Powered by Rock Convert
Revista Attalea Agronegócios
Bovinos de Corte NOTÍCIAS

Cadeia da carne bovina exige profissionais mais curiosos e orientados a dados. Você tem esse perfil?

As tecnologias para produção de carne bovina de qualidade são conhecidas, assim como as ferramentas para utilizá-las. É preciso investir em nutrição de precisão, rígido controle sanitário, intenso melhoramento genético e gestão dos processos.

Porém, são as pessoas certas nas posições certas os agentes responsáveis pelo uso correto dessas soluções inovadoras. Este é o conceito do Programa Carne 4.0, lançado pelos zootecnistas Danilo Millen, PhD em nutrição de ruminantes da UNESP–Campus Dracena, e Andrea Mesquita, diretora do Território da Carne.

“A Quarta Revolução Industrial tem foco nas competências humanas para gestão e transformação do mercado de trabalho. E a nova geração de talentos ligados à cadeia da carne está com fome de aprender e mudar, associando os negócios às tecnologias para o aumento da produtividade. Eles querem – e vão – atualizar os velhos modelos de trabalho”, destaca Andrea Mesquita.

O Programa Carne 4.0 é uma iniciativa inédita e disruptiva que objetiva complementar a formação dos novos profissionais com temas específicos e relevantes para a cadeia da carne bovina, tendo como pontos centrais as mentes curiosas, flexíveis e orientadas a dados dos jovens que estão chegando agora ao mercado de trabalho.

O programa é voltado para alunos de graduação, pós-graduação e profissionais de zootecnia, medicina veterinária, agronomia, agronegócio, gastronomia e nutrição. As aulas são presenciais (teoria, prática e degustação) e on-line (comitê de orientação da carreira e materiais complementares).

São cinco edições, entre maio e novembro de 2019, em dependências de universidades públicas e privadas pré-selecionadas. Cada edição contará com 20 a 30 alunos. Assim, o objetivo deste projeto-piloto é envolver 150 jovens de maneira direta, atingindo até 10 mil pessoas, considerando o alcance de marketing digital e outras mídias.

“O momento exige um novo profissional, cujas habilidades são constantemente atualizadas. Esses talentos são cada vez mais valiosos para a estratégia das empresas da cadeia da carne bovina. Melhor capacitados eles serão, consequentemente, mais disputados”, explica Danilo Millen.

“O Programa Carne 4.0 está à disposição de empresas e instituições igualmente preocupadas com a formação dos novos profissionais segundo as novas exigências do mercado”, complementa Andrea Mesquita.

Os interessados podem entrar em contato diretamente com os realizadores

Danilo Millen

 

FONTE: Monique Oliveira – TEXTO ASSESSORIA
monique@textoassessoria.com.br

Related posts

Ministério da Agricultura oferece vagas para 784 estagiários

Rota Verde do Café, uma novidade no cenário cearense.

Revista Attalea Agronegócios

EMBRAPA seleciona profissional para projeto em piscicultura

Deixe um comentário