Image default
EMPRESASMilho e Soja

UPL lança Tridium para o manejo de doenças na soja

Com a presença constante de várias doenças nos campos de soja, o manejo integrado é palavra de ordem entre os pesquisadores

Estudando o cenário do complexo de doenças na soja e acompanhando sua evolução no Brasil, a UPL, empresa focada em oferecer soluções inovadoras ao agricultor brasileiro, acredita que além de controlar as doenças no início do ciclo, o manejo da resistência é de suma importância para o sucesso na produção de soja. “Diante deste cenário, a UPL lança seu mais novo fungicida: Tridium, com sua formulação inovadora composta por três princípios ativos, que tem como objetivo proteger o potencial produtivo da soja aliado a manutenção da eficiência dos fungicidas”, salienta Rodrigo Koriama – Especialista em Desenvolvimento de Produtos na UPL.

O complexo de doenças que incidem na soja, causam danos severos podendo levar perdas que variam entre 10% a 90% na produtividade, dentre elas a Ferrugem Asiática pode ser a mais agressiva. Diante da intensificação no uso de fungicidas de modo de ação específicos como triazóis, estrobilurinas e mais recentemente as carboxamidas, aumentaram os relatos oficiais sobre a resistência aos fungicidas. As recomendações realizadas por pesquisadores e órgãos competentes é a utilização de multissítios, uma ferramenta de controle que pode ser utilizada no manejo de resistência já na primeira aplicação.

“Os fungicidas multissítio tem papel fundamental na atual situação que passa a cultura da soja, devido a suas características que vão de encontro à necessidade do manejo de resistência. Para a preservação do potencial produtivo da cultura, segundo especialistas e a Embrapa, se faz necessário o uso de fungicidas multissítio em associação com fungicidas de sítio específico. A UPL é pioneira na criação do segmento de multissítio nas grandes culturas, sempre trabalhando para levar segurança ao produtor, priorizando a sustentabilidade do sistema produtivo da soja no Brasil”, afirma Rafael Pereira, Gerente de Sênior de Pesquisa e Inovação da UPL .

Mas, afinal o que são os multissítios?  “Multissítios são moléculas fungicidas que agem em diversos pontos do metabolismo do fungo simultaneamente, diferente dos triazóis, estrobilurinas e carboxamidas, que são ferramentas muito importantes no controle da ferrugem, mas hoje necessitam que estejam acompanhadas de um fungicida multissítio”, explica Rafael.  E porquê multissítios e não protetores de cultivo? Pois essa nomenclatura é a terminologia oficial determinada pelo FRAC – Comitê de Ação a Resistência a Fungicidas, portanto a nomenclatura protetores não é tecnicamente adequada.

SOBRE A UPL

 A UPL, uma empresa indiana que traz soluções inovadoras e sustentáveis em proteção de cultivos para o agricultor. Fundada em 1969, a companhia atua hoje em mais de 86 países com 28 fábricas que desenvolvem e comercializam produtos da mais alta qualidade, segurança e tecnologiaNo Brasil, onde atua desde 2006, conta com fábrica e estação experimental em Ituverava-SP e, foi eleita por dois anos consecutivos como uma das melhores empresas para se trabalhar pela Great Place to Work®. Por seu trabalho com produtores e pesquisadores para encontrar soluções mais eficientes para campo e através de novas formulações e produtos, equipe especializada e expansão de portfólio, a empresa conta com forte presença nos mercados de soja, milho, cana-de-açúcar, arroz, café, feijão, citros, algodão, pastagem e hortifrúti. www.uplbrasil.com.br

 

Fonte: Amanda Pimentel – TEIA EDITORIAL

amandapimentel.teiaeditorial@gmail.com

Related posts

Cigarrinha-do-Milho: Praga infesta lavouras, mas produtor não recebe o seguro

Mario

BASF é parceira de agricultores campeões nacionais de produtividade de soja da safra 18/19

Mario

[Jefferson Silva] – Manejo dos invasores na cultura da soja

Mario

Deixe um Comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais