fbpx
Revista Attalea Agronegócios
EVENTOS - DESTAQUES Máquinas e Implementos

Expodireto 2019: Landini Brasil estreia na feira e anuncia ampliação da capacidade produtiva

A Landini Brasil, fábrica de tratores italiana que está no Brasil há quase cinco anos, estreia sua participação na Expodireto Cotrijal, feira que ocorrerá em Não-Me-Toque (RS) de 11 a 15 de março, anunciando a ampliação de 60% da sua capacidade produtiva. As obras já começaram na unidade fabril de Contagem (MG) e integram parte dos US$ 30 milhões previstos pela fábrica para investimentos no Brasil no período 2015-2020.

De acordo com o diretor da Landini Brasil, Ricardo Vianna, a expansão vem ao encontro da atuação da multinacional, que carrega 135 anos de história e disponibiliza para o mercado brasileiro, maquinário com potência de 45 cavalos a 230 cv.

Neste cenário, o Rio Grande do Sul ocupa lugar de destaque. Com atuação consolidada na fruticultura, especialmente na região da Serra e na Metade Sul, o objetivo da fábrica é ampliar atuação junto aos produtores de grãos. “A Expodireto é uma feira muito profissional e o mercado do Rio Grande do Sul é o mais avançado e mais maduro do Brasil, do qual a Landini participa desde que iniciou suas atividades no Brasil”, destaca Ricardo Vianna, diretor da Landini Brasil.

Ricardo Vianna, diretor da Landini Brasil. (Créditos: Caroline Jardine)

Por isso, as estrelas da Landini Brasil, nesta primeira participação na Expodireto Cotrijal, são os tratores das séries Landforce 120 e Landpower 175, ambos produzidos no Brasil, e os da Série 7-230, importada da Itália. “Lá, já produzimos tratores de até 320 cv, que também poderão, em breve, ser disponibilizados ao mercado brasileiro”, adianta Vianna. Para ele, a grande atração da marca em Não-me-Toque (RS) são os tratores da linha Landpower, cujo sistema de injeção motor é mecânico.

“O sistema mecânico apresenta uma manutenção mais simples e de baixo custo. Landpower é o trator de maior potência no mercado brasileiro com sistema de injeção mecânico”, detalha. Além desses modelos, a Landini possui os tratores especializados Série 2 e Rex, voltados à fruticultura. Disponibiliza ainda a linha Brutus, já nacionalizada com código FINAME e MDA,  potência de 75 cv a 95 cv e destinados às mais diversas operações da agricultura e pecuária.

Além de participar de feiras no Estado, a Landini Brasil também aposta no crescimento no número de revendas.  “O ano mal começou e já estamos com três novos concessionários em fase de cadastramento nos RS”, adianta Vianna, lembrando que, a meta para o ano, em nível Brasil, é aumentar o número de revendas em 30% com relação ao ano passado.

Trator Landini Série 7-230 (Créditos: Carolina Jardine)

 

FONTE: Caroline Jardine – JARDINE AGÊNCIA DE COMUNICAÇÃO
reportagem@jardinecomunicacao.com.br

Related posts

UPL participa do 3º Congresso Nacional das Mulheres no Agronegócio

Matsuda apresenta linha de produtos na Expozebu 2019

Revista Attalea Agronegócios

Encontro de Analistas da Scot Consultoria 2019: Enquanto a economia patina, o agro dá um show.

Deixe um comentário