Powered by Rock Convert
Revista Attalea Agronegócios
Image default
Florestais Máquinas e Implementos NOTÍCIAS

Komatsu lança a PC 130 para o segmento florestal

Ideal para o primeiro e segundo desbaste, a máquina possui sistema específico para a área florestal, facilitando o gerenciamento de dados (entrada e saída) e de produção e o ajuste do cabeçote

A Komatsu ForestBrasil está lançando no mercado nacional a versátil e compacta máquina PC 130 Harvester sobre esteiras, com cabeçote S82, própria para a colheita florestal. Ideal para o primeiro e segundo desbastes, PC130 é econômica, conferindo baixo consumo de combustível, sendo equipada com motor Komatsu de quatro cilindros, turbo alimentado com aftercooler, injeção direta e 98HP de potência.

Entre os diferenciais de mercado da PC 130, destacam-se o tamanho compacto (14 t, sem o cabeçote) o que facilita o a movimentação na operação de desbaste. Seu cabeçote S82 é robusto, com apenas 829 kg e capacidade de corte de 580 mm de diâmetro, que opera sob o controle do MaxiXplorer. Com kit florestal completo, possui proteção do motor e da cabine (superior extra e suspensão com amortecedor), para-brisas em Lexan 19mm e banco ergométrico.

A PC 130 vem dotada de sistema de informação, medição e controle: o EMMS (Equipament Management Monitoring System) que monitora o nível de óleo do motor, a temperatura do sistema de refrigeração, carga da bateria, obstrução do ar e a troca de óleo e filtros, entre outros. Também dispõe do Komtrax (Komatsu Tracking System) – serviço de monitoramento gratuito da Komatsu que está completando 10 anos – que opera via satélite, fornecendo informações, tais como: localização por GPS, horas trabalhadas, consumo de combustível, gerenciamento de manutenção, alertas, acompanhamento de dados de operação, bloqueio e desbloqueio remoto da máquina.

Para área florestal – “Especificamente para a área florestal, a Komatsu desenvolveu o MaxiFleet que possibilita a gestão completa da máquina ou de uma frota de equipamentos Komatsu. Esse sistema é dotado de diferentes níveis de controle e proporciona fácil acesso aos dados de produção, variáveis operacionais e de manutenção dos equipamentos”, informa Edson Martini, diretor executivo da Komatsu Forest.

Segundo Martini, a PC 130 é um projeto que foi desenvolvido e testada pela Komatsu no ano passado, que teve pré-lançamento na Lignum, em setembro de 2017, e apresentada ao mercado durante a Feira Florestal Expoforest, em abril de 2018. A partir de julho a Komatsu começou um programa de demonstrações iniciando com um “Dia do Campo”, na Florestal Itupiranga, em Rio Negrinho, em Santa Catarina.

Sobre a Komatsu

A Komatsu instalou-se no Brasil em 1975 na cidade de Suzano, São Paulo, em uma área de 634.000 m². A fábrica brasileira foi a primeira planta fora do Japão, fazendo parte da estratégia de expansão global com um parque fabril completo com fundição própria e processos de usinagem, caldeiraria, montagem, inspeção final e expedição.

Em 1997, inaugurou a segunda planta no Brasil, na cidade de Arujá, ocupando uma área total de 24.000 m² onde são produzidos tanques, caçambas, cabines, chassis e chaparia em geral. Em 1998, criou a Komatsu Brasil Internacional, subsidiária de vendas destinada exclusivamente a cuidar do mercado brasileiro.

A Komatsu Forest foi criada a partir da aquisição da empresa Partek Forest em 2004, que incorporou a subsidiária brasileira, que foi fundada em 1972.

Hoje, a Komatsu atua nos segmentos de infraestrutura, agricultura, mineração, rodoviário, ferroviário, aeroportuário, hidroelétrico, petroquímico e florestal.

Fonte: Rita Dias – INFORMATIVA MÍDIA 

rita@informativamidia.com.br

Related posts

Operações de intralogísticas representam em torno de 25% dos gastos das empresas

Revista Attalea Agronegócios

Vetoquinol finaliza aquisição da Clarion Biociências no Brasil

Cafeicultores aproveitam posição geográfica do Paraná para se destacar com cafés especiais

Revista Attalea Agronegócios

Deixe um comentário