Powered by Rock Convert
Revista Attalea Agronegócios
Café Cafés Especiais EVENTOS - DESTAQUES

I Workshop Nutrição do Cafeeiro leva conhecimento sobre mercado, manejo, qualidade e produtividade da cultura

Promovido pela Yara, evento reuniu especialistas e produtores, em Varginha (MG), para debater a sustentabilidade do café.

Com o objetivo de propiciar a troca de experiências e unir os elos da cadeia do café, a Yara, líder mundial em nutrição de plantas, realizou nos últimos dias, em Varginha (MG), o I Workshop Nutrição do Cafeeiro. O encontro abordou o mercado global do café, a fertilidade do solo, a importância da nutrição correta para qualidade e aumento da produtividade, além da apresentação de pesquisas sobre a cultura.

O Brasil é o maior produtor e exportador de café do mundo, assim como o segundo maior consumidor com quase 23 milhões de sacas por ano, atrás apenas dos Estados Unidos. Com origem na Etiópia, o café é hoje a segunda bebida mais consumida no mundo, só perde para a água. A expectativa é de que o consumo global aumente de 150 milhões de sacas, em 2015, para cerca de 200 em 2025. No Brasil, a média é de 839 xícaras de café por pessoa anualmente, segundo dados da Euromonitor International.

mercado mundial e o futuro do café foram temas de destaque durante o workshop. João Moraes, gerente global de café da Yara, abordou os principais desafios do cafeicultor como baixa produtividade, mudanças climáticas, falta de mão de obra e fatores que ameaçam a qualidade. Ele ressaltou que 90% do mercado mundial é composto por pequenos produtores, sendo assim a sucessão familiar também é um ponto de atenção e é necessário atrair as novas gerações para o negócio.

Neste cenário, também é preciso ressaltar a importância do segmento de cafés especiais, que tem crescido a uma taxa de aproximadamente 20% ao ano e deve representar cerca de 5% do consumo nacional até 2021. “É um momento de transformação em que o mundo pede um novo café. E a nutrição é um componente-chave para a sustentabilidade do setor, que engloba três pilares: econômico, social e ambiental. A Yara desenvolve soluções inovadoras para o cafeicultor e promove parcerias com toda a cadeia para contribuir com o futuro do café”, afirma João Moraes.

Entre os palestrantes, o evento contou com o renomado pesquisador Dr. José Antônio Quaggio, do Instituto Agronômico de Campinas (IAC), que falou sobre os avanços na nutrição do cafeeiro com ênfase no suprimento de alguns nutrientes. Por meio de resultados de estudos, Quaggio ressaltou as melhores respostas do cafeeiro ao nitrogênio na forma de nitrato e os ganhos de produtividade e qualidade com a utilização de fontes balanceadas de nitrogênio, cálcio e potássio.

No evento também foram apresentadas pesquisas realizadas pela Yara sobre a cultura do café. Em um levantamento utilizando cerca de 80 mil análises de solo e 10 mil de folha identificou-se uma forte deficiência de fósforo, magnésio, boro e zinco nos cafeeiros de Minas Gerais. Esses elementos são fundamentais para o crescimento das raízes, absorção de água e nutrientes, para crescimento de folhas saudáveis e desenvolvimento dos tecidos reprodutivos. Estudo feito pelo Instituto Federal de Muzambinho (MG) em parceria com a Yara mostrou que a aplicação de boro e zinco aumentou a produtividade da planta em até 15 sacas por hectare ao longo de dois anos.

Durante o encontro, também foi apresentado o Programa Nutricional NossoCafé, que engloba o novo fertilizante foliar YaraVita Café e aumenta em média 15% a produtividade, de acordo com resultados de mais de 200 lavouras demonstrativas. “A nutrição equilibrada em cada fase, do plantio até a colheita, é determinante para melhoria da fertilidade do solo, resistência a estresses bióticos e abióticos, diminuição do impacto ambiental, longevidade do cafezal, alta produtividade e qualidade dos grãos e da bebida final”, afirma Kaio Dias, especialista agronômico da Yara.

Yara presente na valorização do setor cafeeiro

Com o objetivo de reconhecer os melhores cafeicultores do País e estimular o cultivo de grãos de alta qualidade, a Yara criou o Concurso NossoCafé, que terá sua terceira edição em 2019. Com a iniciativa, a companhia busca despertar um novo olhar para o setor, reconhecendo produtores e a qualidade de seus cafés a um nível de excelência mundial. As inscrições terão início em setembro e o resultado será divulgado na Semana Internacional do Café, de 20 a 22 de novembro, em Belo Horizonte.

Em 10 e 11 de julho, a Yara participou do II Fórum Mundial de Produtores de Café, em Campinas (SP). O evento reuniu cerca de 1500 pessoas de mais de 40 países, entre agricultores, especialistas, autoridades e representantes de toda a cadeia cafeeira, para debater os principais desafios em torno do café, cultura que move mais de 25 milhões de famílias em todo o mundo. Após o encontro, a organização divulgou os principais pontos que devem ser trabalhados nos próximos anos para garantir a sustentabilidade do setor.

 

FONTE: Lygia Conde (11) 3817-7971– Grupo CDI – Comunicação e Marketing
 lygia@cdicom.com.br 

Powered by Rock Convert

Related posts

[Marco Antônio Jacob] – O momento de discutir uma verdadeira politica cafeeira

Revista Attalea Agronegócios

Morgan Sementes: novo híbrido reúne melhoramento genético e biotecnologia de ponta

Revista Attalea Agronegócios

[Grupo Vittia – Samaritá] – Importância do Cobre no Cafeeiro

Revista Attalea Agronegócios

Deixe um comentário