Tecnologia

Tecnologia com ozônio aumenta tempo de prateleira de alimentos

Com foco no atendimento do mercado agro e supermercados, o equipamento Oxiativa CF representa um sistema com tecnologia brasileira para aumento de shelf life e redução de odores indesejáveis em alimentos. O gerador de ozônio foi desenvolvido pela empresa Panozon Ambiental S/A, e projetado para câmaras frias usadas no armazenamento de frutas, legumes, verduras e carnes.

“Hoje, o Brasil está entre os três maiores exportadores agrícolas do mundo, porém boa parte dos alimentos não chega até o destino final. 80% das frutas e verduras é perdido no transporte e nas centrais de abastecimento”, explica o Eng. Agrônomo Marco Aurélio Frossard, especialista em tecnologia pós-colheita de frutas para exportação. Um dos ganhos ao se utilizar ozônio é o controle de liberação do etileno em frutas e a desinfecção de verduras e legumes, o que garante maior tempo de prateleira.

Segundo Carlos Heise, CEO da Panozon, a ideia do Oxiativa CF é “atender a uma necessidade do mercado interno e trazer uma solução para aumentar o tempo de vida útil da armazenagem, por meio de uma aplicação segura, contínua e consistente. Uma grande diferença do nosso gerador de ozônio para outros existentes no mercado é a durabilidade. O que se vê no mercado são máquinas, muitas vezes com células trazidas da China, que em poucos meses de uso já não funcionam mais a contento. Já o Oxiativa CF é um sistema com geração de ozônio bastante estável ao longo do tempo e tem uma vida útil estimada em mais de 10 anos.”

O sistema Oxiativa CF funciona através de liberação automática do gás, com a possibilidade de aumentar ou diminuir a produção de ozônio por meio do sensor que vem junto ao equipamento. Com essa nova possibilidade, agronegócios poderão aumentar o shelf life de seus produtos e evitarão desperdícios.

Pela sua capacidade de limpeza e eliminação de vírus, fungos e bactérias, o produto também é indicado para uso em frigoríficos e peixarias, algo que até então não era tão comum. Utilizando somente o gás ozônio durante o processo, o equipamento realiza o controle da contaminação das carnes, elimina odores indesejáveis e oferece mercadorias mais seguras para o consumidor.

Outro ponto positivo dessa novidade, para o mercado brasileiro, é o custo para consumidor final, já que sua fabricação é totalmente local e com tecnologia própria. “O Oxiativa CF tem um custo de produção bastante competitivo, por isso, pretendemos ofertar o gerador com preços a partir de R$ 4.300,00. Em comparação a máquinas importadas com a mesma qualidade, o comprador estará economizando e, com os ganhos obtidos na preservação dos alimentos, o equipamento se paga em poucos meses”, explica Murilo Vieira, coordenador de vendas.

FONTE: Cibele CardosoVervi Assessoria

Related posts

Pega Carga: Tecnologia muda a vida do caminhoneiro

Mario

Aplicativo ZARC Plantio Certo ajuda produtor a saber qual a melhor época do ano para plantar

Mario

Produto com tecnologia brasileira pode reverter dependência externa por adubos fosfatados

Mario

Deixe um Comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais