fbpx
Revista Attalea Agronegócios
HortiFruti

Batata: Corteva Agriscience apresenta lançamento para controle de pinta preta

A Corteva Agriscience segue investindo na cultura da batata e lança ao mercado o fungicida Acapela®, que vem completar o robusto portfólio da companhia para o segmento, com soluções para todas as etapas de desenvolvimento do cultivo, nos segmentos de fungicidas e inseticidas. No Brasil, a batata é considerada a hortaliça mais importante, com produção anual de cerca de 3,5 milhões de toneladas e área de 100 mil hectares, segundo a Associação Brasileira da Batata (ABBA).

O lançamento conta com a tecnologia Onmira™ Active, a estrobilurina da Corteva, uma das mais modernas picoxistrobinas do mercado, com características únicas para combater a segunda doença de maior importância econômica para a cultura da batata, a pinta preta (Alternaria Solani). O fungo tem alta capacidade de esporulação e fácil disseminação pelo vento, além de ser capaz de provocar desfolha total das plantas e lesões nos tubérculos, reduzindo o ciclo da cultura e causando baixas produtividades.

“A cultura da batata é desafiadora e a Corteva está ao lado dos agricultores com as melhores soluções para que conquistem boa qualidade, altas produtividades e maior rentabilidade. Com fórmula exclusiva, Acapela® promove proteção superior por mais tempo e resultados visivelmente melhores”, afirma Alison Rampazzo, Líder de Portfólio da Linha Hortifrúti da Corteva.

O novo fungicida auxilia na fisiologia e sanidade das plantas, possui ação preventiva, curativa pós-inicial e efeito anti-esporulante para controle da doença. Com o ingrediente ativo picoxistrobina, o produto oferece rápida absorção após a aplicação, movimento sistêmico e translaminar, redistribuição por vapor e capacidade de se difundir por meio das camadas cerosas das folhas. Outro ponto a destacar é que Acapela® mantém a planta verde por um período maior, o que aumenta o rendimento e, consequentemente, a lucratividade do bataticultor.

Para mais informações, acesse:
www.corteva.com.br/produtos-e-servicos/linha-hortifruti/linha-batata.html

Boas Práticas Agrícolas

Todas as tecnologias da Corteva contam com orientações sobre sua correta utilização, além de passarem por rigorosos testes antes de serem aprovadas pelos órgãos regulatórios. A companhia também possui um programa robusto de Boas Práticas Agrícolas, que percorre diversos estados do Brasil promovendo treinamentos técnicos para produtores, agrônomos e consultores sobre manejo de plantas daninhas, manejo integrado de pragas, manejo de doenças, tecnologia da aplicação e segurança do trabalhador.

Sobre a Corteva Agriscience

A Corteva Agriscience é uma empresa de capital aberto que oferece aos agricultores de todo o mundo o mais completo portfólio de insumos do setor, como sementes, proteção de cultivos e soluções digitais para maximizar a produtividade e a rentabilidade dos produtores. A empresa é detentora de algumas das marcas mais reconhecidas na agricultura (Pioneer®, Granular®, Brevant™ Sementes e premiados produtos de Proteção de Cultivos), trabalhando ativamente no desenvolvimento e lançamento de produtos por meio de seu robusto pipeline de química ativa e tecnologias. A empresa está empenhada em trabalhar com toda a cadeia para cumprir o seu propósito de enriquecer a vida daqueles que produzem e consomem, garantindo o progresso para as próximas gerações. A Corteva Agriscience tornou-se uma empresa independente em 1º de junho de 2019. Antes dessa data, era Divisão Agrícola da holding DowDuPont. Mais informações disponíveis em www.corteva.com

Acompanhe a Corteva Agriscience em Facebook, Instagram, LinkedIn, Twitter e YouTube.

FONTE: InPress Porter Novelli – Lygia Conde – lygia.conde@inpresspni.com.br

Related posts

Plantio superadensado de Cajueiro-Anão triplica a produtividade

Revista Attalea Agronegócios

MAPA alerta para reforço no monitoramento da praga Foc R4T, que ataca a bananeira

Revista Attalea Agronegócios

França se prepara para invasão de ‘percevejos diabólicos’ na próxima primavera

Revista Attalea Agronegócios

Deixe um comentário