fbpx
Revista Attalea Agronegócios
Aves e Suínos Comércio Exterior NOTÍCIAS

Exportação de carne de frango para os Emirados Árabes aumenta em quase 30% em 2021

O Brasil se mantém como um importante exportador de carne de frango para os países árabes, especialmente para os Emirados Árabes Unidos. Dados da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) destacam que os produtos exportados para o Oriente Médio somam 1,33 milhões de toneladas em 2021, sendo os Emirados Árabes Unidos o principal destino, com aumento de 29% em relação a 2020.

Para o gerente de Relações Internacionais da Cdial Halal, Omar Chahine, a procura mundial por alimentos saudáveis, seguros e de alta qualidade aumentou ainda mais durante a pandemia e isso seria uma justificativa para o aumento de exportação de carne de frango aos países árabes, principalmente os EAU. “A ótima relação entre Brasil e os Emirados Árabes Unidos, e esta parceria de longo prazo, faz com que aquele país enxergue o Brasil como o seu principal fornecedor de proteína animal. Isso porque, o Brasil tem a facilidade de atender as normativas halal e se adequar às exigências que outros países não conseguem, o que fez com que os números aumentassem em 2021”.

E Chanine enfatiza que as expectativas são otimistas para 2022. “A tendência é de que esse número só aumente devido à alta procura daquele país por proteína halal de alta qualidade, categoria na qual o Brasil destaca-se em âmbito mundial”.

Exportações carne de frango

O Brasil alcançou um total de 4,6 milhões de toneladas de carne de frango exportadas em 2021, maior volume já registrado pelo setor em um único ano, sendo 9% superior ao total exportado pelo Brasil em 2020, sendo a ABPA. Já a receita das exportações totalizou US$ 7,66 bilhões em 2021, um crescimento de 25,7% em relação a 2020.

Exportações halal

Os países árabes estão, cada vez mais, consolidando-se como importantes parceiros comerciais e destino de vários produtos brasileiros que tenham a certificação halal. Dados divulgados pela Câmara de Comércio Árabe-Brasileira (CCAB), que mostram um valor consolidado de mais de US$ 12 bilhões em exportações para países árabes entre janeiro e novembro de 2021.

Hoje os países árabes representam o terceiro destino das exportações brasileiras, atrás apenas da China e dos Estados Unidos. Os dados divulgados pela CCAB mostram que nos onze meses de 2021 as exportações para esses destinos somaram US$ 12 bilhões e, nesse período, aumentaram 25,3%.

Entre os principais produtos exportados para essas localidades estão o minério de ferro, açúcar e carne de frango que, juntos, entre janeiro e novembro de 2021, tiveram uma receita de mais de US$ 8 bilhões.

Cdial Halal

É a certificadora da América Latina acreditada pelos principais órgãos oficiais dos Emirados Árabes (EIAC) e do Golfo (GAC), o que confere seriedade e competência nos segmentos que atua. Também é a primeira da América Latina a conquistar a categoria “N” para cosméticos e fármacos. Esta certificação é aceita em todo o mundo, inclusive nos países de maior população muçulmana como Malásia, Indonésia, Singapura e Golfo Pérsico (ou Golfo Árabe).

FONTE: Lucia Nunes – LN Comunicação
11 99968.4105
assessoriadeimprensa@lncomunicacao.com.br

Related posts

Fintech Turn2C leva consórcio 2.0 para o agronegócio

Revista Attalea Agronegócios

Conselho Monetário Nacional (CMN) aprova medidas para o setor leiteiro

Revista Attalea Agronegócios

New Holland lança novos portais de telemetria e suporte para gestão da frota

Revista Attalea Agronegócios

Deixe um comentário