suplemento nutricional animal que promete reduzir em em até 90% as emissões de gases de efeito-estufa na pecuária. 

Bovaer® é um aditivo para ração de vacas e de outros ruminantes, como ovelhas e cabras, pesquisado e desenvolvido ao longo de dez anos pela DSM. Apenas um quarto de colher de chá de Bovaer® ao dia suprime a enzima que ativa a produção de metano no estômago da vaca e reduz a emissão entérica do gás em aproximadamente 30%. O efeito é instantâneo, e o produto é decomposto com segurança no sistema digestivo do animal, contribuindo para uma redução imediata da pegada ambiental de carne, leite e produtos lácteos. Se o uso do aditivo for interrompido, a produção total de metano é retomada e não há efeitos duradouros no organismo. 

Como ferramenta para combater as mudanças climáticas, esse produto tem o poder de gerar ganhos rápidos para o planeta. O efeito do aquecimento do metano, apesar de ser mais potente que o carbono, dura menos tempo. Portanto, eliminá-lo traz um retorno imediato.

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento concedeu a autorização ao uso do Bovaer® no Brasil aconteceu no final do mês de agosto e estará disponível aos pecuaristas a partir de janeiro de 2022. Posteriormente, em setembro, também o Chile aprovou o uso do produto.

Uma questão importante que precisa ser avaliado é que, os pecuaristas que utilizarem do produto, não poderão exportar a carne para países que ainda não tenham autorização.

O Brasil é um mercado importante para a DSM. Do faturamento global de cerca de 10 bilhões de euros, cerca de 1 bilhão vem das operações na América Latina, na qual o Brasil é responsável por cerca de 60-70%.

Related posts

Secretaria de Agricultura de SP nega fechamento de Casas da Agricultura

Revista Attalea Agronegócios

A importância do sell-in e sell-out no agro

Revista Attalea Agronegócios

Pesquisadora da APTA dá dicas para quem quer montar um jardim de PANC em casa

Deixe um comentário