fbpx
Revista Attalea Agronegócios
Image default
Comércio Exterior

Siil Halal na Gulfood 2019, principal encontro da indústria alimentícia do mundo árabe.

Uma das mais importantes certificadoras Halal do Brasil, a Siil Halal, desembarcará na Gulfood 2019, principal encontro da indústria alimentícia do mundo árabe.

Com objetivo de estreitar laços com parceiros comerciais e prospectar novos negócios é que a Siil Halal, em mais um ano, confirma presença na Gulfood, evento que reuniu em 2017 mais de 98 mil visitantes de 193 países.

De acordo com o CEO da Siil Halal (Chapecó/SC), Chaiboun Darwiche, este é um evento muito importante no ramo alimentício que concentrará de 17 a 21 de fevereiro diversas empresas de diferentes partes do mundo. “O Brasil cada vez mais solidifica sua presença neste evento apresentando tendências e novas tecnologias. Somado a isso, vemos que inúmeras empresas nacionais voltam seus olhos para o consumidor árabe e países islâmicos, com isso a necessidade de uma assessoria profissional para acessar este crescente mercado”, alinha.

Os números são claros, conforme explica Darwiche. Dados da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec) e da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), ambas sediadas em São Paulo (SP), o mercado de carnes é um grande filão em Dubai (Emirados Árabes Unidos), as exportações de carnes bovina e frango para o mercado árabe, por exemplo, são expressivas.

“Quando voltamos os olhos para as exportações de carne bovina percebemos a importância do mercado árabe. Em 2018 foram exportadas 483,98 mil toneladas do produto nacional, 10,5% a mais comparado com o mesmo período do ano anterior, com embarques liderados por Egito, Irã e Arábia Saudita”, destaca Darwiche. Já a carne de frango, completa o executivo, foram embarcadas 1,43 milhão de toneladas. “São números expressivos que demonstram a importância do mercado árabe para o Brasil”, ressalta.

Além das carnes, outros produtos compõem a cesta brasileira para aquele mercado e requerem a certificação Halal. Bebidas, leite e derivados, óleos, café, grãos e cereais, entre outros estarão expostos em pavilhões dedicados para cada um destes segmentos durante a Gulfood.

A prova para esta afirmação, lembra o CEO da Siil Halal, foi durante a última edição do evento com a apresentação de bebidas à base de açaí, produtos que vêm conquistando a comunidade islâmica nos últimos três anos. “O sabor e qualidade dos produtos brasileiros atraem cada vez mais consumidores árabes e, por esta razão, contaremos com a nossa equipe no encontro”, completa.

Na ocasião, inclui Chaiboun, além da feira de negócios, a Siil Halal participará da 4ª edição da Global Halal Industry Platform, evento paralelo a Gulfood, que ocorrerá em 18 de fevereiro no Sofitel Dubai Downtown às 8h30. “É importante ressaltar que nesta edição a feira contará com mais 2.400 expositores com certificação Halal o que demonstra a importância de debater e explorar as inovações tecnológicas dentro desta indústria. Para nós, participar deste encontro, representa estarmos ainda mais atualizados para levarmos informações para nossos clientes”, afirma o CEO da Siil Halal.

Chaiboun Ibrahim Darwiche, CEO da Siil Halal.

Há mais de dez anos atualizada com as necessidades da alimentação para o mundo árabe, Darwiche salienta que a Siil Halal está capacitada para dar todo o suporte para empresas nacionais que queiram explorar todo o potencial de consumo islâmico.

“Vejo a Gulfood com otimismo dado o volume de empresas que estarão presentes interessadas pelo mercado árabe”, alinha. Ao todo, somado ao projeto governamental de promoção a exportação, a Gulfood contará com 90 empresas brasileiras em busca de soluções e aproximação com a países árabes. “Carne bovina, frango, café, açúcar, doces, grãos, biscoitos, chocolate, massas e temperos são alguns dos destaques presentes na Gulfood sob a marca verde e amarela. Estaremos com diversos clientes certificados e prestando todo o apoio profissional a eles”, conclui Darwiche.

SOBRE A SIIL HALAL

A Siil Halal é uma empresa especializada em Serviço de Inspeção Islâmica que atua como Certificadora Halal. O trabalho inicia desde o projeto da linha de produção até a embalagem de produtos permitidos para consumo islâmico, assim como na fiscalização dentro das normas e regras ditadas pelo Alcorão Sagrado e pela Jurisprudência Islâmica.

 #siilhalal #halal #gulfood

FONTE:  Arthur Rodrigo Ribeiro – Giracom – Agência de Comunicação & Marketing Agro
arthurrrm@gmail.com

Related posts

Acordo Mercosul-UE prevê eliminação de tarifas para diversos produtos agrícolas do Brasil

Revista Attalea Agronegócios

Exportação de café do Brasil aos árabes acelera

Exportações de carne suína crescem 41% em maio

Revista Attalea Agronegócios

Deixe um comentário