fbpx
Revista Attalea Agronegócios
NOTÍCIAS

Mulheres conquistam papel de destaque no campo e na indústria

A participação das mulheres nos negócios e na renda das famílias é cada vez mais expressiva, e no setor agroindustrial não é diferente. As trabalhadoras têm se destacado em diferentes etapas do processo produtivo – apenas nos últimos 15 anos, cerca de um milhão de mulheres ingressaram em atividades rurais, segundo dados mais recentes do IBGE. A valorização deste público feminino tem sido uma prática que só cresce em indústrias que atuam nesse ramo, como a BAT Brasil (ex-Souza Cruz), que incentiva e capacita suas colaboradoras e parceiras, garantindo equidade salarial em relação aos homens e a ocupação de posições antes tradicionalmente masculinas.

A colaboradora Katiéli Calheiro, operadora de empilhadeira da usina de Santa Cruz do Sul, no Rio Grande do Sul, é um exemplo de diversidade de gênero da BAT Brasil. Katiéli iniciou suas atividades na empresa em 2004, e logo demonstrou interesse pela função que, até aquele momento, se mostrava majoritariamente masculina. No ano seguinte, participou do curso de Operadora de Empilhadeira, oferecido pela empresa, e passou a se destacar na atividade. Ao todo, são 14 anos trabalhando com o equipamento na empresa, função que exerce com habilidade e resultados expressivos.

Berço de importantes talentos para o mercado global, a BAT Brasil também investiu diretamente no crescimento da atual Gerente de Supply Chain e Operações de Tabaco, Érika Glória. A então trainee da área, ingressou na empresa em 2010 e tem uma carreira de sucesso. Ao longo destes 11 anos, na BAT Brasil, Érika se destacou ocupando diversas funções, de Produção Agrícola a Exportação, atuando local e globalmente, no Brasil e no Exterior. Agora, depois de dois anos e meio como responsável por toda a cadeia de suprimento de tabaco da multinacional no Brasil, se prepara para assumir a cadeira de diretora de Tabaco no Quênia, em abril.

“Desde que entrei na companhia tive oportunidade de transformar, aprender e trabalhar com equipes fantásticas. Na BAT Brasil, temos oportunidades de desenvolvimento e entrega desde o primeiro dia, independentemente do gênero. Tive a chance de passar por diversas funções e aprofundar meu conhecimento em tabaco, liderança e no negócio, experiências que certamente impulsionaram meu crescimento”, afirma.

Investimento nas mulheres do campo

Além das iniciativas internas, a BAT Brasil participa ativamente de ações de empoderamento e desenvolvimento de mulheres em várias áreas do meio rural. Uma delas é o Programa Mulheres em Campo, desenvolvido nos três estados do Sul pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar). Somente a BAT Brasil realizou 136 edições, ao longo de 10 anos, capacitando 1.637 mulheres no desenvolvimento de competências de empreendedorismo e gestão, visando ao crescimento pessoal e da propriedade rural. Outra iniciativa é o “Nós por Elas – A voz feminina do campo”, programa coordenado pelo Instituto Crescer Legal, iniciativa do Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco (Sinditabaco), do qual a empresa é associada. O projeto incentiva jovens mulheres a debater e divulgar temas ligados à agricultura para as comunidades, em geral por meio de programas de rádio.

Os programas voltados às mulheres são exemplos de iniciativas que buscam valorizar o papel feminino no meio rural. Produtora de tabaco integrada à BAT Brasil, Gerusa Cabral é um exemplo de como as mulheres estão fazendo a diferença. Com apenas 24 anos e formada em Química, ela enxerga na produção de tabaco um negócio próspero e aplica seu conhecimento na gestão da propriedade, garantindo o foco na rentabilidade, nas ações de preservação do meio ambiente e na segurança.

Para a Gerente de Supply Chain e Operações de Tabaco da BAT Brasil, diversidade é um valor central da cultura e a estratégia da empresa. Ter uma cultura inclusiva, que provê oportunidades iguais enquanto acolhe as diferenças é fundamental para o sucesso da cadeia. Por isso, todo o grupo está comprometido em investir e desenvolver os talentos garantindo igualdade para todos.

A representatividade feminina, somada a políticas inclusivas, grupos de suporte e network, iniciativas de engajamento, conscientização e viabilização de oportunidades é fundamental para que as mulheres conquistem cada dia mais espaço no mercado de trabalho e em posições de liderança.

“Somos uma empresa totalmente comprometida em desenvolver nossos talentos femininos e abraçar a diversidade em todas as suas formas. Estamos fazendo progresso constante e continuaremos a evoluir para garantir a equidade de gêneros dentro e fora das nossas operações. Investimos cada dia mais no potencial feminino, através de um ambiente inclusivo para que as pessoas prosperem e possam realizar todo o seu potencial”, declara Érika Glória.

Gerente de Supply Chain e Operações de Tabaco da BAT Brasil, Érika Glória Créditos: acervo pessoal

Sobre a BAT Brasil

Empresa centenária no Brasil, a Souza Cruz passou por um grande acontecimento em 2020. O novo nome, BAT Brasil, reflete o processo global da companhia de unificar e fortalecer a marca do grupo British American Tobacco, do qual a empresa faz parte desde 1914. O novo nome também representa a força da empresa no mercado global. O tabaco produzido no Brasil é reconhecido pela sua qualidadee comercializado não apenas no país, como em diversos países ao redor do mundo, presente em um portfólio de marcas globais como Dunhill, Rothmans, Lucky Strike e Kent. A BAT Brasil está em linha com as transformações do Grupo BAT, priorizando a diversidade, sustentabilidade e a proximidade com o cliente, atendendo suas necessidades de consumo e inspirando a sociedade. No Brasil, estamos presentes em todos os estados, com cerca de 5 mil colaboradores diretos e 2 mil sazonais, indo de uma ponta da cadeia à outra – em uma parceria de mais de 100 anos com os produtores integrados, que plantam e colhem nossa matéria prima. Cada engrenagem desse sistema é movida por pessoas: o maior ativo da empresa. Esses talentos são responsáveis pelo nosso sucesso e, por isso, priorizamos o desenvolvimento de cada um deles. A maior prova disso é que há dez anos somos certificados pelo Instituto Top Employers como uma das melhores empregadoras do país.

FONTE: Nayana Arrudanayana.arruda@fsb.com.br

Related posts

Conselho Monetário Nacional (CMN) aprova medidas para o setor leiteiro

Revista Attalea Agronegócios

MAPA publica norma para peixe salgado e peixe salgado seco

Revista Attalea Agronegócios

ABCAR – Empresas de certificação agropecuária criam entidade representativa

Deixe um comentário