Powered by Rock Convert
Revista Attalea Agronegócios
EVENTOS - DESTAQUES Peixes e Pescados

O Panga pode ajudar no crescimento da piscicultura brasileira

O Brasil é um dos maiores fornecedores de proteína animal do mundo como o frango, suínos e bovinos. Porém, na piscicultura, o país está longe de ocupar essa posição. A chave para avançar pode estar na criação de espécies com excelentes respostas zootécnicas e econômicas para a cadeia produtiva. Uma dessas espécies é o Panga que, com janela de produção de apenas seis meses – entre alevino e o abate – rende, a cada quilo, pelo menos 400 gramas de filés.

“A criação do Panga no Brasil tem se mostrado muito viável, porém, temos um longo caminho pela frente. O sucesso desta cadeia pode substituir importações de mais de 50 mil toneladas/ano de Panga e colocar o país na disputa de um mercado muito cativo para este pescado a nível internacional”, afirma o Ex Ministro da Pesca e Presidente do IFC Altemir Gregolin.

O International Fish Congress destaca a “Produção do Peixe Panga no Brasil: Indicadores de resultados e viabilidade econômica” com o especialista Martinho Carlos Colpani Filho, da ABCPanga, no dia 19 de setembro. O Internacional Fish Congress, será realizado entre os dias 17 e 19 de setembro, no Maestra Grand Convention – Recanto Cataratas Resort, em Foz do Iguaçu, no Paraná.

“Para crescer, a piscicultura brasileira precisa melhorar os índices na cadeia produtiva”, afirma o conferencista. Para ele, o crescimento da indústria Vietnamita nos últimos anos é um exemplo de que isso também é possível no Brasi. “No International Fish Congress vamos mostrar o que já foi feito, índices de viabilidade econômica e caminhos que estamos seguindo com o PangaBR”, antecipou Colpani Filho.

O International Fish Congress tem o apoio do Sebrae e já conta com mais de 700 inscritos. Inscrições via site já foram encerradas, mas podem ser feitas no dia do evento.

Sobre o International Fish Congress

Com o lema “Das águas ao consumo” o evento tem o apoio das principais entidades do setor ABIPESCA – Associação Brasileira da Indústria da Pesca, PEIXEBR – Associação Brasileira da Piscicultura, SINDIPI – Sindicado dos Armadores e Indústria da Pesca, ABRAPES – Associação Brasileira de Fomento ao Pescado e ABPA – Associação Brasileira de Proteína Animal, CNA/SENAR e ABRAS – Associação Brasileira de Supermercadistas.

As discussões tem o apoio da FAO – Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação e MAPA através da Secretaria da Aquicultura e Pesca. Entre os apoiadores estão ainda BRDE – BRDE – Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul, Fundação Terra, Governo do Estado do Paraná, ADAPAR e EMATER. O evento tem ainda o apoio científico da UNILA, UNIOESTE, UFFS, UNIVALI e Instituto Federal Paraná Campus Foz do Iguaçu e Copacol.

 

SERVIÇO
International Fish Congress e Fish Expo Brasil
Quando: 17 a 19 de setembro
Onde: Centro de Eventos Maestra, Cataratas Resort, Foz do Iguaçu (PR)
Saiba mais: http://www.internationalfishcongress.com.br/inicial

 

FONTE: Marcos Bedin – MB Comunicação Empresarial/Organizacional
marcos.bedin@mbcomunicacao.com.br

Powered by Rock Convert

Related posts

Governador do DF ressalta a importância da AgroBrasília

EXPOINTER: EMBRAPA lança tecnologias e assina convênios nesta quinta-feira

25ª HORTITEC: Netafim apresenta ferramenta digital de controle da irrigação e novos aspersores

Revista Attalea Agronegócios

Deixe um comentário