fbpx
Revista Attalea Agronegócios
Café EVENTOS - DESTAQUES NOTÍCIAS

Conheça os ganhadores do 30º Prêmio Ernesto Illy de Qualidade Sustentável para Espresso!

Dois produtores de Minas Gerais e uma de São Paulo conquistaram o pódio do 30º Prêmio Ernesto Illy de Qualidade Sustentável do Café para Espresso, revelado em cerimônia promovida pela illycaffè e transmitida pela Internet no dia 17 de junho. A iniciativa reconhece anualmente os produtores dos melhores cafés da safra no Brasil, país de onde a illycaffè adquire a maior parte dos grãos que compõem seu blend único no mundo todo.

Os grandes campeões foram, em ordem alfabética: Agro Fonte Alta (Sul de Minas), Daniella Romano Pelosini (São Paulo) e José Marques de Araújo (Matas de Minas). A real colocação do trio será conhecida no 6º Prêmio Internacional Ernesto Illy (EIICA), que acontece em dezembro, oportunidade em que os produtores brasileiros concorrerão com 24 cafeicultores de outros 8 países fornecedores da illycaffè.

Foram premiados também o 4º lugar nacional (Ronalt Marques de Araújo, das Matas de Minas), o 5º (Eduardo Pinheiro Campos, do Cerrado Mineiro) e o 6º, Luís Manuel Ramos Fachada Martins da Silva, da Chapada de Minas. Bem como os campeões regionais, conforme lista que segue mais abaixo.

O evento contou com a participação de lideranças da illycaffè, como o CEO Massimiliano Pogliani, o presidente Andrea Illy e os diretores Anna Illy e Alessandro Bucci, diretamente de Trieste, no norte da Itália. Em 30 anos de história, o Prêmio Ernesto Illy de Qualidade Sustentável do Café para Espresso,  tradicional premiação da cafeicultura brasileira, já reuniu mais de 17 mil produtores inscritos e distribuiu mais de R$ 6 milhões em prêmios. Tornou-se um case de relacionamento entre empresas e fornecedores, fazendo sucesso a ponto de a illycaffè internacionalizar a premiação, com o EIICA, a partir de 2016.

Campeões regionais:
Centro-Oeste: 1º lugar – Carlos Alberto Leite Coutinho
Cerrado Mineiro: 1º lugar – Eduardo Pinheiro Campos; 2º lugar – André Diniz Freitas
Chapada de Minas: 1º lugar – Luís Manuel Ramos Fachada Martins da Silva; 2º lugar – Sergio Meirelles Filho
Matas de Minas: 1º lugar – José Marques de Araújo; 2º lugar – Ronalt Marques de Araújo
Rio de Janeiro: 1º lugar – Everardo Tardin Erthal
São Paulo: 1º lugar – Daniella Romano Pelosini; 2º lugar – Luiz Miguel Costa Rocha
Sul de Minas: 1º lugar – Agro Fonte Alta; 2º lugar – Adeniuso João Zanetti

Prêmio Classificador do Ano: 
1º lugar – Rafael Marques de Araújo (Matas de Minas)
2º lugar – Luiz Evandro Ribeiro (Sul de Minas)         
3º lugar – Vagner Amaral (Cerrado Mineiro)

Representantes da Agro Fonte Alta
Daniella Romano Pelosini
José Marques de Araújo

FONTE: Bruno Pessa / Larissa Takahashi – ADS Comunicação Corporativa
brunop@adsbrasil.com.br / larissat@adsbrasil.com.br

Related posts

Norte Pioneiro aproveita demanda “tsunami” de cafés especiais

Revista Attalea Agronegócios

26º Seminário do Café da Região do Cerrado Mineiro: Lançamento teve casa cheia

Revista Attalea Agronegócios

[Leslie Cruvinel] – Organomineral Customizado – “Feito na Fazenda” – Nutrição completa do cafeeiro a baixo custo

Revista Attalea Agronegócios

Deixe um comentário