CooperativasEVENTOS - DESTAQUES

ENCA 2019: Cooperativas ajudam a melhorar gestão do negócio

Aumentar a produtividade, reduzir custos e otimizar recursos com tecnologias e inovações estão entre os benefícios da Coopercitrus oferecidos aos associados.

Esse ano, a programação do Encontro Nacional das Cooperativas Agropecuárias (ENCA), um dos eventos mais importantes e tradicionais do agronegócio do país, que acontece em Campinas, nos dias 4 e 5 de junho, em Campinas (SP) pretende levar conhecimento aos líderes cooperativistas de todo o país. Para falar com propriedade sobre os enfrentamentos, riscos e também sobre as soluções e oportunidades do setor, diversos presidentes de cooperativas estarão relatando suas experiências.

O presidente da Cooperativa de Produtores Rurais (Coopercitrus), Fernando Degobbi, ministrará palestra no dia 5 de junho sobre a Expansão Territorial – Desafios e Oportunidades. A Coopercitrus é considerada uma das maiores cooperativas do Brasil e a maior do Estado de São Paulo na comercialização de insumos, máquinas e implementos agrícolas. Com mais de 60 filiais, apoio técnico e estrutura para o atendimento das mais diversas culturas em São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso, Paraná, Goiás e Tocantins, a cooperativa conta com uma carteira de associados de mais de 35 mil agropecuaristas, além do apoio de milhares de colaboradores. Em 2018, registrou um faturamento de R$ 4,11 bilhões.

A Coopercitrus possui um plano de expansão e chegará em breve em Goiás, com uma loja em Itumbiara, além das inaugurações nos municípios de Alfenas (MG) e Votuporanga (SP). Em Minas, o carro-chefe será o café, com armazém para recebimento de grãos em parceria com a trading chinesa Cofco International, que armazenará os grãos e terá preferência na compra. Em Goiás, o armazenamento de insumos que gerará negócios. Só em 2018, a cooperativa movimentou R$ 1,1 bilhão no segmento de defensivos agrícolas.

Na Coopercitrus, a produção de cana-de-açúcar é o atual carro-chefe dos negócios e o mercado melhorou. “Nos últimos anos, devido à estratégia de diversificação de culturas, café, grãos e pecuária ganharam mais espaço na Coopercitrus. No entanto, a cana de açúcar ainda ocupa a maior área de cultivo desde que os preços internacionais de açúcar se estagnaram em patamares baixos, o que reduz a rentabilidade e faz com que a Cooperativa se aproxime mais dos produtores com suporte técnico, financeiro e comercial”, explica Degobbi.

Por meio da cooperativa, o presidente da Coopercitrus afirma que é possível que o pequeno e médio cheguem ao mesmo nível do grande produtor. E a cooperativa tem feito de tudo para atingir esse propósito, ajudando os cooperados a aumentar a produtividade, reduzir custos e otimizar recursos com tecnologias e inovações. Com isso, a redução com os custos está na casa dos 30%. “Sem dúvida, o que tem viabilizado as atividades agrícolas atualmente é o uso racional de recursos, suporte técnico, consequentemente, menores custos por unidades produzidas”, avalia.

FONTE: Aliteia Milagre – SERIFA COMUNICAÇÃO
assessoria7@serifacomunicacao.com.br

Related posts

AGRISHOW 2023: DJI Agras T40, drone revolucionário da Coopercitrus é destaque na feira 

Mario

CONBAP 2024: John Fulton, presidente da International Society of Precision Agriculture, abre a programação

carlos

Dia de Campo da Competição de cultivares da AgroBrasília será realizado no dia 15

Mario

Deixe um Comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais