CooperativasEVENTOS - DESTAQUES

Cooperativas Agropecuárias que participam do ENCA somam R$ 400 bilhões em negócios em 2024

A 10ª edição do evento foi realizada no Expo Dom Pedro, em Campinas (SP), com expectativa para anúncio do Plano Safra e tensões à reforma tributária

10º Encontro Nacional das Cooperativas Agropecuárias (ENCA)

Foram dois dias destacando o mercado e as tendências de um setor importante para economia, conservação ambiental e segurança alimentar nacional e global – o cooperativismo. Durante o 10º Encontro Nacional das Cooperativas Agropecuárias (ENCA), especialistas de diversos segmentos debateram, de forma plural, temas singulares que refletem diretamente no agronegócio brasileiro como: mudanças climáticas, incluindo a tragédia no Rio Grande do Sul, e o atual cenário econômico nacional. Além de gestão de relacionamento com os cooperados, planejamento financeiro e gestão de riscos, intercooperação e verticalização.

Pelo menos mil lideranças participaram do encontro. Foram 400 cooperativas do agronegócio representadas, que juntas atingiram a marca de R$400 bilhões em faturamento em 2024. O evento é organizado pelo Grupo Conecta e, nesta edição comemorativa de 10 anos, ampliou a parcerias com grandes empresas e organizações, como a Caixa Econômica Federal.

“Há uma década o Enca tem a missão de levar ao cooperado uma segunda opinião sobre os fatos que acontecem no Brasil e no mundo. Esses temas e as personalidades são de muita relevância no cooperativismo. O agro tem somado cifras importantes, mas o cooperativismo tem multiplicado resultados. Isso traduz o sucesso do Enca. Isso mostra essa gama de parceiros e o peso da imprensa na cobertura”, afirma Luciana Martins, diretora do Grupo Conecta, especialista em cooperativismo e Conselheira executiva de multinacionais.

A reforma tributária segue no radar das cooperativas agropecuárias do Brasil. Durante a abertura do evento, o presidente da Organização das Cooperativas do Estado de São Paulo (OCESP), Edivaldo Del Grande,  afirmou que “o momento é crítico” para o setor agropecuário.  “O texto está muito ruim para as nossas cooperativas. Temos que nos mobilizar novamente. A sede arrecadatória do governo faz com que não enxergue as cooperativas como instrumentos para diminuir as desigualdades sociais”, afirmou.

Além dessa questão, as cooperativas estão atentas à divulgação do Plano Safra, que entra em vigor no próximo mês. O desembolso do crédito rural atingiu R$373,4 bilhões em onze meses , alta de 13% em relação a igual período da safra passada. “O mercado trabalha com um volume maior e tem uma expectativa de uma taxa de juros menor. É algo que o governo federal está trabalhando e vai divulgar nos próximos dias”, afirma Paulo Sergio, superintendente de Agro da Caixa.

Com mais de 20 horas de programação, com paineis, palestras e muito espaço para networking, a edição comemorativa de 10 anos superou os resultados estimados pelos organizadores. “Foi um encontro marcado pela troca de conhecimento e debates aprofundados sobre temas relevantes. Foram muitas novidades, inclusive a mudança de local, aqui no Expo Dom Pedro, em Campinas. Além de inovações trazidas pelos nossos patrocinadores e muito networking. Já estamos preparando o Encoffee e o Top Farmers, e o ENMCOOP”, adiantou Danilo Bonfim, Diretor do Grupo Conecta.

Related posts

FENASUL EXPOLEITE: ASCRIBU premia melhores búfalos das raças Murrah e Mediterrânea

Mario

Instituto AgroGalaxy anuncia vencedores do seu 1º Desafio “Transição para Agricultura Regenerativa”

Mario

Aquishow 2023: Embrapa apresenta ativos tecnológicos para reaproveitamento de coprodutos

Mario

Deixe um Comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais