Powered by Rock Convert
Revista Attalea Agronegócios
Image default
GRÃOS

Rally da Safra retorna ao Médio-Norte do Mato Grosso para avaliar condições das lavouras de soja

Técnicos constataram quebra na produtividade da soja precoce em visitas realizadas em janeiro; agora irão a campo verificar áreas de ciclo médio e tardio.

O Rally da Safra, principal expedição técnica privada sobre a safra de grãos no Brasil, retorna ao Mato Grosso nesta segunda-feira, dia 4 de fevereiro. Os técnicos avaliarão as lavouras de soja de ciclo médio e tardio nas regiões de Cuiabá (MT), Nova Mutum (MT), Lucas do Rio Verde (MT), Campo Novo do Parecis (MT), Sorriso (MT), Campos de Júlio (MT) e Sinop (MT), finalizando essa etapa no dia 9 de fevereiro em Cuiabá (MT).

Organizada pela Agroconsult,  a expedição deve percorrer mais de 100 mil quilômetros neste ano. A área avaliada pelos técnicos corresponde a 95% da produção de soja e 72% de milho no País. A previsão pré-Rally da safra brasileira é de 117,6 milhões de toneladas de soja, a ser confirmada pelos técnicos em campo.

De acordo com Valmir Assarice, coordenador da Equipe 4, o Rally da Safra passou pela região Médio-Norte e pelo Oeste do Estado entre os dias 14 e 18 de janeiro avaliando a soja precoce. Os técnicos confirmaram a expectativa inicial de um potencial produtivo pouco abaixo do ano passado. Entre as razões que justificam a baixa produtividade estão a alta nebulosidade ao longo do mês de novembro, altas temperaturas de janeiro e encurtamento do ciclo que afetaram, em especial, o peso dos grãos.

“É bom lembrar, porém, que os resultados da soja precoce contam apenas uma parte da história da safra no Médio-Norte e no Oeste do Mato Grosso. Agora vamos a campo para verificar as condições da soja de ciclo médio e tardio”, afirma Assarice.

Equipes em campo

Nesta 16ª edição do Rally serão 12 equipes em campo, das quais nove avaliarão as lavouras de soja até o mês de março. Outras três irão a campo entre maio e junho para verificar as áreas de milho segunda safra. O levantamento acontecerá nos 14 principais estados produtores: Mato Grosso, Paraná, Mato Grosso do Sul, Goiás, Minas Gerais, São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Bahia, Maranhão, Piauí, Tocantins, Rondônia e Pará.

Além das avaliações em campo, a expedição fará dez eventos regionais e encontros com produtores para debater as condições da safra brasileira. A expedição estima percorrer mais de 95 mil quilômetros neste ano.

Os trabalhos em campo começaram com a Equipe 1 no dia 14 de janeiro em Sinop/MT. A Equipe 2 visitou as regiões Norte e Oeste do Paraná entre 21 e 23 de janeiro. Depois seguiu para o Mato Grosso do Sul cobrindo toda a região Sul até chegar em Campo Grande (MS), finalizando esta etapa no dia 26 de janeiro.

A Equipe 3 esteve em Goiás para fazer o levantamento no Sudoeste do Estado. A mesma equipe retornou para o Mato Grosso nos dias 31 de janeiro, 01 e 02 de fevereiro para analisar as lavouras na região Sudeste do Estado.

Entre os dias 11 e 14 de fevereiro, a Equipe 5 seguirá para o Nordeste do Mato Grosso, finalizando o levantamento de soja no Estado, e irá também até o Pará.

A Equipe 6 estará em São Paulo entre os dias 17 e 19 de fevereiro e nos dias 20 e 21 no Paraná. O Tocantins receberá a Equipe 7 nos dias 23 e 24 de fevereiro. Entre 25 e 28 de fevereiro, os técnicos estarão em Minas Gerais e Goiás.

A Equipe 8 avaliará lavouras de soja no Nordeste e Norte do Brasil avaliando lavouras nas regiões do Oeste da Bahia, Sul do Piauí, Maranhão e Tocantins entre os dias 11 e 16 de março.

 A expedição permanecerá no Sul até de 18 a 23 de março com a Equipe 9 visitando áreas no Oeste de Santa Catarina e nas regiões do Planalto e Missões do Rio Grande do Sul.

Nesta edição, outras três equipes avaliarão o milho segunda safra entre os dias 06 de maio e 07 de junho no Mato Grosso, Goiás, Mato Grosso do Sul e Paraná.

Organizado pela Agroconsult, o Rally da Safra 2019 chega à 16ª edição com patrocínio do Banco Santander, FMC, Corteva Agriscience, OCP, VLI, Amarok / Volkswagen,  com apoio da FIESP, Fundação Agrisus e WebMotors.

O trabalho das equipes e o roteiro completo da expedição poderão ser acompanhados pelo site www.rallydasafra.com.br, com informações atualizadas diariamente no www.twitter.com/RallydaSafra e www.facebook.com.br/RallydaSafra

EQUIPE 4
DATA MUNICÍPIO UF OBSERVAÇÃO
04/fev seg Cuiabá MT Concentração da Equipe
05/fev ter Nova Mutum/CNP MT Pernoite
06/fev qua Lucas do Rio Verde/CNP MT Pernoite
07/fev qui Sorriso/Campos de Julio MT Pernoite
08/fev sex Sinop/Vilhena MT/RO Final da Etapa
09/fev sáb Cuiabá MT Deslocamento

 FONTE: Ana Carolina Silveira – CAROL SILVEIRA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO
carol@carolsilveira.com.br

Related posts

Cientistas se baseiam em evidências genéticas e arqueológicas para uma nova versão da história do milho

Fenologia do Milho

Revista Attalea Agronegócios

[Vinícius Jacopini] – De olho na taxa de germinação: como ela interfere nos resultados da lavoura

Revista Attalea Agronegócios

Deixe um comentário