Powered by Rock Convert
Revista Attalea Agronegócios
Máquinas e Implementos

Cooperativismo acelera acesso dos pequenos produtores as grandes tecnologias

Por meio de parceria com as cooperativas, empresas como a J.Assy tornam acessíveis suas soluções a todas as categorias de agricultores.

As tecnologias são importantes aliadas para se produzir com a máxima eficiência. Os grandes produtores, que são a ponta da pirâmide, já dispõem e fazem uso delas, e com isso, alguns deles, inclusive, já colhem até três safras por ano. Mas, para os agricultores de menor porte, o acesso a essas tecnologias muitas vezes torna-se mais restrito.

Para reverter este cenário, uma das soluções mais eficientes e que vem ganhando força no campo é o cooperativismo. A iniciativa oportuniza acesso aos agricultores familiares, além da otimização da compra de insumos, facilidade para a comercialização de produtos agrícolas, ampliação da capacidade de armazenagem e claro, as novas ferramentas disponíveis hoje no mercado em uma proporção que jamais conseguiriam sozinhos.

De acordo com o levantamento da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), atualmente há 1.618 cooperativas do ramo agropecuário no Brasil. São mais de 198 mil pessoas empregadas e mais de 1 milhão de produtores rurais associados que dispõem de soja, milho, café, trigo, carne, ovos, leite e outros.

Visando esse nicho de mercado, e a fim de levar suas tecnologias principalmente aos pequenos e médios produtores, é que a J.Assy, especialista no desenvolvimento de soluções tecnológicas para o agronegócio, amplia suas parcerias com as maiores cooperativas do Brasil. Com a estratégia, a ideia é que esses agricultores sejam os primeiros a implementarem e difundirem as novas tecnologias.

Umas dessas parceiras é a Cooperativa Agroindustrial dos Produtores Rurais do Sudoeste Goiano, mais conhecida como Comigo, de Rio Verde (GO). Focada no beneficiamento, industrialização e comercialização de produtos agropecuários, a cooperativa conta atualmente com 7,5 mil cooperados com faturamento no último ano de R$ 4,3 bilhões.

De acordo com Eurípedes Soares de Oliveira, gerente administrativo da Comigo, uma das maneiras mais eficientes da cooperativa levar aos seus produtores o que há de mais moderno de tecnologia é por meio de parcerias com empresas. “Elas são importantes porque nos dão tranquilidade para fazer a venda, pois a fábrica nos assegura em termos pós-venda e garantia”, destaca.

A cooperativa iniciou a aliança com a J.Assy há 9 anos, com a compra dos discos de plantio Apollo, que foi a grande porta de entrada. Satisfeitos com o desempenho do produto no campo, a Comigo também se interessou por outra tecnologia da empresa, o dosador mecânico Titanium.

“Quando esse equipamento foi lançado começamos a observar o seu funcionamento e devido aos bons resultados, os cooperados começaram a pedir. Fomos atrás para adquirir e disponibilizamos aos produtores, pois já conhecíamos e sabíamos a qualidade do fabricante”, diz Oliveira.

Um dos diferenciais do Titanium, são os três organizadores internos, que conduzem as sementes nos furos do disco, garantindo uma distribuição precisa e minimizando os danos mecânicos. Além disso, o Titanium também conta com o visor, que permite visualizar o disco e acompanhar o desempenho durante o plantio. O dosador garante uma distribuição eficiente para diversas culturas como: soja, milho, feijão, sorgo, algodão, amendoim, canola e girassol.

De acordo com o gerente, o Titanium foi uma revolução em termos de plantabilidade e distribuição de sementes aos cooperados. Isso porque os fabricantes de plantadeira a cada ano modernizam os equipamentos, mas em termos de distribuição não havia muita evolução. “Quando saiu o Titanium vimos que houve uma grande mudança no plantio, que ajudou muito o produtor, principalmente no milho, que é uma semente cara, que precisa ser distribuída perfeitamente homogenia para não ter filas duplas e nem falhas. Além disso, com esse equipamento, as plantadeiras mecânicas ficaram tão boas quanto às pneumáticas”, disse Oliveira.

Mais parcerias

Atualmente, as cooperativas têm grande protagonismo dentro dos negócios da J.Assy. Além da Comigo, a empresa fornece seus produtos a outras gigantes como a Coamo, C. Vale, Cocamar, Coopatrigo e Cooperalfa. “Hoje as cooperativas estão entre os nossos 10 maiores clientes. A Comigo, por exemplo, é a nossa maior compradora do Titanium no Estado de Goiás”, diz Wellington Casati, coordenador de vendas da empresa.

Ainda de acordo com o coordenador, além de ter um número relevante de vendas, as cooperativas são propagadoras de tecnologia para o produtor cooperado. “Como elas realizam muitos eventos, estão sempre mostrando o que tem de melhor no mercado e oferecem essas tecnologias com as melhores condições dando poder aos pequenos e médios produtores”, diz Casati.

J.Assy

Empresa especialista em oferecer tecnologias para o agronegócio. Entre as soluções disponibilizadas estão o dosador pneumático Selenium e o dosador mecânico Titanium, além de sensores de fluxo Visum Adubo e o Visum Grãos finos e os discos de plantio Apollo.

Acesse www.assy.com.br

 

FONTE: Kassiana Bonissoni – RURAL PRESS
kassiana.ruralpress@gmail.com

Related posts

J. Assy apresenta soluções tecnológicas para o gerenciamento da dosagem de sementes

Revista Attalea Agronegócios

Expodireto Cotrijal 2019: Massey Ferguson revoluciona e apresenta plantadeira dobrável Momentum

25ª HORTITEC: Makita apresenta soluções para paisagismo e jardinagem

mkt

Deixe um comentário