Powered by Rock Convert
Revista Attalea Agronegócios
Image default
EVENTOS - DESTAQUES

TOP FARMERS 2018: Tecnologia de ponta, um tema comum a cinco mesas com debate

A parte de manhã se completou com a realização, em paralelo, de cinco mesas redondas com debates sobre temas técnicos focados nos mais de 300 produtores rurais de grande porte presentes, promovidas por empresas apoiadoras do evento.

Planejamento Financeiro do Produtor Rural nas perspectivas do cenário atual foi tema desenvolvido pela Caixa Econômica, que, para dialogar com os presentes, levou Antonino de Andrade Machado – superintendente Executivo – e Janaína Márcia da Silva – gerente de Clientes e Negócios. Entre os assuntos tratados, os produtos e serviços disponibilizados pela instituição financeira ao produtor, focados na produção agropecuária.

Fernando Martins, especialista em transformação digital, e profissionais da Solinftec, foram os responsáveis pelo debate sobre Como a Inteligência Artificial Começa a Mudar o Dia a Dia das  Nossas Fazendas.  Os palestrantes apresentaram as diversas forma de tratar informação de forma assertiva via uso da Inteligência Artificial, que agilmente analisa grande volume de dados e fornece ao produtor informações que favorecem a toma de decisões, favorecendo e facilitando a gestão das propriedades agrícolas.

Qual o rumo e os desafios da Agricultura Tropical nos próximos 10 anos? Essa pergunta – ou provocação – norteou a apresentação da Basf, feita por dois executivos da empresa: Marcelo Batistela e Marcelo Ismael. Batizado de Tendências 2030, o projeto apresentado pela Basf olha para o futuro com a finalidade de antecipar as tendências de mercado e agregar novas e modernas tecnologias ao portfólio da empresa. Segundo Ismael, entre as principais tendências estão químicos mais Biotecnologia 4.0; declínio do modelo de negócio baseado somente em produtos na indústria de insumos; otimização da cadeia através da transformação digital; intensificação da produtividade através do gerenciamento holístico; e ligação entre consumidor e agricultor direcionando a agricultura. No cenário traçado pelo estudo das tendências, além de apresentar a América Latina aparece como uma potência exportadora sustentável, é visualizado o perfil do produtor que tomará decisões nas fazendas em 2030: mais jovem e mais qualificado, urbano, detentor de ampla gama de conhecimento e maioria ainda masculina.

O Programa de Transferência Genética para a produção de Híbrido de Milho foi apresentado por Fernando João Prezzotto – CEO da Sempre Sementes – que, entre os resultados, apresenta redução de custo, aumento da produtividade e maior rentabilidade do produtor. Prezzotto também falou sobre o desenvolvimento pela empresa de um híbrido de milho que congrega o ambiente com a genética e é customizado por região, de modo a atender necessidades pontuais e específicas.

Juscelio Ramos de Souza – coordenador de Pesquisa e Desenvolvimento da Kimberlit – coordenou que enfocou Como a Indução de Resistência em Plantas pode Contribuir para a Maximização dos Lucros. O processo é feito via associação de produtos fisiológicos aos químicos de modo a induzir à resistência natural.

Powered by Rock Convert

Related posts

Dia de Campo Copercampos: Ubyfol reforça o cooperativismo em Santa Catarina

Revista Attalea Agronegócios

Fácil Alimentos: Novo aplicativo conecta produtores com compradores

Cooperativas saem otimistas do ENCA 2019

Deixe um comentário