Bovinos de CorteEVENTOS - DESTAQUES

FENASUL EXPOLEITE: ASCRIBU premia melhores búfalos das raças Murrah e Mediterrânea

Julgamento aconteceu no terceiro dia do evento no Parque Assis Brasil, em Esteio (RS), e teve 11 búfalos em pista.

 Os búfalos ocuparam a pista de julgamento do Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS), ao cair da tarde da sexta-feira, 19 de maio. Desfilaram, para o olhar atento do jurado Luís Fernando Aguirre, diretor Técnico da Associação Sulina de Criadores de Búfalos (Ascribu), exemplares dos criatórios Búfalas do Pampa, expostos pelo Grupo de Estudos de Bubalinos (Gebu) da Ufrgs, e O Butiá.

Do conjunto de animais, formado praticamente apenas por terneiros, foram analisados, pelo jurado, aspectos que levassem em consideração não só a conformidade da raça, mas os econômicos para uma criação. Assim, Aguirre conta que valorizou mais a conformidade de traseiro, arqueamento de costela, do que chifre, por exemplo, que é um padrão importante para caracterização da raça. “Tentei aliar a caracterização racial com alguma característica já de uma fêmea que vai ser uma vaca no futuro. E aí, entra arqueamento de costela, tamanho de perna, o desenvolvimento como um todo, mas hoje tentei enxergar elas como promissoras e futuras vacas que precisam ter algumas características como uma máquina biológica, que quanto mais combustível tem, mais produz”, explicou o jurado.

A presidente Ascribu, Desireé Möller, destacou que foram julgados 11 animais, e destes a maioria eram terneiros, com menos de 12 meses. Segundo ela, como para a classificação de um Grande Campeão o que se espera de um animal é sua total produção futura e que de um terneiro macho de dez meses, é avaliado o que poderá vir a ser. “É uma projeção de futuro, então é um pouco mais difícil dar Grande Campeonato a um animal jovem”, ressalta.

A criadora e médica-veterinária Desireé Hastenpflug Möller, primeira Presidente mulher da Associação Sulina de Criadores de Búfalos (Ascribu).

Foram premiados como Grandes Campeões da Raça Murrah, o touro Alegrete Puie 220 e a fêmea Cachoeira da BP. Ambos foram expostos pelo Ufrgs EEA/Gebu e o criador é Búfalas do Pampa, de Rosário do Sul (RS). Já da raça Mediterrânea, os campeões foram o macho Brinco 06 Carlos e a fêmea Brinco 08 Fernanda, ambos de 10 meses e a fêmea Grande Campeã Brinco 2088 Teca, de 15 meses, criados e expostos por O Butiá, de Viamão (RS). 

FONTE: AgroEffective Assessoria de Imprenssa

Related posts

ESALQSHOW termina com discussão sobre o profissional do futuro

Mario

Grão de Ouro, uma empresa Agrogalaxy, realiza Dia de Campo de manejo nutricional e biológico

Mario

Bovaer®: Fazenda inteligente e não prejudicial ao clima

Mario

Deixe um Comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais