Image default
CaféEVENTOS - DESTAQUES

Semana Internacional do Café 2018: Plataforma Global do Café incentiva membros a promover iniciativas sustentáveis no Brasil

O incentivo à criação e ao desenvolvimento de Iniciativas de Membros foi um dos focos do programa brasileiro da Plataforma Global do Café (GCP) em 2018. Segundo a Plataforma, Iniciativa de Membros é uma abordagem que estimula os participantes a promover ações de sustentabilidade, co-financiadas por outros membros e parceiros, com benefícios coletivos para a cadeia e principalmente ao produtor.

Entre as iniciativas iniciadas no Brasil estão: Manejo do Mato no Espírito Santo e Uso Responsável de Agroquímicos. Outras três estão em fase de desenvolvimento: Validação de Práticas de Tolerância à Seca, Café Sustentável de Rondônia e MIP e Controle do Bicho Mineiro (Cerrado e Bahia). No que diz respeito ao projeto sobre o Uso Responsável de Agroquímicos, o objetivo é melhorar todas as práticas do Currículo de Sustentabilidade do Café (CSC) relacionadas ao tema, como uso correto de EPIs, local adequado para armazenamento, treinamento na aplicação de agroquímicos e devolução adequada de embalagens. Com 5 anos de duração, o projeto teve início em julho de 2018 e envolve importantes membros nacionais e internacionais da GCP – torrefadores, exportadores, cooperativas, associações, bem como empresas de agroquímicos e órgãos de extensão rural, entre outros.

Mais projetos em campo

Lançado no final de 2017, o aplicativo desenvolvido pela GCP, denominado CSC App, vem ganhando escala entre produtores, técnicos e instituições envolvidas. Até 4 de julho deste ano, havia 556 produtores cadastrados e 192 questionários respondidos de forma completa. No dia 29 de outubro, esses números subiram para 1775 produtores e 524 questionários. O app, gratuito, visa coletar dados que permitam monitorar a aplicação das práticas sustentáveis, e consequentemente sugerir ações direcionadas de melhoria contínua. Os produtores cadastrados atualmente respondem a uma área de 26.404 ha de café.

Ainda pensando nessa melhoria contínua da atuação das instituições-membro e parceiras, o Programa Brasil da GCP desenvolveu um método de implantação do Sistema Interno de Gestão, voltado à gestão interna das instituições com foco na  obtenção de resultados e na melhoria contínua em relação à sustentabilidade. Em 2018, o sistema vem sendo implementado por cooperativas e órgãos de extensão, como Cooabriel, Comexim, Coomap, Emater-PR e Emater-RO. As próximas instituições a iniciar a implementação serão a Cocapec, a Coocacer, a Minasul e a Exportadora Guaxupé.

Mais informações e eventuais discussões sobre essas e demais ações para o segmento poderão ser tratadas na Conferência Global de Sustentabilidade do Café (GCSC) 2018, que acontece nos dias 8 e 9 de novembro, dentro da Semana Internacional do Café 2018, em Belo Horizonte.

Sobre a Plataforma Global do Café

A Plataforma Global do Café (GCP, da sigla em inglês) é uma associação internacional com 150 membros de todos os segmentos da cadeia produtiva. Ela atua hoje em 9 países produtores (Brasil, Vietnã, Indonésia, Uganda, Colômbia, Quênia, Honduras, Tanzânia e Peru). A GCP tem como visão um setor cafeeiro sustentável que ofereça boas condições de vida para produtores e trabalhadores e assegure a oferta futura de café, enquanto protege os recursos naturais.

Related posts

LeiteShow 2018 – a maior exposição de gado leiteiro do Estado de São Paulo

Mario

Agrishow 2019: Governo do estado de SP apresenta em dois espaços projetos inovadores para o agronegócio paulista

Mario

COOPFAM: Vem aí a 4ª Festa do Café Orgânico FairTrade

Mario

Deixe um Comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais