Powered by Rock Convert
Revista Attalea Agronegócios
Agroindústrias NOTÍCIAS

COPLANA elege a TOMRA FOOD para otimizar sua linha de produção

Com base em seus programas para a qualidade, a Coplana deu mais um passo para o aperfeiçoamento de processos com a instalação de um equipamento Helius da TOMRA Food, que permitiu avanços em segurança do alimento.

Com matriz em Guariba (SP) e Unidade de Grãos em Jaboticabal (SP), ambas no interior do Estado, a COPLANA – Cooperativa Agroindustrial está no mercado desde 1963, atendendo cooperados que se dedicam à cultura da cana-de-açúcar, culturas em rotação com cana, como amendoim e soja, entre outras de menor escala.

No amendoim, a Cooperativa se destaca não só no mercado brasileiro, mas também no exterior, com uma história bem-sucedida em relação à marca Coplana Brazilian Premium Peanuts. O amendoim altamente selecionado conquistou a grande indústria de alimentos, incluindo players da Comunidade Europeia, que estão entre os mais seletivos do mundo. A parceria com a TOMRA, nos últimos cinco anos, mostrou-se fundamental para o alcance de resultados a cada dia mais elevados.

De acordo com Mateus Frazão, supervisor de Produção da Coplana, “a opção pela tecnologia da TOMRA teve como principais objetivos manter a evolução dos aspectos da qualidade e garantir a segurança do alimento, correspondendo, assim, às exigências da demanda internacional”.

Atualmente, a Coplana processa 90 mil toneladas de amendoim, com capacidade para alcançar a marca de 100 mil. Sobre os benefícios do equipamento da TOMRA, Mateus Frazão ressalta: “a máquina Helius permite, principalmente, o controle de contaminantes físicos (impurezas), entregando um produto de maior qualidade, o que representa um avanço em relação a máquinas convencionais”.

Related posts

Previsão de chuvas frequentes no estado de São Paulo eleva risco de ocorrência da podridão floral dos citros

Cafeicultores participam de capacitação em Cruzeiro do Sul (AC)

Revista Attalea Agronegócios

De Heus lança a Ração Galdus para frango de corte

Revista Attalea Agronegócios

Deixe um comentário