Powered by Rock Convert
Revista Attalea Agronegócios
Image default
Comércio Exterior Florestais

Produtos Florestais assumem o 2º lugar nas exportações do agronegócio paulista

Sempre figurando entre os principais grupos que compõem a pauta de exportação setorial de São Paulo, a venda de produtos florestais cresce 9,38% e supera os grupos de Carnes e Sucos.

Em janeiro, as exportações paulistas somaram US$ 3,47 bilhões (18,7% do total nacional), e as importações US$ 5,18 bilhões (31,6% do total nacional), registrando déficit de US$ 1,71 bilhão), informa o Instituto de Economia Agrícola (IEA), instituição de pesquisa da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo.

No mesmo período, o agronegócio apresentou queda nas exportações (-26,2%), atingindo US$ 900 milhões, enquanto as importações apresentaram ligeira alta (+2,3%), somando US$ 440 milhões, registrando um superávit de US$ 460 milhões. “O saldo do primeiro mês de 2019, embora seja positivo, é bastante inferior ao apresentado em janeiro de 2018 (US$ 790 milhões). No entanto, continua sempre imprescindível para reduzir o déficit das contas paulistas”, afirmam Carlos Nabil Ghobril, José Alberto Angelo e Marli Dias Mascarenhas Oliveira, pesquisadores do IEA, autores do artigo.

No primeiro mês do ano, os cinco principais grupos nas exportações do agronegócio foram: Complexo Sucroalcooleiro (US$ 230,86 milhões), Produtos Florestais (US$ 166,80 milhões), Carnes (US$ 122,74 milhões), Sucos (US$ 94,33 milhões) e Demais Produtos de Origem Vegetal (US$ 54,84 milhões). Juntos, esses agregados representaram 74,6% das vendas externas setoriais paulistas. “Ao comparar esses resultados com os obtidos em janeiro de 2018, observamos que, com exceção dos Produtos Florestais, todos os demais apresentaram variações negativas nos valores exportados”, destacam os pesquisadores.

BALANÇA COMERCIAL DO BRASIL

A balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 2,19 bilhões, com exportações de US$ 18,58 bilhões e importações de US$ 16,39 bilhões. O menor superávit em relação a janeiro de 2018 (-22,6%) é resultado do aumento das importações (+15,4%), superior ao das exportações (+9,1%). No mesmo período, as exportações do agronegócio aumentaram 7,5%, alcançando US$ 6,63 bilhões (35,7% do total nacional), enquanto as importações se mantiveram praticamente estáveis, registrando US$ 1,24 bilhão (7,6% do total nacional); produzindo um superávit de US$ 5,39 bilhões, volume 9,3% maior quando comparado com o mesmo período de 2018.

Em janeiro de 2019, os principais grupos nas exportações do agronegócio brasileiro foram: Produtos Florestais (US$ 1,45 bilhão), Complexo Soja (US$ 1,33 bilhão), Carnes (US$ 1,03 bilhão), Cereais, Farinhas e Preparações (US$ 864,61 milhões) e Café (US$ 448,00 milhões). Esses cinco grupos representaram 77,3% das vendas externas setoriais brasileiras.

Para ler o artigo na íntegra, consultar as tabelas e gráficos, e obter informações sobre os 25 grupos que compõem a pauta de exportações paulista, clique aqui

 

FONTE: Nara Guimarães – Secretaria de Agricultura e Abastecimento de SP

Related posts

Komatsu lança a PC 130 para o segmento florestal

Revista Attalea Agronegócios

Siil Halal na Gulfood 2019, principal encontro da indústria alimentícia do mundo árabe.

Balança Comercial Paulista registra superávit de US$ 11,49 bilhões, aponta IEA

Revista Attalea Agronegócios

Deixe um comentário