Powered by Rock Convert
Revista Attalea Agronegócios
EMPREGOS NOTÍCIAS Peixes e Pescados

EMBRAPA seleciona profissional para projeto em piscicultura

Estão abertas até o próximo dia 11 de abril as inscrições para seleção de um(a) profissional de nível superior para atuar em projeto da Embrapa no Norte do país na área de piscicultura. O projeto “Fundação das bases genéticas para um futuro programa de melhoramento de tambaqui (Colossoma macropomum)”, também conhecido como AmazonGen, é coordenado pela EMBRAPA Pesca e Aquicultura (Palmas-TO), tem atividades em diferentes estados da região e é financiado pelo Fundo Amazônia.

Os interessados precisam ter graduação em Ciências Agrárias e áreas afins, como Zootecnia, Engenharia de Pesca, Engenharia de Aquicultura, Medicina Veterinária, Agronomia e Biologia. Outro requisito é ter disponibilidade para início imediato dos trabalhos, que serão desenvolvidos nos estados do Tocantins, Amazonas e Rondônia. É necessário ainda ter experiência em piscicultura, Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e, caso seja selecionado(a), ter ou abrir uma Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (Eireli).

A remuneração mensal é de R$ 5.000,00 e o contrato inicial é de um ano, com possibilidade de renovação por até seis meses. Espera-se que que o(a) profissional possa realizar viagens mensais, com duração mínima de uma semana, e tenha disponibilidade para realizar trabalhos de campo. As atividades serão, especialmente, nas áreas de reprodução, genética e melhoramento de peixes. Entre outras, envolvem coleta de dados e escrituração zootécnica e coleta de material genético.

Os candidatos residentes em Palmas serão entrevistados pessoalmente. Já os que moram fora da cidade serão entrevistados por Skype ou WhatsApp.

Os currículos e os telefones para contato devem ser enviados para o e-mail cnpasa.amazongen@embrapa.br. Para mais informações, clique neste link.

Related posts

Governo de SP amplia funções da CATI, que passa a se chamar CDRS.

Revista Attalea Agronegócios

Parecer da EMBRAPA subsidia autorização do plantio do algodão GM em Rondônia

Nematoides estão presentes em 35% da área da cultura do algodoeiro de Mato Grosso

Revista Attalea Agronegócios

Deixe um comentário