fbpx
Revista Attalea Agronegócios
Bovinos de Corte

ABA: Venda de sêmen Angus cresce 28% no Brasil

As vendas de sêmen Angus no Brasil fecharam 2018 em total de 4.944.288 doses, alta de 28,3% em relação ao comercializado em 2017, quando a raça respondeu por 3.853.398 unidades. Os dados foram apurados pela Associação Brasileira de Inseminação Artificial (Asbia) e divulgados nesta terça-feira (26/3) pelo gerente de fomento da Associação Brasileira de Angus, Mateus Pivato, durante apresentação sobre a pecuária brasileira no Secretariado Mundial de Angus, em Punta del Este, Uruguai.

A expansão registrada na Angus supera o desempenho do mercado nacional de sêmen para pecuária de corte, que registrou crescimento de 19,2% e atingiu a marca de 9,62 milhões de doses comercializadas entre todas as raças. Sozinha, a Angus responde por 51% de todo esse volume. “Os números confirmam que a Angus vem puxando a expansão do uso de sêmen de alta qualidade nos rebanhos brasileiros. E, mais que isso, vem agregando qualidade ao gado e à carne que produzimos”, pontuou.

Em sua explanação, realizada durante fórum internacional que contou com a presença de mais de 20 países, Pivato ainda apresentou o novo projeto de genômica que será implementado no Brasil em 2019. “Nossa ideia é ter 2 mil animais genotipados este ano para começar a utilização da genômica no Brasil e, com isso, aproveitar de forma mais eficiente todo o potencial de nossos reprodutores”. No médio prazo, acrescentou ele, a genômica será utilizada para a seleção de características de difícil mensuração, como a resistência ao carrapato e a eficiência alimentar.

Venda de sêmen Angus cresce 28% no Brasil. (Créditos: Carolina Jardine)

Reunido com dirigentes internacionais, o presidente Nivaldo Dzyekanski acompanhou os debates sobre a expansão da Angus ao redor do mundo. Para ele, os investimentos em genética trazem reflexo direto na mesa dos consumidores e na qualidade da carne e trabalhar junto aos países que também se dedicam à raça é salutar a todos.

“A Associação Brasileira de Angus é uma organização comprometida com a qualidade da pecuária brasileira, mas, acima de tudo, com a qualidade do alimento que chega à mesa do consumidor”, frisou o dirigente que reuniu-se com membros da Confederação Latinoamericana de Países Produtores de Angus (Colappa).

A comitiva da Angus no Secretariado Mundial de Angus contou com o corpo técnico e diretivo, além de representação do SENAR.

Fonte: ABA – Associação Brasileira de Angus

Related posts

Segunda etapa do Simpósio DSM de Confinamento mostrará tecnologias em nutrição animal e perspectivas para confinamento

Revista Attalea Agronegócios

Vírus identificados recentemente na China infectam carrapatos bovinos no Brasil

Pinhalense entra no mercado do tratamento industrial de sementes

Revista Attalea Agronegócios

Deixe um comentário