Powered by Rock Convert
Revista Attalea Agronegócios
Agricultura Natural

[Ana Maria Primavesi] – Controle o seu diagnóstico

ANA MARIA PRIMAVESI

Engenheira Agrônoma, nascida e formada na Áustria em 1920. Foi a primeira agrônoma a afirmar que o solo tem vida. Durante seu período de faculdade a Europa enfrentava a 2ª Guerra Mundial e ela persistiu em seus estudos, determinada a estudar o solo, sua grande paixão. Casou-se com Artur Primavesi ainda na Áustria e o casal imigrou para o Brasil, onde viveram em Minas Gerais, São Paulo e Rio Grande do Sul. Ícone da Agricultura Ecológica, escreveu o livro que seria o divisor de águas na compreensão da prática natural da agricultura: “Manejo Ecológico do Solo”. Além desse, outros livros foram publicados e que foram relançados pela Editora Expressão Popular (https://www.expressaopopular.com.br/)

Contato: https://www.facebook.com/anamariaprimavesi

Sempre surgirão dúvidas sobre se o diagnóstico feito no campo estará certo ou se terá sido confundida uma deficiência com outra. Daí a necessidade do auxílio das seguintes noções:

Seca
Provocadas pela seca prolongada são sempre as deficiências em: boro, zinco, ferro, manganês, cobre, enxofre e nitrogênio.

Chuva
Provocadas pelo excesso de umidade são as deficiências em: potássio, magnésio, fósforo, cálcio. Em época fria, deficiências em nitrogênio e potássio.

Queda das folhas
Excessiva queda das folhas: No tempo da florescência, falta potássio. Cedo no outono ou depois de um tempo chuvoso, falta magnésio.

As flores
Formação de botões muito escassa ou nula, deficiência em: boro, cobre, nitrogênio, zinco, manganês, fósforo. (Quando há falta permanente destes elementos, sobretudo em plantas anormalmente altas, falta cálcio).

Caem os botões
Os botões tornam-se cloróticos e caem, falta: nitrogênio, boro ou ferro. (Quando a deficiência surge mais tarde, na época). Os botões apodrecem nas pontas: falta de cálcio.

Caem as flores
As flores murcham sem formar frutas, falta: potássio ou cálcio. (Em épocas desfavoráveis durante a florescência).

Caem as frutas
As frutas caem – quando ainda pequeninas, apresentando coloração escura – falta boro. Mais ou menos no fim do segundo e do terceiro mês, falta cobre. Antes de amadurecer falta fósforo ou potássio.

Related posts

Polo Agroecológico na Zona da Mata é aprovado em Plenário

Revista Attalea Agronegócios

EMBRAPA Cerrados destaca uso de drones no controle biológico de pragas

SuperBAC: Como aumentar a produção de alimentos orgânicos?

Revista Attalea Agronegócios

Deixe um comentário