fbpx
Revista Attalea Agronegócios
Image default
Bancos e Crédito Rural Café

Santander expande crédito do FUNCAFÉ – Fundo de Defesa da Economia Cafeeira

O Santander, pela primeira vez, terá o maior volume de recursos entre os bancos públicos e privados para as linhas de crédito do FUNCAFÉ – Fundo de Defesa da Economia Cafeeira. Para a safra 2018/19, o governo disponibilizou cerca de R$ 338,6 milhões – quase 7% do total – para que o Santander ofereça o crédito a produtores e processadores nacionais de café.

O banco vem avançando na concessão geral de crédito ao setor. A carteira de crédito ampliada (que considera Recursos Obrigatórios e Livres, BNDES, Funcafé e os títulos do Agronegócio como CPR e CDCA, etc) teve um aumento de 127% entre Dezembro de 2015 e Maio 2018, chegando a R$ 14,65 bilhões, conforme números recentes da Febraban. Somente em 2017, quando o montante atingiu R$ 13 bilhões, o crescimento foi de 44% ante 2016. Se considerado somente os Recursos Obrigatórios e Livres, BNDES e Funcafé, sem os títulos, os desembolsos do Santander ao Agronegócio somam R$ 11,23 bilhões ao final de junho, alta de 0,3% na comparação com o junho de 2017. Somente para pessoa física, os financiamentos aumentaram 19,5%.

Related posts

Cafeicultores estão com medo de faltar mão de obra para a colheita que começa em breve

Prêmio Ernesto Illy tem inscrições abertas para 31ª edição

Revista Attalea Agronegócios

COCATREL realiza 2º Encontro das Mulheres do Café

Revista Attalea Agronegócios

Deixe um comentário