Powered by Rock Convert
Revista Attalea Agronegócios
Image default
Florestais Máquinas e Implementos NOTÍCIAS

Komatsu lança a PC 130 para o segmento florestal

Ideal para o primeiro e segundo desbaste, a máquina possui sistema específico para a área florestal, facilitando o gerenciamento de dados (entrada e saída) e de produção e o ajuste do cabeçote

A Komatsu ForestBrasil está lançando no mercado nacional a versátil e compacta máquina PC 130 Harvester sobre esteiras, com cabeçote S82, própria para a colheita florestal. Ideal para o primeiro e segundo desbastes, PC130 é econômica, conferindo baixo consumo de combustível, sendo equipada com motor Komatsu de quatro cilindros, turbo alimentado com aftercooler, injeção direta e 98HP de potência.

Entre os diferenciais de mercado da PC 130, destacam-se o tamanho compacto (14 t, sem o cabeçote) o que facilita o a movimentação na operação de desbaste. Seu cabeçote S82 é robusto, com apenas 829 kg e capacidade de corte de 580 mm de diâmetro, que opera sob o controle do MaxiXplorer. Com kit florestal completo, possui proteção do motor e da cabine (superior extra e suspensão com amortecedor), para-brisas em Lexan 19mm e banco ergométrico.

A PC 130 vem dotada de sistema de informação, medição e controle: o EMMS (Equipament Management Monitoring System) que monitora o nível de óleo do motor, a temperatura do sistema de refrigeração, carga da bateria, obstrução do ar e a troca de óleo e filtros, entre outros. Também dispõe do Komtrax (Komatsu Tracking System) – serviço de monitoramento gratuito da Komatsu que está completando 10 anos – que opera via satélite, fornecendo informações, tais como: localização por GPS, horas trabalhadas, consumo de combustível, gerenciamento de manutenção, alertas, acompanhamento de dados de operação, bloqueio e desbloqueio remoto da máquina.

Para área florestal – “Especificamente para a área florestal, a Komatsu desenvolveu o MaxiFleet que possibilita a gestão completa da máquina ou de uma frota de equipamentos Komatsu. Esse sistema é dotado de diferentes níveis de controle e proporciona fácil acesso aos dados de produção, variáveis operacionais e de manutenção dos equipamentos”, informa Edson Martini, diretor executivo da Komatsu Forest.

Segundo Martini, a PC 130 é um projeto que foi desenvolvido e testada pela Komatsu no ano passado, que teve pré-lançamento na Lignum, em setembro de 2017, e apresentada ao mercado durante a Feira Florestal Expoforest, em abril de 2018. A partir de julho a Komatsu começou um programa de demonstrações iniciando com um “Dia do Campo”, na Florestal Itupiranga, em Rio Negrinho, em Santa Catarina.

Sobre a Komatsu

A Komatsu instalou-se no Brasil em 1975 na cidade de Suzano, São Paulo, em uma área de 634.000 m². A fábrica brasileira foi a primeira planta fora do Japão, fazendo parte da estratégia de expansão global com um parque fabril completo com fundição própria e processos de usinagem, caldeiraria, montagem, inspeção final e expedição.

Em 1997, inaugurou a segunda planta no Brasil, na cidade de Arujá, ocupando uma área total de 24.000 m² onde são produzidos tanques, caçambas, cabines, chassis e chaparia em geral. Em 1998, criou a Komatsu Brasil Internacional, subsidiária de vendas destinada exclusivamente a cuidar do mercado brasileiro.

A Komatsu Forest foi criada a partir da aquisição da empresa Partek Forest em 2004, que incorporou a subsidiária brasileira, que foi fundada em 1972.

Hoje, a Komatsu atua nos segmentos de infraestrutura, agricultura, mineração, rodoviário, ferroviário, aeroportuário, hidroelétrico, petroquímico e florestal.

Fonte: Rita Dias – INFORMATIVA MÍDIA 

rita@informativamidia.com.br

Related posts

Luckin Coffee, a empresa chinesa que mexeu com o mercado internacional de café

Revista Attalea Agronegócios

CATI Regional Bauru e APTA Polo Regional realizam capacitação sobre derivados da cana de açúcar

ABIMAQ solicita aporte de recursos para o Moderfrota

Revista Attalea Agronegócios

Deixe um comentário