NOTÍCIASPolítica Agrícola

Seguro Rural: Governo de SP libera R$ 26 milhões para o agronegócio

O Vice-Governador Rodrigo Garcia anunciou, nesta sexta-feira (14), o repasse de R$ 26 milhões para os agricultores do Estado de São Paulo para a cobertura de danos decorrentes de problemas climáticos.

Os recursos fazem parte da Subvenção do prêmio do Seguro Rural e, somados aos R$ 25 milhões liberados no primeiro semestre de 2020, o Governo chega à marca recorde de R$ 51 milhões de recursos destinados à proteção de diversas culturas no Estado.

“Este seguro rural é voltado principalmente aos pequenos e micro produtores do Estado de São Paulo e muito importante na aquisição das apólices de seguro rural. Com essa liberação estamos batendo um recorde de recursos aos produtores rurais em 2020 mesmo durante a pandemia”, destacou Garcia.

A Subvenção do Prêmio do Seguro Rural garante aos produtores rurais segurados a cobertura das perdas das culturas, ocasionadas por fenômenos naturais adversos e/ou perda de receita e cobertura da vida animal, bem como das perdas no pomar citrícola decorrentes de contaminação pelas bactérias Xanthomonas axonopodis pv. Citri (Cancro Cítrico) e Candidatus liberibacter ssp (Greening).

O programa é uma medida de apoio fundamental aos produtores rurais que, durante a pandemia, seguem garantindo o abastecimento e a segurança alimentar da população. De acordo com as regras do projeto, os recursos poderão ser acessados até R$ 25 mil reais por beneficiário (CPF), sendo que o produtor rural poderá receber a subvenção estadual para mais de uma cultura e ou atividade, durante o mesmo ano civil. No total, a União arca com 35% do valor do prêmio, o Estado, 32,5%, e o produtor contratante, com os 32,5% restantes.

“O agro paulista não parou graças aos esforços dos produtores rurais que continuaram empreendendo durante este período. Precisamos cada vez mais apoiar este setor, garantindo que ele possa operar com a menor interferência possível, e o seguro rural tem um importante papel neste processo”, afirmou Gustavo Junqueira, Secretário de Estado da Agricultura e Abastecimento.

As contratações podem ser realizadas por meio das seguintes companhias: Essor Seguros, Companhia de Seguros Aliança do Brasil (BB Seguros), Tokio Marine, Fairfax Brasil, MAPFRE, Porto Seguro, Allianz, Sompro Seguros, Markel, Sancor Seguros, Excelsior Seguros, Swiss Re e Too Seguros.

Apoio ao produtor paulista

No primeiro semestre de 2020, a liberação de R$ 25 milhões já permitiu beneficiar 3.900 produtores com a contratação de 5.904 apólices, com valor segurado de R$ 1 bilhão, sendo o prêmio líquido, ou seja, o valor pago pelo seguro, de R$ 78 milhões.

Em 2019, o Governo de São Paulo já havia inovado ao destinar mais de R$ 50 milhões para o projeto, o maior valor liberado até então, beneficiando 7.689 produtores diretamente, com a contratação de 14.806 Apólices.

Related posts

Para estreitar e ampliar as relações comerciais, Cdial Halal se reúne em Dubai com autoridades do Estado do Paraná

Mario

Governo identifica Norte de Minas como produtor do mel de aroeira

Mario

Lei do Autocontrole pela iniciativa privada é bem-vinda e coloca o Brasil no mesmo patamar de nações industrializadas

Mario

Deixe um Comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais