Máquinas e Implementos

Tramontina lança primeiro produto da linha de pulverizadores a bateria

Após alta demanda e crescimento de 30% nos modelos manuais, Tramontina aposta no produto que possibilita maior produtividade no campo.

Mesmo com a atual inovação, tecnologia e qualidade de insumos que chegam todos os dias para transformar o agronegócio e acelerar a produtividade, aumentar a capacidade produtiva de uma lavoura não é simples. Diversas combinações de fatores são necessárias para isso, e uma das mais importantes é o cuidado com as pragas e doenças que são costumeiras na plantação. Por isso, uma das práticas mais antigas utilizadas no campo é a distribuição de defensivos agrícolas através de pulverizadores em toda a área plantada.

Com o objetivo de trazer menor esforço físico, maior praticidade e produtividade mais constante, além de otimização do material aplicado, a Tramontina lança o pulverizador costal a bateria 20 L. Ideal para aplicação de inseticidas, herbicidas, fungicidas, soluções naturais e adubo foliar, ele também pode umidificar plantas no jardim ou na agricultura.

A marca, que conta com uma linha completa para trabalho no campo, já possui no portfólio outros modelos de pulverizadores manuais (450 ml e 1 L), manuais com compressão prévia (2 L e 5 L) e manual costal (20 L). Estes produtos tiveram um crescimento de aproximadamente 30% nos últimos 3 anos. A decisão de lançar o modelo a bateria surgiu através de solicitações do setor comercial, clientes e representantes. Após uma avaliação técnica, mapeamento da concorrência e uma análise de mercado, a marca concluiu que o item seria de suma importância para completar o portfólio e, em cerca de 10 meses, lançou o produto, que já está disponível no e-commerce.

Seu design acompanha o formato do corpo humano, deixando espaço suficiente entre as costas do operador e o tanque principal, o que facilita a evaporação da transpiração. O produto pode ser utilizado no modo manual ou elétrico e inclui uma câmara de ar, que permite o uso com o menor número de acionamentos da alavanca de bombeamento no modo de pulverização manual. Já no modo elétrico não é necessário acionar a alavanca de bombeamento, pois o acionamento é feito pelo interruptor elétrico, proporcionando maior facilidade na aplicação.

O modelo também é equipado com uma haste para a fixação da alavanca de bombeamento, conveniente para manter na posição neutra ao utilizar o equipamento em modo elétrico, no armazenamento ou para o seu transporte. Ainda, o sistema de válvula possibilita a aplicação localizada ou contínua, através da trava de registro.

Related posts

EIMA 2023: Eletrificação, digitalização e agricultura verde marcam feira de máquinas agrícolas

Mario

BNDES e MAPA anunciam R$ 2 bilhões de crédito rural para financiamento em dólar

Mario

A importância da entrega técnica das máquinas agrícolas para bons resultados no campo

Mario

Deixe um Comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais