fbpx
Revista Attalea Agronegócios
EVENTOS - DESTAQUES NOTÍCIAS Ovinos e Caprinos

FENOVI 2021: Convênio com o Governo de SP permitirá expansão da ovinocultura paulista

A ovinocultura paulista deu um importante passo para seu desenvolvimento e expansão com a assinatura de um convênio com o Governo de São Paulo, que prevê a realização de provas de performance e eficiência alimentar para reprodutores das raças Dorper e White Dorper. Elas serão realizadas pelo Instituto de Zootecnia de Nova Odessa, órgão vinculado à Secretaria de Agricultura e Abastecimento (SAA), sob coordenação da Associação Brasileira dos Criadores das Raças Dorper e White Dorper (ABCDorper). A assinatura do convênio foi realizada na manhã deste domingo, 12 de dezembro, marcando o último dia da FENOVI – Feira Noroeste Paulista de Ovinos, no Recinto de Exposições “Alberto Bertelli Lucatto”. 

Estiveram presentes no ato solene o secretário estadual de Agricultura e Abastecimento, Itamar Borges, o prefeito de São José do Rio Preto, Edinho Araújo, o secretário municipal de Agricultura e Abastecimento, Pedro Pezzuto, o presidente da ABCDorper, Valdomiro Poliselli Júnior, o presidente da Associação Paulista dos Criadores de Ovinos (ASPACO), Francisco Manoel Nogueira Fernandes, e o presidente da Associação Noroeste Paulista de Ovinocultores (ANPOVINOS) e da FENOVI, Paulo Vianna. 

O presidente da ABCDorper destacou em seu discurso que a FENOVI é fruto do comprometimento da Prefeitura de Rio Preto e da ASPACO em fazer da região um importante polo de ovinocultura. A assinatura do convênio com o governo estadual é mais um passo para que esse projeto se concretize. “O Instituto de Zootecnia é um dos centros de pesquisa mais importantes do Brasil e a realização de provas de performance e eficiência alimentar com reprodutores é um importante incremento para as raças Dorper e White Dorper”, declarou Poliselli Júnior.

O prefeito Edinho Araújo reforçou a importância da FENOVI e do convênio estadual que fomentará as raças Dorper e White Dorper em São Paulo. “Estamos falando de produção, de emprego, de renda e de aquecer a economia depois de uma pandemia que atingiu em cheio a todos. Isso é feito com a união de esforços, ações planejadas, foco e objetivo”, disse o chefe do executivo municipal, que anunciou a construção de dormitórios para tratadores de animais no Recinto de Exposições.

 O secretário estadual de Agricultura e Abastecimento sinalizou que outras raças ovinas serão beneficiadas futuramente pelos testes que serão feitos pelo Instituto de Zootecnia. “A ASPACO já nos solicitou que outras raças sejam incluídas, e futuras parcerias serão firmadas. Vamos desenvolver a ovinocultura paulista e sermos autossuficentes para atender nossa demanda”, destacou Borges.

Também prestigiaram a cerimônia de assinatura do convênio o presidente da Acirp, Kelvin Kaiser, o vereador Jean Charles, que representou o legislativo rio-pretense, o secretário-executivo da Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento, Francisco Matturro, o futuro presidente da ABCDorper, Luís Barroso Brito, e os prefeitos de Olímpia, Fernando Augusto Cunha, e de Urupês, Alcemir Cássio Gréggio, o Bica, entre outras autoridades.

 Ovinocultura sustentável

Segundo o veterinário Ricardo Lopes Dias da Costa, veterinário, pesquisador e professor do Instituto de Zootecnia, os testes de performance e eficiência alimentar têm o objetivo de deixar a ovinocultura mais eficiente e sustentável, pois permitem uma redução significativa nos gastos do criador com alimentação do animal. “Nossos testes conseguiram chegar a animais que apresentam o mesmo ganho de peso consumindo menos alimentos, numa redução de 40%. É um resultado bastante expressivo para o ovinocultor, pois a alimentação é um dos itens mais caros do confinamento animal.” 

Nas provas de performance e eficiência alimentar, segundo Costa, são monitoradas várias características do ovino, entre elas o consumo alimentar residual, que permite mais ganho de peso com menos alimentação. “Essa melhora de eficiência ainda é transmitida pelo animal aos seus descendentes.” 

Exemplares de ovinos da Raça Dorper. (Créditos: Arnaldo Mussi).

Setor da borracha 

Em mais um ato institucional realizado na FENOVI na manhã deste domingo, 12 dezembro, a secretaria estadual de Agricultura e Abastecimento e a Associação Paulista de Produtores e Beneficiadores de Borracha (APABOR) assinam uma resolução para produção de mudas de seringueira não comerciais. A iniciativa é relevante, considerando o fato de a produção de mudas vir sofrendo problemas estruturais e necessitar de investimentos em viveiros. 

A FENOVI tem a correalização da Prefeitura, por meio da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, e apoio da Associação Brasileira dos Criadores de Ovinos (ARCO), da Associação Paulista dos Criadores de Ovinos (ASPACO) e da Associação Brasileira dos Criadores de Dorper e White Dorper (ABCDorper). 

Para outras informações sobre a FENOVI, acesse www.fenovi.com.br

FONTE: Melissa Cerozzi – Thecer Comunicação Integrada
thecercomunicacao@gmail.com – (11) 99434-6507

Related posts

Plantadeira Momentum da Massey Ferguson é a ganhadora do prêmio Machine Of The Year 2020/2021 na categoria ‘Semeadora’

Revista Attalea Agronegócios

Encontro Nacional Top Managers reúne gestores públicos de todo o país e provoca reflexões

Tecnoshow 2019: Agrolord levará tecnologia e inovação ao agricultor

Revista Attalea Agronegócios

Deixe um comentário