Bancos e Crédito RuralNOTÍCIAS

Sicredi participa da COP 28 em apoio à agenda ESG brasileira

Sicredi assina adesão à Rede Financeira para a Amazônia e financiamento de US$ 125 milhões com BID Invest e DEG durante evento da ONU.

O Sicredi assinou, no dia 05 de dezembro, dois importantes acordos durante a Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP 28), que ocorre em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. Integrante do Pacto Global das Nações Unidas (ONU), a instituição financeira cooperativa agora passa a integrar a Rede Financeira para a Amazônia, que busca mobilizar recursos do setor privado para promover, simultaneamente, a melhoria da qualidade de vida na região e a preservação ambiental. Além disso, foi formalizada a captação de US$ 125 milhões para financiar micro, pequenas e médias empresas lideradas por mulheres, inclusive na Amazônia.

A Rede Financeira para a Amazônia, da qual o Sicredi passa a ser membro fundador, é liderada pelo BID Invest e a Corporação Financeira Internacional (IFC). A iniciativa visa a destinação de recursos para a região, criando oportunidades econômicas sustentáveis aos habitantes.

“O ingresso na Rede é mais um importante passo no sentido da cooperação em prol do desenvolvimento socioeconômico e ambiental da região amazônica. Estamos muito orgulhosos e engajados em sermos protagonistas dessa agenda, somando ainda mais força às ações de sustentabilidade realizadas de forma perene por nossas cooperativas em todo o Brasil”, comentou César Bochi, diretor presidente do Banco Cooperativo Sicredi. 

Durante a COP 28, o Sicredi já formalizou a primeira ação prática de benefício à Amazônia enquanto integrante da Rede, pois foi selado o acordo de captação de US$ 125 milhões para apoio a micro, pequenas e médias empresas lideradas por mulheres. Parte deste valor – US$ 5 milhões – será destinada especificamente a empresas administradas por elas na região amazônica e US$ 9,5 milhões serão direcionados a empresas administradas por elas em municípios com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).

A captação de US$ 125 milhões foi mobilizada pela instituição financeira de desenvolvimento alemã DEG (Alemanha), em colaboração com o BID Invest e outros parceiros como Proparco (França), Commerzbank Aktiengesellschaft (Alemanha) e Symbiotics (Suíça).

A operação contribui para meta do 2X Challenge – Finance for Women, um desafio global lançado pelas instituições financeiras de desenvolvimento do G7 e que possui o objetivo de destinar recursos à geração de oportunidades de empreendedorismo e à liderança de mulheres em países emergentes. O recurso também atende os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) propostos pela ONU, especificamente o de número 5, que trata sobre Igualdade de Gênero.

“Estamos dando sequência ao plano de captações internacionais para que possamos potencializar nossas operações em prol de uma economia brasileira mais igualitária, com menos pobreza e mais verde”, afirma Pedro Ramos, superintendente de Tesouraria do Sicredi, que representa presencialmente a instituição na COP 28.

Atualmente, o Sicredi conta com mais de um milhão de empresas associadas, sendo que 74% são micro e pequenas empresas; 22% microempreendedores individuais. Das mais de 1,1 milhão de pequenas empresas existentes no Brasil, 25% são atualmente associadas à instituição financeira cooperativa. A carteira relacionada à economia verde do Sicredi está em R$ 35,8 bilhões.

As atividades de produção rural familiar, agricultura de baixo carbono e energia renovável são as que representam maior volume de recursos, R$ 13,6 bilhões, R$ 8,2 bilhões e R$ 5,8 bilhões, respectivamente. A carteira de crédito destinada especificamente a micro, pequenas e médias empresas lideradas por mulheres é de R$ 15,7 bilhões.

CRÉDITOS: Na foto, o superintendente de Tesouraria do Sicredi, Pedro Ramos (centro), celebra acordo junto aos representantes das instituições parceiras (Crédito: Divulgação/Sicredi)

Related posts

Mulheres representam força de trabalho e determinação na Castrolanda

Mario

Sicredi alcança índice de satisfação recorde com seus associados

Mario

Contratação do crédito rural tem desempenho recorde no primeiro mês, com mais de R$ 24 bilhões

Mario

Deixe um Comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais