Powered by Rock Convert
Revista Attalea Agronegócios
Equinos e Muares EVENTOS - DESTAQUES

Em constante crescimento, mercado de equinos movimenta R$ 16,5 bi ao ano no Brasil

Animais atraem investidores e apaixonados, além de aquecer a economia do país.

Com 5,9 milhões de animais , o Brasil tem hoje o terceiro maior rebanho de equinos do mundo, perdendo apenas para China e México. Responsáveis pelo desenvolvimento dos principais ciclos econômicos do país, desde o Pau-Brasil, passando pelo açúcar e os metais preciosos, esses animais continuam movimentando a economia no século XXI, seja na lida, no lazer ou nas competições.

Mesmo com a automação promovida pela tecnologia, inclusive no campo, a indústria do cavalo continua empregando hoje seis vezes o que emprega a indústria automobilística no país. A atividade movimenta anualmente R$ 16,5 bilhões e gera cerca de 3 milhões de postos de trabalho. Os dados são do Estudo do Complexo do Agronegócio Cavalo, realizado pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz/Universidade de São Paulo (Esalq/SP).

Entre os destaques desse nicho econômico, estão os animais da raça Mangalarga Marchador, que no ano passado apresentou um crescimento de 15% no número de negócios e criadores. Fruto do cruzamento de cavalos Álter, de origem portuguesa, com éguas selecionadas para sela, o sucesso da raça se deve à versatilidade que o animal apresenta: o atual plantel de 620 mil cabeças se divide entre animais utilizados no trabalho, lazer e esporte.

A diretoria da ABCCMM garante que o cenário é otimista. Hoje a entidade congrega 17.500 mil associados divididos em 81 núcleos nacionais e internacionais. Números que não param de crescer, são centenas de novos criadores do Mangalarga Marchador todo mês. Em 2018 foram 393 leilões, quase um para cada dia do ano, e movimentou um total de aproximadamente R$ 127 milhões.

Belo Horizonte recebe 38ª Exposição Nacional do Cavalo Mangalarga Marchador

Para os criadores e apaixonados pela raça, a ABCCMM realiza de 16 a 27 de julho a 38ª Exposição Nacional do Cavalo Mangalarga Marchador, no Parque “Bolivar de Andrade” (Parque da Gameleira).

Os 12 dias de evento vão além de leilões, competições e palestras técnicas. Com o sucesso das últimas edições, a exposição vem crescendo e incorporando programação para toda a família. Esta edição contará com circuito gastronômicos com deliciosas opções, choperia, lounges para descanso e confraternização, fraldário e drogaria.

Para a criançada, haverá Espaço Kids com brinquedos, jogos interativos, games, além de uma minifazenda com diversos animais.

SERVIÇO
38ª Exposição Nacional do Cavalo Mangalarga Marchador
Data: 16 a 27 de julho
Horário: 8h às 22h
Local: Parque da Gameleira
Entrada
Segunda, terça e quarta – R$ 30 (inteira) R$ 15 (meia)
Sexta, sábado e domingo – R$ 50 (inteira) R$ 25 (meia)

Estacionamento:
Para carro – R$ 10,00 a hora e R$ 50,00 a diária a partir de 5 horas de permanência
Para moto – R$ 5,60 a hora e R$ 25,00 a diária

Venda de ingresso:
Na portaria do evento ou no site
zapify.com.br (www.zapify.com.br/38o-exposicao-nacional-do-cavalo-mangalarga-marchador)

FONTE: Rachel Wardi Lopez – INTERFACE COMUNICAÇÃO
www.interfacecomunicacao.com.br

Powered by Rock Convert

Related posts

Bahia Farm Show 2018: Massey Ferguson destaca muitas novidades na feira.

Revista Attalea Agronegócios

SIC 2018: Equipamentos para café torrado são os destaques da Pinhalense

Revista Attalea Agronegócios

FEMAGRI 2019: Abanador e Lavador Mecânico são lançamentos da Palinialves na feira

Revista Attalea Agronegócios

Deixe um comentário