Powered by Rock Convert
Revista Attalea Agronegócios
Bancos e Crédito Rural NOTÍCIAS

BB Seguros lança Seguro Faturamento para Milho Safrinha

Modalidade restitui entre 65 a 80% do faturamento esperado em situações de redução de produtividade e/ou redução do preço da commodity.

A Brasilseg, empresa da BB Seguros, está estendendo a atuação do produto BB Seguro Agrícola nesta safra 18/19 para a cultura do milho safrinha. Lançado inicialmente em 2011 para soja, milho primeira safra e café, o produto garante restituição de 65% a 80% do faturamento esperado, comprometidos por eventos da natureza ou queda de preços da safra.

Segundo, Paulo Hora, superintendente de seguros rurais da Brasilseg, em estados como Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, os contratos de seguro contratados na modalidade faturamento para soja já representam mais de 65% de todos os seguros agrícolas da empresa.

“O seguro para soja foi criado a partir das demandas do setor produtivo, principalmente pela exposição que o agricultor tem, não só ao risco climático sobre a produção, mas a variação do câmbio e do preço das commodities. Essas são variáveis que ele não controlara e, somadas, afetam significativamente seu faturamento. Agora, para o milho segunda safra, também estamos inovando e trazendo maior proteção, com foco no faturamento do produtor para essa cultura tão importante no conjunto grãos no Brasil”, explica.

O milho é uma das principais culturas do país e a sua produção está dividida em duas etapas: a primeira safra, ou de verão e a segunda safra, também conhecida como safrinha. O plantio da safra de verão acontece de agosto a dezembro com a colheita prevista para os meses de novembro a março. Já na safrinha, o plantio é realizado após a colheita da soja, no período de janeiro a março e colhido entre abril e junho. Nessa época há riscos de quebra devido à seca e geadas, que podem afetar a produtividade da lavoura.

Segundo o executivo, no último ciclo agrícola a segunda safra de milho produziu aproximadamente 73 milhões de toneladas, já consolidada como a principal safra da cultura. Porém, apesar dos avanços tecnológicos, a produção de milho safrinha ainda possui riscos por sua fisiologia e épocas de plantio com alta exposição aos fatores climáticos e de mercado. “O produto vem em boa hora para que o produtor possa entrar na safra de inverno com seu faturamento garantido por uma apólice de seguro”, complementa Paulo Hora.

Criado, principalmente, para os pequenos e médios produtores, que precisam de uma ferramenta de mitigação de risco, o produto oferece ao agricultor a oportunidade de segurar sua produção garantindo sua receita, com custo reduzido, por meio do programa de subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSR), auxílio financeiro do governo federal, conforme a disponibilidade de recursos. Clientes do Banco do Brasil podem procurar sua agencia de relacionamento para obter mais informações sobre o produto.

 

FONTE: Patricia Polo — CDN COMUNICAÇÃO
patricia.polo@cdn.com.br

Related posts

No Paraná, Tereza Cristina afirma que seguro rural deverá ser ampliado

Revista Attalea Agronegócios

Pesquisa retrata principais polos de criação de tilápia do Brasil

Revista Attalea Agronegócios

Aprovada proposta que busca facilitar a emissão de títulos de crédito no setor agropecuário

Deixe um comentário