Image default
Café

Programa Pronutiva® auxilia produtores da Alta Mogiana a elevarem produtividade e qualidade do café

A evolução da agricultura é mensurada pelo tempo e tecnologias, que proporcionam incremento de produtividade e expansão das áreas plantadas. Na cultura do café, não é diferente. E a qualidade do grão também proporciona valor agregado tanto em tamanho de peneira (granulometria) quanto em qualidade de bebida. “Diferenciais como esses, estão diretamente ligados ao manejo da lavoura em relação à sanidade, nutrição e manejo pós-colheita”, explica Leandro Vidotti Vila Real, consultor técnico da Arysta LifeScience.

“As pessoas consomem cada vez mais café, principalmente os especiais.  Em 2018, o consumo mundial de café cresceu 2,9% em relação a 2017. Essa maior demanda e preferência pelos cafés de alta qualidade motiva os produtores a investir na melhoria da qualidade da produção do grão”, acrescenta o especialista da Arysta.

Além do desafio de incrementar a qualidade de bebida, os cafeicultores da região de Alta Mogiana, no nordeste do Estado de São Paulo, enfrentam um problema decorrente: a broca do cafeeiro. Trata-se de uma praga resistente a alguns inseticidas. “A utilização de um produto de origem biológica, a Beauveria bassiana, tem ajudado no manejo, mas há duas formas de se evitar esse problema: fazendo uma colheita de qualidade e a aplicação dos defensivos agrícolas na hora certa”, comenta Leandro Vila Real.

A Arysta LifeScience, empresa global de soluções inovadoras de Proteção de Cultivos e Melhoria da Produtividade, auxilia os cafeicultores a produzir de maneira mais sustentável e segura, utilizando as tecnologias do Programa Pronutiva®. “Nossa proposta é contribuir com soluções inovadoras que reduzem os custos, aumentam a produtividade e a qualidade dos grãos colhidos. A Arysta atua há mais de seis anos na Alta Mogiana, mantendo parceria com os principais consultores da região”, informa o especialista.

Sobre o Programa Pronutiva®

Com o objetivo de proporcionar melhor manejo sanitário e nutricional das plantas, as soluções da Arysta permitem que a cultura expresse todo o seu potencial produtivo. Para o correto manejo de pragas e doenças nos cafezais durante a florada e o enchimento de grão, a empresa oferece os fungicidas Biobac® e Kasumin®, os fisioativadores Biozyme® e K-fol®. Essa junção dos insumos biológicos com os fisioativadores e químicos possibilita à planta demonstrar todo o seu potencial, sem deixar de lado a segurança alimentar.

O Portfólio Arysta é composto por  tradicionais produtos de proteção de cultivos, como fungicidas, herbicidas, inseticidas e acaricidas entre eles Omite®, Kamsumin® e Select®, e os inovadores produtos de Biossoluções: fisioativadores compostos por bioativos que harmonizam atividades fisiológicas e também Biocontrole para controle biológico e natural de patógenos e pragas, substâncias nutritivas que atuam positivamente no vigor das plantas.

Mais informações, acesse: www.pronutiva.com.br

Sobre a Arysta LifeScience

A Arysta LifeScience é uma empresa global de soluções inovadoras de Proteção de Cultivos e Melhoria da Produtividade em uma variedade de culturas e modalidades de aplicação. Com mais de 250 princípios ativos, a Arysta LifeScience dedica-se no desenvolvimento, formulação, registro, comercialização e distribuição de produtos de Proteção de Cultivos e Especialidades, como Tratamentos de Sementes e Biossoluções. A empresa possui cerca de 3.300 colaboradores trabalhando em 60 países e uma receita de aproximadamente US$ 1,9 bilhão em 2017.

A Arysta LifeScience pertence à Platform Specialty Products Corporation (NYSE:PAH), uma produtora global de produtos químicos de alta tecnologia (www.platformspecialtyproducts.com). Para saber mais sobre a Arysta LifeScience, acesse www.arystalifescience.com

No Brasil, a empresa atua há 50 anos, conta com mais de uma centena de consultores técnicos comerciais nas principais regiões agrícolas do país e atua fortemente nos mercados de Soja, Milho, Algodão, Cana-de-Açúcar, Hortaliças, Frutas e Pastagem. Saiba mais em www.arystalifescience.com.br

 

FONTE: Monique Oliveira – TEXTO COMUNICAÇÃO CORPORATIVA
monique@textoassessoria.com.br

Related posts

Café Robusta Amazônico é elevado a patrimônio cultural e imaterial do estado de Rondônia

carlos

[Marcelo Fraga Moreira] – Mercado do Café – “Um Olho no Céu e o Outro nos Custos das Lavouras”

carlos

[Davi Moscardini] – Região da Alta Mogiana: Uma reflexão sobre 2021 e possíveis impactos do clima para 2022

Mario

Deixe um Comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais